Crítica: A Noite Devorou o Mundo (2018, de Dominique Rocher)



Se você está procurando um filme de mortos vivos idolatrado pela ideia hollydiana de ataques furiosos e repletos de cenas de canibalismo, pois bem, sinto lhe informar, mas em A Noite Devorou o Mundo (La nuit a dévoré le monde), dirigido por Dominique Rocher, temos uma ideia um pouco diferente dessa estética que foi desenvolvida com o passar dos anos.

A história concentra-se em Sam (Anders Danielsen Lie), que após uma festa regida a muita bebida, acorda totalmente sozinho em seu apartamento. Porém, logo ele nota que a cidade de Paris passou por um acontecimento terrível: a cidade está tomada por zumbis famintos. Rapidamente ele começa a pensar e elaborar estratégias em permanecer vivo nesse ambiente hostil.


A premissa é simples, tanto que não temos uma explicação maior do porquê tudo estar acontecendo. No mais, o filme apresenta uma temática com clima silenciado, não despertando muitas cenas de ação e se concentrando na solidão do personagem, e altamente no psicológico dele em meio a tudo isso, focando em questões de como o ser humano lida consigo mesmo e de que ele pode perder a sanidade mental a todo momento.


É interessante observar que os zumbis são silenciosos, o que deixa o público, ou a grande parte dele, muito angustiado, além de levar o personagem, que vive em total silêncio, entrar em um transe e buscar freneticamente fazer algum barulho para não entrar em plena loucura. O trabalho técnico e de maquiagem é muito bem feito.



Durante o filme é possível desfrutar de referências a outros filmes como “Eu sou a Lenda” e “ Extermínio”. No geral, o filme é um pouco arrastado e poderia explorar mais ocasiões, a fim de extrair um enredo mais eficiente. Destacam-se a atuação do personagem principal e uma ótima fotografia. 

O filme vale pela ousadia de desconstruir o gênero, é muito mais que um filme de zumbis, é a história da construção da solidão e da sua necessária mudança de sair do comodismo, ou zona de conforto, como preferir chamar, e buscar novos horizontes. 


Título Original: La nuit a dévoré le monde

Direção: Dominique Rocher

Elenco: Anders Danielsen Lie, Golshifteh Farahani, David Kammenos, Denis Lavant, Jean-Yves Cylly, Sigrid Bouaziz.

Sinopse: Quando acorda pela manhã, neste apartamento onde ainda acontecia uma grande festa, Sam precisa aceitar os fatos: ele está sozinho e morto-vivos invadiram as ruas de Londres. Aterrorizado, ele precisa se proteger e se organizar para continuar vivo. Mas Sam é realmente o único sobrevivente?



Trailer: 


Gostou da matéria? Então comenta e deixa o like :)

Guilherme Regert

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário