Adaptações de livros que ficaram horríveis - Parte 2


Chegamos a Parte 2 do nosso especial de filmes que estragaram o livro! - Caso você tenha perdido, veja a Parte 1 aqui. - E isso é assunto para dias, mas devo dizer que tenho uma raiva especial por livros do Dan Brawn que são adaptados no cinema. Então começaremos por ele.

Inferno


Quem já leu algum livro dele sabe que sua escrita é meticulosa, quase como um quebra-cabeça que se liga a fatos históricos e ao presente de uma forma sublime, porém toda essa sintonia é quebrada nos filmes, Inferno na minha humilde opinião de leitora é um dos que mais chegam perto de uma realidade da qual poderíamos de fato viver e apesar de ir bem por mais da metade do filme, o final é totalmente deturpado em um romance inexistente e uma modificação grosseira da realidade do livro, é como se tivessem feito um filme diferente, já que toda a base do livro, estava no final, nem mesmo a fotografia e a edição de imagens salvam a péssima escolha do roteiro. Lamentável.



Série Millenium


Os livros escritos pelo jornalista sueco Stieg Larsson são extremamente fortes e difíceis de ler por sua natureza violenta, não só fisicamente mas psicologicamente, assim como nossa personagem principal Lisbeth, que sofre imensamente nos livros mas sempre dá um jeito de reverter sua situação. O livro toca em pontos fortes como estupro, abuso de poder e corrupção, não só ela tinha problemas mas todos ao seu redor apresentaram algum problema emocional e claro, os americanos quiseram fazer sua versão do filme. O original sueco Män som hatar kvinnor/Os Homens Que Não Amavam as Mulheres, consegue ser mais semelhante ao livro em sua escuridão do que o remake que peca em seus personagens, deixa brechas e não consegue transpassar toda a depreciação humana que o livro simplesmente transborda.



Percy Jackson - O Ladrão de Raios




Um dos filmes mais aleatórios em relação ao livro do qual eu possa me lembrar. Tudo, absolutamente tudo que é importante simplesmente é deixado de lado. Narrativas são mudadas, personagens fazem tudo ao contrário ou são guiados para um roteiro bobo e sem sentido. Os outros então eu não vou nem perder meu tempo comentando, porque seguem o mesmo erro e um leva ao outro. Por fim, nenhum presta. 




Bônus:



Death Note
Eu sei que é um mangá, porém a adaptação foi tão desastrosa que me senti na obrigação de citá-lo aqui. Se por um lado temos uma excelente adaptação do anime produzido pela Madhouse em 37 episódios, em contrapartida temos o filme produzido pela Netflix que, diga-se de passagem, deixa a desejar em todos os termos. Parece que o roteiro teve uma certa preguiça em aprofundar os personagens, a história parece apenas uma pincelada do original e nem mesmo o meu personagem preferido, o Ryuk foi totalmente aproveitado. Caso você queria ler nossa crítica, clique aqui!





Gostou? Tem dicas de filmes horríveis? 
Manda pra gente!





Nenhum comentário:

Postar um comentário