Crítica: Próxima Parada: Apocalipse (2018, de David M. Rosenthal)


Apocalipses, de zumbis ou de fim de mundo, não importa, sempre parecem um bom tema para um filme, e normalmente são, mas poucos conseguem acertar se sustentando até o fim e, infelizmente, Próxima Parada: Apocalipse não é um caso de acerto. Talvez a melhor sacada tenha sido o título, já que o filme todo é uma roadtrip de um sogro com seu genro, e a próxima parada deles? É o apocalipse. Porém, isso é apenas a tradução brasileira, seu título original, How It Ends (tradução literal: Como Termina), dá um "spoiler" um pouco menor sobre o filme, dizendo nada com coisa alguma, assim como toda a história do filme. 


A minha crítica poderia ser somente esse parágrafo anterior, mas sinto que preciso falar sobre o desperdício de elenco, de tema, e também de enaltecer tudo o que conseguiu se salvar desse apocalipse (entenda o trocadilho, por favor!). Ver um novo filme sobre fim de mundo tendo no elenco Forest Whitaker e Theo James já é algo que nos anima e muito, nos fazendo até pensar - antecipadamente - que teremos uma nova pérola sobre o famigerado tema apocalíptico. Mas não, nem os atores conseguiram salvar o filme com suas atuações, afinal, deve ser muito difícil segurar o fim do mundo nas costas, não é mesmo?! 


No entanto, para não deixar quem lê correr em direção oposta a esse filme e acabar dando uma chance para tirar suas próprias conclusões, já digo logo: caso você não se importe de não ter muitas explicações, quer dizer, caso você não se importe não ter explicação alguma sobre o que está acontecendo, assista ao filme, pois quem sabe acabe gostando. Imagine que o apocalipse está acontecendo agora mesmo, na vida real: vamos tentar sobreviver o máximo que conseguirmos e muito provavelmente não teremos explicações de nada, porque não dará tempo; ninguém vai estar querendo dar explicações porque todo mundo estará tentando sobreviver. O filme é simplesmente isso. 

Particularmente, eu acho que existem filmes de ficção que não deveriam se apegar tão ao real, ao que se sucederia se isso acontecesse de verdade, porque se não for algo super bem construído, com uma história que faça valer a pena não ter explicação alguma, vai acabar não dando certo, como foi o caso deste. A história e a produção aqui são tão pobres que não se vê o caos, apenas se sente e em breves momentos, porque a única coisa que nos é entregue, é um pai indo buscar sua filha junto com seu genro, enfrentando o perigo iminente. Ou seja, quase duas horas de um sogro com seu genro dentro de um carro, pegando uma estranha no meio do caminho, e tentando chegar ao destino final para ver se sobrevivem juntos à destruição que parece não ter fim. 


Próxima Parada: Apocalipse é o primeiro roteiro de Brooks McClaren e uma das poucas direções que temos no portfólio de David M. Rosenthal. Bom, para poucos trabalhos não dá para dizer que o filme fora um completo desastre, deu para ver que teve esforço, principalmente na fotografia, que pelo que pude estudar sobre a biografia do diretor, é o seu ponto forte, e isso se confirma no longa. Resumindo, é um filme para ver sem pensar, e por mais paradoxo que possa soar, é um filme leve de ser assistido por mais que o tema do filme tenha certo peso. Não é aqui que você ficará imergido em reflexões após assistir, tampouco terá margem para criar suas próprias teorias, mas é um filme que merece uma chance caso você esteja bem ciente que pode de decepcionar. 

Aviso dado, bom filme! E se você tiver uma opinião diferente da minha, ou se perceber algo que eu acabei deixando escapar, não deixe de vir me contar aqui nos comentários, até porque as opiniões são mutáveis e tudo que eu disse aqui pode ser repensado. Esta é a Minha Visão sobre o filme, mas vê-la de outras perspectivas permite que novos horizontes possam ser enxergados! Obrigada pela leitura!


Título Original: How It Ends

Direção: David M. Rosenthal

Elenco: Theo James, Kat Graham, Grace Dove, Forest Whitaker, Jerrt Bishé, Mark O'Brien, Nicole Ari Parker e mais.

Sinopse: Um evento apocalíptico misterioso transforma as estradas em caos e um jovem pai vai parar em nada para chegar em casa, com sua esposa grávida do outro lado do país.


Trailer:

HELEN SANTOS

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário