Top 15: Filmes à la Sessão da Tarde


Esta matéria lhe introduzirá em um túnel do tempo e lhe levar diretamente para as tardes dos anos 2004 a 2009. O intuito não foi selecionar os títulos mais reprisados da Sessão da Tarde mas, sim, de trazer aqueles filmes que caso você se deparasse por aí, lhe remeteria àquelas tardes em que as suas únicas chateações eram os intervalos durante os filmes. Prepare-se para a sessão nostalgia: 

1. A Chave Mágica (1995, de Frank Oz)


Entre os diversos presentes que um garoto ganha ao fazer 9 anos estavam dois sem muita importância: um pequeno armário e um índio de plástico. Mas quando uma antiga chave é usada para fechar o armário o índio ganha vida, provocando situações inimagináveis.

2. A Convenção das Bruxas (1990, de Nicolas Roeg)


Enquanto está hospedado em um hotel na Inglaterra com a avó, Luke espiona uma convenção de bruxas e descobre que elas estão planejando transformar todas as crianças em ratos. As bruxas percebem que Luke as ouviu e testam a fórmula nele.

3. Os Flintstones em Viva Rock Vegas (2000, de Brian Levant)


A história volta no tempo até a época em que Fred Flintstone (Mark Addy) conhece e paquera a bela Wilma Slaghoople (Kristen Johnson). Junto com seu melhor amigo Barney Rubble (Stephen Baldwin) e sua futura noiva Betty (Jane Krakowski), Fred e Wilma partem num romântico fim-de-semana em Rock Vegas, o hotel mais badalado do continente.

4. Inspetor Bugiganga (1999, de David Kellogg)


Durante um resgate, o segurança John Brown (Broderick) é dividido em pedaços pelo terrível Dr. Claw (Everett). Para não perder a chance de mostrar sua habilidade com a robótica, a Dra. Brenda (Fisher) entra em ação. Juntando os pedaços de John, ela cria o "Inspetor Bugiganga", a mais espetacular, e atrapalhada ferramenta de combate ao crime. Agora, Bugiganga vai usar todos os seus truques para vencer de vez o perverso Claw.

5. Para Sempre Cinderella (1998, de Andy Tennant)


A rainha da França solicita a presença dos Irmãos Grimm no palácio e lhes conta que gosta muito da obra deles, mas que ficou espantada em como foi contada a história de Gata Borralheira. Assim, decide lhes narrar o que realmente aconteceu na França do século XVI, quando Danielle de Barbarac (Drew Barrymore), sua tataravó, que ficou órfã aos oitos anos quando seu pai (Jeroen Krabbé), um aristocrata viúvo, se casou novamente com uma baronesa (Anjelica Huston), pois assim ela ganhou uma mãe e duas irmãs no mesmo dia. Mas a sonhada felicidade durou muito pouco, pois logo depois seu amado pai morreu subitamente e a madrasta, que ela desejava que fosse a mãe que nunca tivera, passa a tratá-la como uma criada. Uma das filhas da baronesa é bondosa e não concorda com várias atitudes da mãe, mas por outro lado, a outra filha é bastante egoísta e só pensa em se casar com o príncipe herdeiro (Dougray Scott). Para isto ela tem total apoio da mãe, que está disposta a conspirar, mentir e fazer o necessário para ver sua filha como a futura rainha. Mas ela precisa agir rápido, pois o príncipe conheceu Danielle e os dois estão apaixonados, com os sonhos de grandeza da baronesa podendo serem frustrados, pois sua enteada e o príncipe estão sendo aconselhados por ninguém menos que Leonardo da Vinci (Patrick Godfrey).

6. Gasparzinho e Wendy (1998, de Rob Kerchner)


Wendy, a pequena bruxa boa, e sua três tias bruxas atrapalhadas, Gabby, Geri e Fanny, se escondem no "Sunny Brite Resort" tentando escapar do maligno bruxo Desmond Spellman. O Trio Assombroso também está no Sunny Brite e Wendy conhece o solitário Gasparzinho, o Fantasminha Camarada. Juntos eles se preparam para combater o terrível bruxo.

7. Confusão na Austrália (200, de Craig Shapiro)


Neste filme, as gêmeas visitam a Austrália numa aventura repleta de ação, diversão, romance, super-espiões, e surfistas. Esta extraordinária aventura começa quando as irmãs assistem a um crime e são forçadas a entrar para o Programa de Proteção de Testemunhas do FBI. Infelizmente, nem o FBI as pode proteger, quando as nossas heroínas se revelam incapazes de guardar segredo da sua situação em cidade após cidade. Pelo menos até o FBI decide as esconder no lugar mais longe possível do perigo - a Austrália!

8. Velocidade Máxima (1994, de Jan de Bont)


Em Los Angeles, o psicopata Howard Payne (Dennis Hopper) colocou uma bomba em um ônibus, que explodirá caso a velocidade do veículo seja inferior a 80 km/h. Assim Jack Traven (Keanu Reeves), um policial, entra no veículo com ele em movimento e explica a situação aos passageiros, mas um deles, que tinha cometido algum tipo de crime, sente-se perseguido e acaba provocando um tiro acidental, que fere o motorista. Isto força o policial a pedir que Annie Porter (Sandra Bullock), uma passageira, dirija sem deixar cair a velocidade ou todos morrerão, enquanto a polícia tenta encontrar um meio de desarmar a bomba.

