Drops - As Recomendações da Equipe #1


Hoje começa um novo quadro aqui do Minha Visão do Cinema, onde os nossos escritores comentam sobre os filmes que assistiram recentemente e deixam sua recomendação de forma mais pessoal para os leitores com um breve comentário sobre o que acharam da obra.

É uma forma de conseguir recomendações aqui no site de um jeito mais rápido e te dar aquele empurrão pra assistir um ótimo filme para aumentar o seu cardápio cinematográfico.

Bird Box (2018)

Bird Box é mais um filme apocalítico que diz mais sobre as pessoas e em como elas agem em suas difíceis trajetórias pela sobrevivência do que qualquer outra coisa. E aqui isso se confirma quando o "sobrenatural" não dá as caras, te fazendo criar várias teorias e questionamentos a respeito.

É um clichê com seus resquícios de originalidade que vale a pena ser visto, principalmente por conta da Sandra Bullock, que tá incrível em seu papel, depois que assisti ao filme não consegui imaginar outra atriz em seu lugar. Sarah Paulson também dá um show de atuação nos poucos minutos em que aparece.

No fim das contas, não é um filme perfeito mas tem uma mensagem reflexiva fazendo com que não seja algo totalmente esquecível.

Recomendação de Helen Santos.


Clímax (2018)

"Depois de todos os traumas psicológicos causados por Irreversível e Enter the Void, assistir Clímax torna-se uma aventura perigosa. Mas, ainda bem, não é o filme mais pesado de Gaspar Noé, embora talvez seja o melhor. Com um ritmo de dança que  te faz mexer os pés enquanto assiste a performance composta por músicas eletrônicas,  algumas até do Daft Punk

Clímax consegue misturar todos os elementos sádicos do diretor com uma fotografia assustadora, danças mais do que contagiantes e ainda uma seção de referências bibliográficas em pleno filme. Com certeza, o diretor está no caminho certo. Recomendo, mas com certa cautela; assistam tranquilos, abraçados com seus entes queridos e em um dia alegre, pois a viagem é intensa, angustiante e vai mostrar o que há de pior na natureza humana".

Recomendação de Igor Motta.

O Segredo de Marrowbone (2017)

O cineasta espanhol Sergio G. Sánchez já havia sido roteirista de filmes do seu conterrâneo J. A. Bayona, como o longa O Orfanato (2017). Aqui em O Segredo de Marrowbone ele faz seu debute na direção e o resultado é satisfatório. 

Em uma trama aparentemente de horror, Sergio entrega um interessante e sombrio drama familiar, cujo o roteiro tem a principal intenção de explorar o psicológico dos personagens, até as peças começarem a fazer sentido. Mesmo sem o apelo gráfico típico de filmes do gênero, a trama consegue carregar segredos pesados cujo sentimos o impacto com o desenrolar do filme.

Há um plot twist interessante que empolga a quem gosta de ser enganado, embora não chegue a ser algo brilhante; e as atuações são corretas, com jovens nomes de sucessos de horror recentes, como: Anya Taylor-Joy (A Bruxa e Fragmentado), Charlie Heaton (de Stranger Things) e Mia Goth (de A Cura e o remake de Suspiria). O Segredo de Marrowbone é um filme que passou em branco em algum momento no Halloween de 2017 e início de 2018. Mas ao se assistir de forma despretensiosa, poderá ocorrer uma grata surpresa. 


Recomendação de Leonardo Costa.




Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças (2004)



Uma das coisas que todo cinéfilo ama fazer e eu sempre odiei, é lista dos filmes preferidos de todos os tempos, eu sempre amei muitos filmes e escolher um que eu ame mais dói muito, mas hoje falarei um pouco sobre um filme que mexeu comigo em tantos aspectos que seria impossível não selecionar ele em qualquer lista que eu fizesse.


Química é uma palavra-chave em qualquer filme romântico e mesmo que Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças não seja um romance convencional, a química entre Kate Winslet e Jim Carrey é surreal, é daqueles casais que surgem no cinema de tempos em tempos e que faz qualquer um se apaixonar. A narrativa não-linear do filme e o roteiro são muito bem amarrados, além de ter uma fotografia muito bonita, abusando dos tons frios e uma trilha incrível.

Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças é um achado, é um filme que merece ser visto por todos. E o casal do filme deve ser considerado um dos melhores casais do cinema de todos os tempos; o roteiro, que venceu o Oscar de Melhor Roteiro Original, é um tesouro.

Recomendação de Yago Tanaka.


Gostaram desse novo formato de postagem? 
Ficou com vontade de assistir algum desses filmes? 
Deixa a sua opinião aí pra gente ;)

Rodrigo Zanateli ;)

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário