Supernatural - 15ª Temporada e o Fim de uma Era (2020, de Charles Beeson, Jensen Ackles e outros)


Se você assim como eu, nunca deu bola para os comentários do tipo "a série devia ter terminado na 5ª temporada" é porque foi até o fim acompanhando a saga dos irmãos Winchester. Porém, tudo tem um fim, e após 15 anos a série tem finalmente uma series finale. Leia o que achamos da última temporada! 
 
Cuidado com spoilers!


Supernatural mudou durante os anos, percebemos isso muito claramente quando assistimos aos primeiros episódios, nos quais o roteiro era mais focado em contar lendas urbanas e nos inserir pequenos sustos, mas, com o tempo, foi mudando o tom, talvez pelo fato de os personagens terem ficado mais velhos, ou pelo tamanho do sofrimento que era jogado neles temporada por temporada.

Não vou dizer que foi tudo perfeito, até porque muitas vezes a série parecia patinar na mesma história e perdia completamente o fio da meada, voltando a si somente nos últimos episódios da temporada – o que causava uma raiva tremenda em quem vos escreve. Porém, percebe-se que tudo teve um motivo; apesar de algumas brechas e pontas soltas aqui e ali, a série seguiu bem seu caminho. 

 

Acredito que o ponto chave da série foi inserir personagens icônicos, e por mais que eles trocassem de "corpo", sempre que o personagem voltava ao seu "eu original" parece que a série deslanchava. Meu personagem preferido de longe foi Lúcifer, magistralmente representado pelo ator Mark Pellegrino; debochado e sarcástico, um arcanjo que, por mais que tentasse estragar os planos de todos, acabava nos fazendo torcer por ele, pelo menos em partes.

Outro personagem que caiu nas graças de todos foi Crowley (Mark Sheppard), um demônio que virou Rei do Inferno e caiu nas graças do público com sua irreverência e carisma, acompanhado de sua mãe, Rowena (Ruth Connell), que foi ganhando espaço episódio por episódio até se tornar indispensável.

Percebemos que a história tenta trazer o melhor de todos, mesmo quando esses personagens são moralmente duvidosos, e ao mesmo tempo, nos mostra o quanto os personagens que conhecemos como "bons" acabam se transformando no inimigo, como foi o caso dos anjos e do próprio Deus.



Sam (Jared Padalecki) e Dean (Jensen Ackles) sempre foram a cola que ligava a série a outros núcleos, e com o passar dos anos, sua relação foi extensivamente aprofundada, dando a impressão de até parecer chato em alguns momentos o tanto que um se importava com o outro.

Se eu pudesse escolher um final para a série, Dean teria tomado outro rumo, porém sua falta na vida de Sam foi o que abriu as portas para ele ter seu próprio caminho, o que, acredito eu, seria impossível com o Dean a seu lado.

Chegando agora à última temporada de fato, diria que foi um tanto água com açúcar, e se não fosse a última, talvez teria sido mais uma temporada mediana, porém tivemos belas conclusões e despedidas, afinal, lágrimas rolaram tanto dos atores quanto dos espectadores. Não é fácil se despedir, mas é necessário, e no caso de Supernatural já estava na hora. Tivemos altos e baixos, amor e ódio e uma tremenda pesquisa mitológica envolvida na história, tanto que, por fim, o grande vilão da história foi o próprio Deus ou Chuck (Rob Benedict), um ser egoísta e mesquinho para com seus "filhos"; seu final foi muito acertado.

Por fim, diria que os baixos dessa temporada são sobrepostos pelas coisas boas e pelas atuações, que foi de cortar o coração no momento das despedidas. Acr
edito que vai fazer falta.

 

Título Original: Supernatural

Direção: Charles Beeson, Jensen Ackles, John F. Showalter, Richard Speight Jr., Robert Singer

Episódios: 20

Duração: 42 minutos

Elenco: Jensen Ackles, Jared Padaleck, Misha Collins, Mark Sheppard, Alexander Calvert, Jim Beaver, Jeffrey Dean Morgan, Rob Benedict, Mark Pellegrino, Samantha Smith, Ruth Connell, Felicia Day, Lauren Cohan, Genevieve Cortese, Kim Rhodes, Osric Chau, Rachel Miner, Jake Abel, DJ Qualls, David Haydn-Jones

Sinopse: A épica jornada dos irmãos Winchester finalmente chega ao fim na última temporada de Supernatural. Sam (Jared Padalecki) e Dean (Jensen Ackles) lutou com demônios e anjos, criaturas místicas e monstros, numa aparentemente inacabável batalha para salvar o mundo. Mas agora, eles terão que enfrentar o próprio Deus (Rob Benedict)...

Trailer:
 

 Diz para gente o que você achou!

Nenhum comentário:

Postar um comentário