Oscar 2021: Os vencedores e o que aconteceu de melhor na maior premiação do cinema


Demorou, mas finalmente tivemos o Oscar 2021 e, ele veio repleto de mudanças. Buscando se renovar ao mesmo tempo que atendida às medidas de segurança da COVID-19, a cerimônia tentou diversas experimentações, que começaram promissoras, mas se mostraram um verdadeiro desastre. Os vencedores até parecem ter ficado em segundo plano, já que a controvérsia da vez não será tanto sobre qual filme devia ter ganho qual categoria, pois Nomadland, Meu Pai, O Som do Silêncio e outros queridinhos do público saíram com prêmios. Ainda assim, decisões como anunciar Melhor Atriz e Melhor Ator após Melhor Filme, entre tantas outras, foram difíceis de engolir. 

A depender da audiência do evento, que deve apresentar queda também, devemos ter ainda mais novidades para a próxima temporada. Torcemos para que consigam conciliar os bons vencedores, como foi neste ano; junto com uma boa experiência de se assistir, que acabou faltando desta vez. No mais, confira a lista completa com todos os filmes premiados na noite de ontem (25/04), e nos diga sua opinião sobre essas novas abordagens na premiação. 

Melhor filme:
Nomadland - VENCEDOR
Meu Pai
Judas e o Messias Negro
Mank
Minari - Em Busca da Felicidade
Bela Vingança
O Som do Silêncio
Os 7 de Chicago

Melhor direção:
Chloé Zhao, por Nomadland - VENCEDORA
Emerald Fennell, por Bela Vingança
David Fincher, por Mank
Lee Isaac Chung, por Minari - Em Busca da Felicidade
Thomas Vinterberg, por Another Round

Melhor atriz:
Frances McDormand, por Nomadland - VENCEDORA
Andra Day, por Estados Unidos Vs Billie Holiday
Viola Davis, por A Voz Suprema do Blues
Vanessa Kirby, por Pieces of a Woman
Carey Mulligan, por Bela Vingança

Melhor ator:
Anthony Hopkins, por Meu Pai - VENCEDOR
Chadwick Boseman, por A Voz Suprema do Blues
Riz Ahmed, por O Som do Silêncio
Gary Oldman, por Mank
Steven Yeun, por Minari - Em Busca da Felicidade

Melhor atriz coadjuvante:
Yuh-Jung Youn, por Minari - Em Busca da Felicidade - VENCEDORA
Maria Bakalova, por Borat: Fita de Cinema Seguinte
Glenn Close, por Era uma Vez um Sonho
Olivia Colman, por Meu Pai
Amanda Seyfried, por Mank

Melhor ator coadjuvante:
Daniel Kaluuya, por Judas e o Messias Negro - VENCEDOR
Sacha Baron Cohen, por Os 7 de Chicago
Paul Raci, por O Som do Silêncio
Lakeith Stanfield, por Judas e o Messias Negro
Leslie Odom Jr., por Uma Noite em Miami

Melhor roteiro adaptado:
Christopher Hampton e Florian Zeller, por Meu Pai - VENCEDOR
Sacha Baron Cohen, Anthony Hines, Dan Swimer, Peter Baynham, Erica Rivinoja, Dan Mazer, Jena Friedman e Lee Kern, por Borat: Fita de Cinema Seguinte
Chloé Zhao, por Nomadland
Kemp Powers, por Uma Noite em Miami 
Ramin Bahrani, por O Tigre Branco

Melhor roteiro original:
Emerald Fennell, por Bela Vingança - VENCEDORA
Aaron Sorkin, por Os 7 de Chicago
Abraham Marder e Darius Marder, por O Som do Silêncio
Will Berson e Shaka King, por Judas e o Messias Negro
Lee Isaac Chung, por Minari - Em Busca da Felicidade

Melhor fotografia:
Erik Messerschmidt, por Mank - VENCEDOR
Joshua James Richards, por Nomadland
Dariusz Wolski, por Relatos do Mundo
Sean Bobbitt, por Judas e o Messias Negro  
Phedon Papamichael, por Os 7 de Chicago

Melhor figurino:
Ann Roth, por A Voz Suprema do Blues - VENCEDORA
Alexandra Byrne, por Emma 
Trish Summerville, por Mank
Bina Daigeler, por Mulan 
Massimo Cantini Parrini, por Pinóquio 

Melhor edição/montagem:
Mikkel E. G. Nielsen, por O Som do Silêncio - VENCEDOR
Yorgos Lamprinos, por Meu Pai
Chloé Zhao, por Nomadland
Frédéric Thoraval, por Bela Vingança 
Alan Baumgarten, por Os 7 de Chicago 

Melhor cabelo e maquiagem:
A Voz Suprema do Blues - VENCEDOR
Emma
Era uma Vez um Sonho
Mank
Pinóquio

Melhor design de produção/direção de arte:
Donald Graham Burt e Jan Pascale, por Mank - VENCEDOR
Peter Francis e Cathy Featherstone, por Meu Pai
Mark Ricker, Karen O’Hara e Diana Stoughton, por A Voz Suprema do Blues
David Crank e Elizabeth Keenan, por Relatos do Mundo
Nathan Crowley e Kathy Lucas, por Tenet 

Melhor trilha sonora original:
Trent Reznor, Atticus Ross e Jon Batiste, por Soul - VENCEDORA
Terence Blanchard, por Destacamento Blood
Trent Reznor e Atticus Ross, por Mank
Emile Mosseri, por Minari - Em Busca da Felicidade
James Newton Howard, por Relatos do Mundo

Melhor canção original:
Fight for You, de Judas e o Messias Negro - VENCEDORA
Hear My Voice, de Os 7 de Chicago
Husavik (My Home Town), de Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars
Io Sí (Seen), de Rosa e Momo
Speak Now, de Uma Noite em Miami

Melhor som:
O Som do Silêncio - VENCEDOR
Greyhound: Na mira do Inimigo
Mank
Relatos do Mundo
Soul

Melhores efeitos visuais:
Tenet - VENCEDOR
Problemas Monstruosos
O Céu da Meia-Noite
Mulan
O Grande Ivan

Melhor animação:
Soul - VENCEDOR
Dois Irmãos - Uma Jornada Fantástica
A Caminho da Lua
Shaun, o Carneiro, o Filme: A Fazenda Contra-Ataca
Wolfwalkers

Melhor documentário:
Professor Polvo - VENCEDOR
Collective
Crip Camp
The Mole Agent
Time

Melhor filme internacional:
Another Round (Dinamarca) - VENCEDOR
Better Days (Hong Kong)
Collective (Romênia)
The Man Who Sold His Skin (Tunísia)
Quo Vadis, Aida? (Bósnia)

Melhor curta animação:
If Anything Happens I Love You - VENCEDOR
Burrow
Genius Loci
Opera
Yes-People

Melhor curta documentário:
Collete - VENCEDOR
A Concerto is a Conversation
Do Not Split
Hunger Ward
A Love Song for Latasha

Melhor curta-metragem:
Two Distant Strangers - VENCEDOR
Feeling Through
The Letter Room
The Present
White Eye



 No fim das contas, qual foi o saldo do Oscar 2021 para você? Bom? Ruim? E qual seu momento favorito da noite? Ajude o blog curtindo, comentando e compartilhando!

Nenhum comentário:

Postar um comentário