9. Beethoven - O Magnífico (1992, de Brian Levant) 


A famíla Newton vive em uma casa confortável, mas parece que falta algo. Este vazio é preenchido quando um mascote vai morar lá, sendo que na verdade este filhote é um imenso cão São Bernardo, que traz alegrias e também muitos tumultos para os Newton. Paralelamente, Herman Varnick (Dean Jones), o veterinário do local, tem uma secreta e horrível segunda atividade que requer diversos cachorros para experimentos, sendo que Beethoven está na lista de Varnick.

10. Matilda (1996, de Danny DeVito)


Matilda é a garotinha esperta e inteligente, que gosta de ler e vai bem nos estudos. Mas os pais não percebem isso e a colocam num colégio infernal. Lá ela descobre que tem poderes mágicos e assim vai poder acertar as contas com todos, inclusive com a cruel diretora da escola.

11. Lizzie McGuire - Um Sonho Popstar (2003, de Jim Fall)


Lizzie McGuire (Hilary Duff) e seus amigos Gordo (Adam Lamberg), Kate (Ashlie Brillaut) e Ethan (Clayton Snyder) estão em plena excursão escolar à Itália. Em um dos passeios Lizzie é confundida com Isabella, uma cantora pop local muito popular. Adorando a confusão, Lizzie resolve aproveitar e se divertir com a fama repentina, apaixonando-se por Paolo (Yani Gellman), ex-namorado de Isabella e que também é um cantor de sucesso.

12. Meu Primeiro Amor (1991, de Howard Zieff)


Vada Sultenfuss (Anna Chlumsky), uma garota de 11 anos, é obcecada com a morte, pois sua mãe morreu e seu pai, Harry Sultenfuss (Dan Aykroyd), é um agente funerário que não lhe dá a devida atenção. Vada é apaixonada por Jake Bixler (Griffin Dunne), seu professor de inglês, e no verão faz parte de uma classe de poesia só para impressioná-lo. Paralelamente é muito amiga de Thomas J. Sennett (Macaulay Culkin), um garoto que é alérgico a tudo. Quando Harry contrata Shelly DeVoto (Jamie Lee Curtis), uma maquiadora para os funerais, e se apaixona por ela, Vada se sente ultrajada e quer fazer qualquer coisa que estiver em seu poder para separá-los.

13. Dr. Dolittle (1998, de Betty Thomas)


Médico (Eddie Murphy) respeitado, tem um casamento feliz e duas filhas, mas uma noite ele quase atropela um cachorro e ouve o animal ofendê-lo. Deste momento em diante o dom de falar com os animais que tinha quando era criança retorna. Após curar a asa de uma coruja, a notícia se espalha rapidamente entre os animais e logo diversos "clientes" querem ser atendidos por ele. Em virtude disto, a situação fica bastante complicada e ele é internado, pois suspeitam que está louco. Assim, precisa arrumar um meio de ter alta do sanatório e retomar seu ritmo normal de vida o mais rápido possível, mas diversos contratempos vão atrapalhar o médico.

14. As Patricinhas de Beverly Hills (1995, de Amy Heckerling)


Em Beverly Hills, uma adolescente (Alicia Silverstone), filha de um advogado (Dan Hedaya) muito rico, passa seu tempo em conversas fúteis e fazendo compras com amigas totalmente alienadas como ela. Mas a chegada do enteado de seu pai muda tudo, primeiro por ele criticá-la de não tomar conhecimento com o "mundo real" e em segundo lugar por ela descobrir que está apaixonada por ele.

15. Jumanji (1995, de Joe Johnston)


Dois garotos apavorados enterram um baú e, cem anos depois, o filho de um empresário descobre que dentro dele há um jogo chamado Jumanji. Quando começa a jogar com uma amiga, ele logo é penalizado a ficar na floresta até que alguém tire cinco ou oito. Como na jogada seguinte ela é atacada por morcegos, em virtude de seu posicionamento no tabuleiro, o jogo é interrompido e ele imediatamente fica preso dentro de Jumanji. Mas, vinte e seis anos depois, duas crianças começam a jogar e uma acaba libertando-o. Porém, a única forma de deixar tudo como antes é terminar a partida, mas para isto é preciso achar a participante da partida de 1969. Juntos eles enfrentam os perigos que surgem a cada jogada, e enquanto o jogo se desenrola a cidade se transforma em um caos, pois animais selvagens, plantas assassinas e até um caçador de pessoas saem do tabuleiro e vão permanecer enquanto o jogo não findar.


Espero que tenham gostado da lista assim como eu gostei de prepará-la, e que ela tenha os levado à uma época tão nostálgica e maravilhosa de se relembrar. Pois não são apenas pelos filmes, mas, principalmente, pelas casas onde assistimos e as companhias que tivemos ao assisti-los. 

Se você gostou da lista, me deixe aí embaixo um comentário e, caso se lembre de algum título super especial, não deixe de citá-lo!

HELEN SANTOS

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário