Especial: Um pouco mais sobre o Óscar - Atuação


Estamos chegando nas principais categorias da noite de gala. Não deixe de conferir as outras matérias do nosso especial: Categorias técnicas clicando aqui, música e animação aqui, documentários, curtas e filme estrangeiro aqui e roteiro e direção aqui.

As categorias que sempre causam muita torcida entre os amantes de cinema são mesmo as de atuação. Transmitir a carga dramática de um papel ou ter a atuação contida da forma que o roteiro precisa para que a história seja contada, enfim, não tem como não se afeiçoar!

Costumo dizer, que o bom ator nos entrega papéis inesquecíveis, mas, somente os melhores conseguem entender também o tamanho do seu papel dentro de um filme, roubando a cena em momentos exatos e deixando uma marca única, fazendo com que não consigamos imaginar outro ator naquele papel.

Como toda categoria, existem as polêmicas e estas são um prato cheio. Como dizer que a atuação de Viola Davis em Um Limite entre Nós, era coadjuvante?
Ou ainda, que a atuação de Anthony Hopkins ser principal em O Silêncio dos Inocentes com apenas 17 minutos em cena? Há quem defenda que a única principal deveria ser Jodie Foster.

Hoje as próprias produtoras ao enviar o filme para consideração da academia, já encaixam seu elenco onde imaginam que exista mais chance de concorrência e vitória. Antigamente isso não era necessário, e foi assim, que em 1944, Barry Fitzgerald concorreu ao Oscar de Melhor Ator e Melhor Ator Coadjuvante pelo mesmo filme (no caso, O Bom Pastor). Foi após este episódio que a produtora deve encaixar em qual categoria os atores podem concorrer.

Vamos falar agora de cada uma delas!

Ator Coadjuvante
Esta é uma das poucas categorias de atuação que temos um indicado (e vencedor) póstumo, Heath Ledger, por seu lendário Coringa em Batman: O Cavalheiro das Trevas. As curiosidades não param por ai. Christopher Plummer é o indicado mais velho, este ano com 88 por Todo Dinheiro do Mundo, e também o vencedor mais velho, com 82 anos por Toda Forma de Amor, enquanto o mais jovem é Justin Henry, por Kramer vs. Kramer com 8 anos.

Em duas oportunidades tivemos 3 indicados pelo mesmo filme. A primeira vez foi por Sindicato de Ladrões e a segunda por O Poderoso Chefão. Em ambas as ocasiões, nenhum dos 3 indicados saiu vencedor.

O vencedor atual é Mahershala Ali, por Moonlight: Sob a luz do luar.



Os concorrentes deste ano são: Willem Dafoe (Projeto Flórida), Woody Harrelson (Três Anúncios para um Crime), Richard Jenkins (A Forma da Água), Christopher Plummer (Todo Dinheiro do Mundo), Sam Rockwell (Três Anúncios para um Crime).

Atriz Coadjuvante
Ao contrário da categoria de ator coadjuvante em que não temos alguém isolado como maior indicado, aqui temos Thelma Ritter, com 6 indicações e nenhuma vitória. Para quem achou que era Meryl Streep a mais indicada, ela "só" tem 4 indicações. A indicada e vencedora mais nova é a Tatum O'Neal com 10 anos por Lua de Papel, enquanto a indicada mais velha é Gloria Stuart por Titanic aos 87 anos e a vencedora Peggy Ashcroft por Passagem para a Índia aos 77 anos.

O filme Tom Jones foi o único a conseguir emplacar 3 concorrentes nesta categoria - assim como observado na categoria de ator coadjuvante quando este evento ocorreu - nenhuma venceu! É recorrente, no entanto,  a indicação de duas atrizes pelo mesmo filme e na última década podemos citar: Amy Adams e Viola Davis (Dúvida), Vera Farmiga e Anna Kendrick (Amor sem Escalas), Melissa Léo e Amy Adams (O Vencedor) e Octavia Spencer e Jessica Chastain (Histórias Cruzadas).

A vencedora atual é Viola Davis por Um limite entre nós.



Os concorrentes deste ano são: Mary J. Blidge (Mudound: Lágrimas sobre o Mississipi), Allison Janney (Eu, Tonya), Lesley Manville (Trama Fantasma), Laurie Metcalf (Lady Bird: A Hora de voar) e Octavia Spencer (A Forma da Água).

Ator Principal
O que é o sonho para muitos, pode não ter sido necessariamente para Marlon Brando. Brando já tinha um Óscar na categoria por Sindicato de Ladrões (O mesmo que teve três indicados na categoria de ator coadjuvante) e ao vencer seu segundo prêmio por O Poderoso Chefão, enviou uma ativista para representá-lo na premiação para recusar o prêmio em prol da inclusão de índios no cinema.

Engana-se quem pensa que Marlon Brando foi o primeiro. George Scott já havia feito a academia passar por um bom papelão quando venceu e recusou seu prêmio por Patton.

Daniel Day-Lewis é o maior vencedor, com 3 vitórias em 6 indicações. Os maiores indicados, por sua vez, são Laurence Olivier e Spencer Tracy com 9 indicações.

O vencedor atual é Casey Affleck por Manchester à Beira Mar.



Os indicados deste ano são: Timothée Chalamet (Me Chame pelo seu Nome), Daniel Day-Lewis (Trama Fantasma), Daniel Kaluuya (Corra!), Gary Oldman (O Destino de uma Nação) e Denzel Washington (Roman J. Israel, ESQ.)

Atriz Principal
Esta talvez seja uma categoria menos polêmica entre as mulheres. Não tivemos nenhuma que recusou o prêmio, mas, por outro lado, temos Meryl Streep com 17 indicações (como referência, Katharine Hepburn tem 12 indicações e é inclusive a campeã na categoria, com 4 estatuetas). A atriz viva que mais se aproxima de Streep é Jane Fonda, com 6 indicações.

A mais velha e a mais nova indicadas nesta categoria, concorreram no mesmo ano, sendo que ambas perderam para Jennifer Lawrence em O Lado bom da Vida. Foram elas Emmanuelle Riva, com 85 anos por Amor e Quvenzhané Wallis, com 9 anos por Indomável Sonhadora.



As indicadas deste ano são: Sally Hawkins (A Forma da Água), Frances McDormand (Três Anúncios para um Crime), Margot Robbie (Eu, Tonya), Saiorse Ronan (Lady Bird: A Hora de Voar) e Meryl Streep (The Post).

Conta pra gente quais são seus favoritos este ano e não esquece de seguir a gente nas redes sociais :D!

João França

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário