White Gold - Série Original Netflix: Os Inescrupulosos Vendedores de Janelas dos Anos 80!


"Vendedores são como vampiros. Não os convide para entrar em casa" 
 Vicent Swan - White Gold

Quem assistiu a série teenager Gossip Girl, com certeza se lembrará do incrível Chuck Bass (Ed Westwick), namorado da socialite Blair. Chuck Bass, na série, era um jovem milionário que possuía uma autoconfiança e atitudes impulsivas que deixavam qualquer um sem fôlego.



Assistindo à Gossip Girl, observávamos um Chuck Bass que pendia mais para vilão, mas com carisma. Era o vilão que a gente gostava.

Como já disse algumas vezes, eu curto vilões ou pessoas desajustadas em filmes e séries pois eles me parecem mais reais que os demais "certinhos".

Em White Gold (Ouro Branco), situada em Essex (1983), temos a história do vendedor Vincent Swan, que decide prosperar em seu novo emprego (uma loja de janelas) e usa seu carisma e lábia para conseguir fechar seus negócios, custe o que custar. O ator repete a mesma fórmula de Chuck Bass, mas sem o glamour do original.



Produzida pela BBC, sua dinâmica é bem leve, com apenas seis episódios de 30 minutos cada. White Gold é aquela serie despretensiosa e politicamente incorreta, inteligente, que vale assistir de uma vez. 

O diretor e roteirista da série, também é o mesmo de The Inbetweeners, Damon Beesley, e dois dos principais atores também (Joe Thomas e James Buckley), em alguns momentos lembra The Inbetweeners, pois há personagens e piadas bem semelhantes, porém esta paridade não tira o brilhantismo de White Gold.



Ed Westwick, com seu carisma e olhar 47, consegue entreter o público, mesmo nas cenas mais absurdas como na em que [[ATENÇÃO SPOILER!]] dança de cueca vermelha ao som de Laura Branigan - Glória, na abertura da série.

Repleta de trechos de músicas ícones dos anos 80, a série nos trasporta para esta época saudosista. 



Observamos uma constante quebra da quarta parede, que dá o tom especial na série, e que lembra muito às apresentadas pelo personagem de Frank Underwood (Kevin Spacey) em House Of Cards. Sentimos também uma leve semelhança com o personagem de Leonardo DiCaprio em O Lobo de Wall Street

Vicent Swan é o Lobo de Wall Street britânico, com pitadas de House of Cards, vendedor de janelas. Melhor referência não há.

Seus parceiros, trapaças e a fotografia em tons terrosos que remetem à película oitentista dão contorno a série.

Recomendo para dar um brilho à sua tarde do final de semana.




Direção: Damon Beesley

Elenco:  Ed Westwick, James Buckley, Joe Thomas, Lauren O'Rourke, Linzey Cocker

Sinopse: Essex, 1983. O vendedor Vincent (Ed Westick) precisa usar o carisma e a lábia para chamar atenção no showroom onde trabalha. Mas ele vê que isso não é o suficiente e deixa de lado a moral para se dar bem em cima da concorrência.

Trailer:


Assistiu White Gold? O que achou da série? Conte pra nós e não esqueça de curtir e compartilhar com seus amigos!

@LillyDzura

Criativa, Cinéfila, Curiosa, acredita que os filmes influenciam em sua vida como lições que podem ser aprendidas sem que aquilo tenha acontecido em sua vida. Acha que toda história tem dois lados e que sempre há alguma coisa de bom para ser aprendido no que deu errado.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário