Série Animada 'Acampamento Jurássico' Resgata Fascínio por Dinossauros (2020, de Colin Trevorrow, Steven Spielberg e Frank Marshall)

 

Começo esse texto com a seguinte sentença: amo dinossauros e sou fã de muita coisa relacionada à eles. Pronto, falei. Dito isso, obviamente gosto da franquia Jurassic Park e os atuais Jurassic World. Fiquei feliz ao saber que a Universal produziria séries derivadas de suas principais franquias junto com a Netflix, inclusive a dos gigantes jurássicos. O banho de água fria veio com a notícia de que seriam animações. Não que eu desgoste - pelo contrário -, mas habitava o medo de ser demasiado infantil e fraco. Essa confirmação veio com a insossa série animada de Velozes e Furiosos. Portanto, minhas expectativas para com Acampamento Jurássico eram baixas, o que foi bom, pois acabei me surpreendendo!

A trama ocorre em paralelo com o primeiro Jurassic World (2015), com um grupo de 6 jovens selecionados conhecendo um pouco dos bastidores e do trabalho com os animais da ilha. É claro que o clichê de sempre ocorre, as coisas fogem de controle, os animais se soltam do parque e atacam as pessoas. Por ser em paralelo com o longa já citado, há referências e easter eggs com o mesmo, bem colocadas e naturais, afinal estamos no mesmo local e tempo que o filme em questão. 

Com 8 episódios de 20 minutos, a trama é sempre ágil e divertida. A metade inicial até custa um pouco a engrenar na questão da ação, mas ao menos se compensa no desenvolvimento das características dos personagens centrais, bem desenvolvidos. Aprendemos um pouco dos seus problemas e defeitos, defeitos esses que causam divergências no grupo, sabiamente colocadas no roteiro, afim de trazer alguma mensagem aos pequenos que assistem. Destaque para uma personagem que é influencer nas redes sociais e viciada em registrar tudo que faz, mas que no fundo tem frustrações na vida online e pouca coisa concreta no mundo real. Esse é um exemplo dos dilemas cujos personagens passam em paralelo aos desafios de sobrevivência na ilha.

Na metade final, a coisa fica séria e a trama engrena na ação e suspense, com os desafios de sobrevivência. Fica aqui o registro de apesar de ser um programa para toda a família, há elementos sombrios e de tensão que não são tão infantis assim, como machucados, mortes e leve presença de sangue. Até mesmo se apresentam algumas questões científicas interessantes, que dificilmente crianças menores de 8 ou 9 anos conseguirão acompanhar, dependendo da maturidade e criação do pequeno. 

Um pecado nesse tipo de produção é o mau uso daquilo pelo qual a obra existe, a criatura fictícia, o monstro, aqui no caso os dinossauros. E isso é um dos grandes acertos da série, mesmo que com um bom desenvolvimento dos humanos, são os dinos que brilham, o show é deles. Mesmo que não seja um CGI classe A digno de um filme da Pixar, a qualidade é boa para uma série de TV, especialmente no designe dos répteis. Temos variadas espécies desfilando ao longo dos capítulos e eles são bem apresentados visualmente, os herbívoros são amigáveis e fofos enquanto que os carnívoros aparentam serem ameaçadores de fato. Outro detalhe técnico importante é o som, com rugidos dos animais e mixagem muito bem trabalhados, dignos dos filmes de cinema.

Acampamento Jurássico surpreende como uma excelente aventura, por vezes assustadora, com mensagens atuais para a garotada e feito com muito coração e bom gosto. A direção é firme e com estilo no uso de recursos de câmera, o ritmo é bom e o roteiro faz nos importarmos com os personagens. Sucesso merecido entre os mais vistos da Netflix, já espero ansioso pela segunda temporada, que provavelmente trará ainda mais emoção à esse amado universo jurássico. 


Título Original: Jurassic World: Camp Cretaceous

Direção: Scott Kreamer e Lane Lueras

Episódios: 8

Duração: 22 min. aprox.

Elenco: Paul-Mikel Williams, Jenna Ortega, Ryan Potter, Raini Rodriguez,  Sean Giambrone. 

Sinopse: seis adolescentes são escolhidos para vivenciarem uma experiência única em um novo acampamento na Isla Nublar. Mas, quando os dinossauros começam a destruir a ilha, os campistas ficam sem contato algum com o mundo exterior. Agora, para se manterem vivos, eles precisam se unir rapidamente.

Trailer:


Gostou da série animada? Também é fã de dinossauros? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário