Crítica: Outcast - 1º Temporada (2016, Adam Wingard e outros)



O que esperar de uma série baseado nos HQ’s de Robert Kirkman? Mais conhecido pelas séries The Walking Dead e Fear the Walking Dead, Kirkman dessa vez nos apresenta um mundo sobrenatural, onde o mal se esconde literalmente nas sombras.
 
Outcast não é a primeira série de terror/suspense a ser lançada nos últimos meses. Damien que teve uma primeira temporada relativamente boa e continuava a história do filme A Profecia onde Damien já adulto vê sua vida tomada por situações inexplicáveis e sobrenaturais, levando-o a uma busca pelo seu passado. Entretanto a série não foi muito bem, sendo cancelada logo na primeira temporada. Temos por vir à série também baseada em filme O Exorcista. Mas em Outcast temos uma pegada diferente, a história é focada em Kyle Barnes (Patrick Fugit) que é atormentado por demônios toda a sua vida, parecendo que esses tais demônios tem alguma estranha ligação com ele, pois aparentemente parecem conhecê-lo muito bem.



O conhecemos quando nitidamente ele desiste de tudo e vira o esquisito da cidade, totalmente alienado e imerso em seu próprio sentimento de culpa pelo fato de ter sido atormentado com possessões demoníacas em pessoas próximas a ele. Mas ao passar dos episódios, percebemos que tem muito mais nisso do que uma simples maldição. 
 
Com a ajuda de flashbacks descobrimos aos poucos os tormentos vividos pelo rapaz desde a infância e como isso influenciou a sua vida até os dias atuais. Sem precisar de muito tempo para segurar a atenção do espectador, a trama logo mostra a que veio, sendo bastante tenso e impactante num primeiro momento.


No primeiro episódio temos um caso de possessão demoníaca em uma criança da cidade, o caso chama a atenção de Kyle (Pratrick Fugit), que acaba procurando o reverendo da cidade para tentar ajudar. O mesmo foi responsável por ajudá-lo quando era criança.


O que chama a atenção é que a série nem tinha lançado e a segunda temporada já estava confirmada. Mostrando o quanto o canal (Fox), confia no trabalho de Kirkman aparentemente. A série continua tem um enredo forte e com algumas reviravoltas interessantes, criando para o espectador mais perguntas do que respostas. Ela é sombria e impactante, vale a pena assistir pela história, que nos dá muito mais questões a pensar do que nos soluciona. Apesar de parecer maçante em alguns momentos, tudo tem um porque que é levado a outro e a outro. Para quem gosta do gênero, achei umas das melhores até agora. Nos resta esperar a segunda temporada.



Elenco: Patrick Fugit, Philip Glenister, Wrenn Schmidt, David Denman, Reg E. Cathey

Diretores: Adam Wingard, Julius Ramsay, Leigh Janiak, Loni Peristere

Sinopse: A trama de Outcast acompanha Kyle Barnes, um homem que é atormentado por uma possessão desde a infância. Agora adulto, ele embarca em uma jornada espiritual para encontrar respostas - mas o que ele descobre pode significar o fim da vida na Terra como a conhecemos.


Trailer:



  Imagens da série:








Natália Vieira

Gosto de filmes e sou viciada em séries e música boa. Não tem muito o que dizer depois disso.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário