Bob's Burgers e o poder de episódios musicais!




Desde o lançamento dos Simpsons em 1989, a Fox se tornou conhecida por emplacar grandes séries animadas de sucesso como Rei do Pedaço, Futurama, Uma Família da Pesada e American Dad, comprovando que animações são produções que podem entreter todos os públicos e idades, além de oferecer um leque de possibilidades narrativas mais amplas que produções live-action. As produções animadas, especialmente as destinadas para o público adulto, vêm desde então ocupando cada vez mais espaço na esfera midiática e sendo aclamadas pela crítica. Dentre essas incríveis obras animadas da contemporaneidade, uma se destaca exatamente pela sua simplicidade: Bob's Burgers.

A animação estreou sem muito alarde em 2011 com apenas treze episódios em sua primeira temporada, e aos poucos foi conquistando uma horda fiel de fãs que passaram a amar a série e todo o universo criado por Loren Bouchard. BB narra as desventuras de Bob Belcher e sua família tentando emplacar algum sucesso com seu restaurante, porém falhando boa parte do tempo.
 

Mas não se engane, a série é muito mais do que apenas uma comédia familiar, explorando ao máximo toda as possibilidades cômicas que seus protagonistas tem a oferecer e desenvolvendo muito bem seus personagens recorrentes e todo o mundo fictício construído na série. O que torna Bob's Burgers especial é a autenticidade atribuída aos seus personagens que são todos extremamente eles mesmos com personalidades bem específicas, e cada situação construída na animação é repleta de um humor profundamente genuíno. 

Algo que destaca Bob's Burgers de outras série animadas é seu grande amor por números musicais. Embora tenhamos animações como Os Simpsons e Uma Família da Pesada que se aproveitam de situações musicais em determinados momentos de suas histórias, nenhuma dessa produções tem a música como algo integral de sua narrativa, transformando suas composições quase que em personagens, como Bob's faz. Embora BB não seja uma série musical em si, ela escolhe contar parte de suas histórias através de cenas musicais de uma maneira que transforma situações cotidianas como uma horta comunitária ou um projeto escolar em momentos memoráveis. Já na primeira temporada fica claro que a paixão por musicais seria algo central no roteiro da animação, afinal Gene e Linda são completamente apaixonados pelo mundo da música transformando qualquer situação em um grande número da Broadway.


No quinto episódio da primeira temporada temos o primeiro momento mais musical apresentado pela animação, com Linda realizando seu grande sonho de montar um "jantar musical" no restaurante. Linda sempre sonhou em ser uma artista performática e aproveita qualquer momento, literalmente toda e qualquer situação, para por seus vocais em prática. Embora sem muita desenvoltura ou talento para construção de narrativas musicais, a matriarca Belcher demonstra enorme paixão e coloca seu coração em todas as músicas que cria. E todo esse interesse musical foi herdado por Gene que, assim como a mãe, não perde uma oportunidade de criar uma música ou transformar uma circunstância banal em uma melodia contagiante. A falta de talento dos Belcher adiciona uma aura cômica a cada número musical, e mesmo a família em si sendo desprovida de aptidão para música, os responsáveis pela construção musical da série criam melodias e letras que enriquecem absurdamente a narrativa.



A música é uma arte extremamente sensorial com capacidade de despertar inúmeras emoções e sensações no telespectador independente dos temas abordados, afinal não é incomum ouvirmos uma música em uma língua desconhecida sem ter a menor ideia do que letra esteja narrando e mesmo assim criar uma conexão com aquela melodia. E Bob's Burgers entende esse caráter sensorial que a música produz, construindo assim uma conexão com a audiência que vai muito além do humorístico. O diferencial da animação está exatamente nessa compreensão que por mais caricata ou fantástica que uma história seja, é necessário criar um nível de identificação com o telespectador.



Bob's Burgers não reinventou as narrativas animadas nem revolucionou o gênero, mas trouxe para o mundo da animação uma identidade própria que a coloca em destaque em relação a produções do mesmo estilo. A série, assim como sua protagonista Linda, tem um enorme coração e o coloca em cada novo pedaço do universo que constrói com personagens que, além de divertidos, são extremamente humanos.


Título Original: Bob's Burgers

Direção: Antony Chun e outros 

Episódios: 172

Duração: 23 minutos aprox.

Elenco: H. Jon Benjamin, Dan Mintz, Eugene Mirman, John Roberts, Kristen Schaal e Larry Murphy

Sinopse: Bob's Burgers acompanha a complica e divertida vida da familia Belcher e seu restaurante.


Trailer:

Venha conhecer essa pérola!

Gabriel Magarão

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário