Crítica: Mistério no Mediterrâneo (2019, Kyle Newacheck)




Já sabíamos desde Esposa de Mentirinha que a parceria de Adam Sandler e Jennifer Aniston, dois veteranos do mundo das comédias, era um bom acerto. Agora, eles se juntam novamente para, além de trazer uma comédia nos moldes aos que já estamos acostumados dos filmes de ambos, fazer a Netflix quebrar mais um recorde: com estreia no último dia 14, somente em três dias o filme obteve mais de 30 milhões de acessos.

Para que se tenha uma ideia, Bird Box, uma das grandes estreias da plataforma de streaming, obteve cerca de 26 milhões de acessos em sua primeira semana. 

Fruto de uma parceria de Sandler com a Netflix, que se iniciou em 2015, com a produção de The Ridiculous 6 e Zerando a Vida, o filme é inspirado nos romances de Agatha Christie (ao mesmo tempo que os caçoa) e conta a história de um cara atrapalhado e sua esposa linda mas um pouco desastrada, que se envolvem em uma aventura mas conseguem se safar no final (e isso não é um spoiler!). Soa familiar este tipo de história não é?! Mas se a fórmula dá certo, por que não continuar investindo?!


Nick e Audrey Spitz são casados há 15 anos e levam uma vida mediana: ele como policial, que nunca consegue passar na prova de detetive e ela como cabeleireira. Ela espera por anos que ele a leve para uma viagem à Europa, como forma de celebrarem a tão sonhada lua de mel e no dia do aniversário de casamento ela resolve mostrar sua insatisfação e ele mais que depressa providencia a tal viagem (mesmo sendo um tremendo mão de vaca).

No meio da viagem ela conhece Charles Cavendish (Luke Evans) um galã ricasso que convida o casal para o acompanharem em uma festa no iate de seu tio, a quem detesta, Malcom Quince (Terence Stamp) que roubou sua namorada, Suzi Nakamura (Shioli Kutsuna). O casal mais do que depressa resolve aceitar, já que a viagem que planejaram não será tão chique quanto gostariam.

A bordo do iate, nosso casal conhece mais alguns amigos do excêntrico tio e em uma noite presenciam um assassinato. Como todos que estavam no barco são próximos da vítima assassinada, Nick e Audrey passam a ser os principais suspeitos do crime, porém, ele como policial (que se apresenta como um detetive) e ela como ávida leitora de suspenses policiais, decidem investigar o real culpado por trás de toda situação.


Com um roteiro que funciona em algumas partes e realmente arranca algumas risadas, o filme vai entreter e agradar àqueles menos exigentes, ou àqueles que estejam com falta de opções no catálogo e que queiram matar o tempo. Obviamente, ainda possui aqueles resquícios sexistas, machistas, homofóbicos e racistas que sempre encontramos em filmes de Sandler e devo dizer que já passa da hora de rever essa parte da fórmula, porque apesar de funcionar para uma parte do público, grande parte ativa o sinal vermelho e torce o nariz.

O filme ainda vale pelas belíssimas paisagens de Mônaco e para aqueles já mais acostumados com a dublagem de Alexandre Moreno e Élida L' Astorié respectivamente para Sandler e Aniston, a versão dublada é uma boa pedida.

Assim, mesmo com grandes defeitos, o longa vai conseguir divertir e o final, para aqueles que são amantes de Agatha Christie, vai criar aquela identificação e mostrar que nosso casal está longe de não se manter em apuros.


Título Original: Murder Mystery

Direção: Kyle Newacheck

Duração: 97 minutos

Elenco: Adam Sandler, Jennifer Aniston, Luke Evans, Terence Stamp, Gemma Arterton, David Walliams, Dany Boon, John Kani, Adeel Akhtar, Ólafur Darri Ólafsson, Luis Gerardo Méndez, Shioli Kutsuna, Erik Griffin, Sufe Bradshaw, Jackie Sandler e outros.

Sinopse: Um policial de Nova York (Adam Sandler) que finalmente leva a sua esposa (Jennifer Aniston) em uma viagem para a Europa prometida por anos. Porém, um encontro por acaso no voo com um homem misterioso (Luke Evans) leva-os a uma reunião de família no iate gigantesco do idoso bilionário Malcolm Quince. Quando Quince é assassinado, eles tornam-se os principais suspeitos neste jogo de detetive dos dias modernos.

Trailer:

E você, gosta de comédias do tipo? Conte pra gente e não se esqueça de nos seguir nas redes sociais (:

Eduarda Souza

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário