Cena do Crime: Mistério e Morte no Hotel Cecil e a Desmistificação do Sobrenatural (2021, de Joe Berlinger)



O Hotel Cecil está aberto desde os meados dos anos 20, palco de grandes histórias como a queda da Bolsa de Valores e a decadência americana após, o que de fato, levou ao grande hotel de luxo a se submeter a toda sorte de clientes para sobreviver ao longo dos anos.

O Hotel é tão famoso sobre suas histórias fantasmagóricas que a série American Horror Story: Hotel, foi baseada nessas lendas urbanas. De fato a longa lista de mortes, assassinatos e suicídios referentes ao hotel é assustador e avassalador, é difícil negar o fato de que essas almas de alguma forma ficam presas ali, criando o que chamamos de uma "atmosfera" estranha. O caso é que, poucas pessoas parecem ser felizes ou voltar felizes para suas casas após a estadia nesse lugar.

O documentário foca no estranho caso de Elisa Lam, que desapareceu enquanto estava hospedada no hotel. Confira o que achamos e fique atento para os spoilers!
 

Não importa aonde você mora, com certeza já topou com o vídeo de Elisa Lam no elevador do hotel, horas antes de sua morte. O fato é que muito se foi dito e até mesmo inventado sobre os acontecimentos daquele dia, já que ninguém parecia saber o que havia ocorrido, nem mesmo a polícia, fato é que as teorias da conspiração começaram a crescer por toda a internet, criando um circo ao redor do caso.

No documentário os tais "Detetives da Internet" são mencionados episódio após episódio, e ao meu ver como espectadora, eles mais atrapalharam do que ajudaram de fato. Todas as teorias da conspiração, fantasmagóricas e até mesmo as mais razoáveis, foram "criadas" ou "citadas" por eles, como se estivessem em uma caça ao vilão, como um pega-pega, o que não é interessante quando a vida de uma pessoa está em risco. Até então não se sabia que Elisa estava morta e muito menos aonde seu corpo estava. O detetive responsável pelo caso disse que eles tentaram ajudar, mas acredito que de boas intenções o inferno está cheio. 
 

Porém vale ressaltar que nem tudo foi uma decepção com esse documentário, é muito interessante dizer que eles focaram bastante em tentar mostrar quem Elisa Lam era em vida, fazendo com que nos tornássemos empáticos a ela e que pudéssemos de alguma forma nos colocar no seu lugar no momento que tudo aconteceu no hotel. Eu mesma me senti triste e tocada com seus textos, que foram narrados no documentário, e isso é algo muito sensível e particularmente, foi o que eu mais gostei de tudo, humanizar alguém onde só se falavam por causa de sua morte.

Por fim o documentário vem para por uma pedra em cima das histórias sobrenaturais e fantasiosas sobre seu falecimento. Foram apresentados fatos e esses fatos são tão tristes, que a explicação irreal é mais fácil de ser aceita. Não há nada mais triste do que uma pessoa que está sozinha passando por algo que não consegue lidar. Elisa tentou viver sua vida o máximo que pode e da melhor forma que pode, ela era uma pessoa inteligente, feliz e sim, tinha seus demônios, com os quais lutava diariamente. Sua alma era bela e isso é o que deve ser lembrado. 
 
 

Titulo Original: Crime Scene: The Vanishing at the Cecil Hotel
 
Direção: Joe Berlinger

Episódios: 4
 
Duração: 1 hora
 
Sinopse: Essa série documental analisa a história e a fama do Hotel Cecil, em Los Angeles, nos EUA, com enfoque especial no caso mais sombrio e recente: o desaparecimento da estudante canadense Elisa Lam - encontrada em fevereiro de 2013, 19 dias após sumir dentro do local, na caixa d'água do hotel, por acaso, quando hóspedes começaram a reclamar do aspecto e gosto da água que lhes era fornecida.
 
 Trailer: 
 

 Já assistiu?


Nenhum comentário:

Postar um comentário