Crítica: O Enigma de Outro Mundo (The Thing, 2011, de Matthijs van Heijningen Jr.)




O filme foi feito para entreter o público, e no fim consegue ( ainda que irrite em alguns momentos ) mas sem a tensão do filme de Carpenter, uma pena. No de Carpenter, filme de mesmo título lançado em 1982, as cenas lembram obras westerns, os personagens sempre desconfiados entre si, como também ângulos de câmeras, as armas. Mas nesse daqui o filme se resume a palavras como, corre, cuidado, queima logo, me ajudem ou socorro, e assim, esquecem de inserir o suspense, ou a desconfiança que é o ponto chave do roteiro do filme de 1982 que o fez ser hoje um clássico.

Trailer: The Darkness (2016)




Os trailers não param de sair!!! E desta vez foi divulgado o trailer do suspense/terror 'The Darkness', mais um filme de fantasma que promete assustar muito em 2016. Eu já não mantenho minhas expectativas tão altas, pois são várias as produções que prometem isso e no final das contas não valem de nada. Mas, não posso negar o fato do trailer ser bem empolgante. Também não posso negar que o diretor  Greg McLean (que dirigiu os dois 'Wolf Creek' e o ótimo 'Morte Súbita') é um atrativo a mais na produção, principalmente se ele conseguir empregar seu estilo violento no filme.

Crítica: Batman vs Superman: A Origem da Justiça (2016, de Zack Snyder) O início da Liga da Justiça se torna o filme mais controverso do ano!




Poucos filmes nos últimos anos vem dividindo tanto a opinião quanto este aguardado 'Batman vs Superman: A Origem da Justiça'. É um caso específico de 8 ou 80, ame ou odeie. O público está dividido. Tem gente odiando, relatando vários erros e saindo decepcionado. Mas há aqueles que dizem que este é o melhor filme de heróis já feito, ou um dos melhores, que o longa é rico em detalhes e cultura do universo dos quadrinhos da DC. Já a crítica especializada quase que em unanimidade vem "matando" o filme de críticas negativas. Realmente não entendo o ódio em volta da produção. A maior parte das reclamações parecem sem fundamento sólido ou sem muito sentido. Antes do filme ser lançado já existia preconceito com o elenco, atores não muito queridos da crítica, especialmente Ben Affleck. Existe uma certa perseguição com o diretor Zack Snyder, devido sua primazia pelo visual. Também há uma forte preferência pelos atuais filmes Marvel, mais família ou debochados. Então o estilo dark da DC se tornou um tanto obsoleto no cinema recente e isso refletiu na maneira estranha na qual as pessoas estão encarando o filme, esperado um novo 'Vingadores'. Se torna contraditório esperar leveza de um filme cujo material original é sombrio. Também se torna contraditório reclamar que os filmes de heróis são diferentes das HQ's, mas quando surge um filme mais fiel às mesmas, novamente se reclama da pegada do longa (justamente quando ele tenta ser fiel ao material de origem). Muito se reclamou da ação sem fim e destrutiva de 'O Homem de Aço', porém aqui o diretor fez a lição de casa e entregou uma produção mais dramática e coesa. Mas aí novamente se reclama da lentidão e seriedade da produção. A verdade é que o pessoal se mau acostumou com os filmes de heróis estilo 'Homem-Aranha', 'X-Men' e 'Vingadores', não sendo tão receptivos com uma produção mais séria. Enfim é uma infinidade de contradições que só se explica por preconceito, mente fechada e preferência cega pela Marvel. Disto isto, vamos ao filme?

Trailer: Lights Out (2016)




2016 ainda não conseguiu apresentar bons filmes de terror, até agora só tivemos mais do mesmo, como os genéricos filmes de fantasmas e os odiados remakes. Entretanto, ainda sim o ano promete ser bem promissor, principalmente com a sequência do excelente 'Invocação do Mal' e com esse 'Lights Out', que é baseado em um curta-metragem de mesmo nome que foi dirigido por David F. Sandberg, que também assume o cargo de diretor do longa-metragem e contará com James Wan (diretor de 'Invocação do Mal' e 'Velozes e Furiosos 7') como produtor. O filme será protagonizado por Teresa Palmer (do filme 'Meu Namorado é um Zumbi'), Gabriel Bateman (do filme 'Annabelle') e por Billy Burke (da 'Saga Crepúsculo'). Na história acompanhamos a luta de uma família que esta sendo atacada por uma entidade sobrenatural que só pode ser vista quando as luzes estão apagadas (muito sinistro!!!).

Crítica: Shaun, O Carneiro (2015, de Richard Starzak, Mark Burton)




'Shaun, O Carneiro' foi uma das maiores surpresas do cinema 2015. Sem grandes pretensões, a "simples" animação fez um enorme sucesso de bilheteria em muitos países onde foi lançada (pena que no Brasil passou batida) e incrivelmente agradou a crítica com unanimidade, tendo uma aprovação de 98%. Ainda concorreu ao Oscar de Melhor Animação e embora fosse difícil ganhar de 'Divertida Mente' da Pixar (que é ótimo), no fundo eu tinha uma certa preferência por este daqui. E não é para menos, o filme é um dos mais divertidos e bonitinhos do cinema atual. Feito com as difíceis técnicas com massinha em stop motion, o trabalho visual e até mesmo na condução de sua narrativa demonstram uma perfeição absurda da parte dos seus criadores e artistas.

Crítica: Southbound (2016, de Roxanne Benjamin, David Bruckner, Patrick Horvath e Radio Silence)




Quem aí curte filmes onde as histórias são contadas por meio de contos? Eu não sou um grande amante desse subgênero, mas, também não posso falar que desprezo. Lembro que a primeira produção desse estilo que assisti foi 'Contos da Meia Noite' de 1997 que passou a muito tempo no 'Supercine'. Depois dele só tive a oportunidade de ver o excelente 'Contos do Dia das Bruxas' de 2007, que é de longe o meu preferido, a trilogia 'VHS' e agora esse 'Southbound' (que são dos mesmos criadores de 'VHS', mas, sem o found footage).

O principal problema envolvendo este tipo de filme é a diferença de qualidade entre um conto e outro, até porque na maioria dos casos, cada história é dirigida e escrita por um profissional diferente, então fica evidente no resultado final a discrepância na qualidade. Um bom exemplo é a própria trilogia 'VHS' que consegue apresentar excelentes contos de terror e outros nem tanto assim.

Enfim, quando a sinopse de 'Southbound', saiu fiquei mais animado, pois, conforme foi anunciado, seria cinco histórias diferentes, porém, com ligações umas com as outras, mais ou menos parecido com o que foi feito com 'Contos do dia das Bruxas' onde acompanhávamos várias histórias diferentes, mas dentro de uma mesma mitologia e espaço de tempo. Para mim esse foi o primeiro acerto da produção, pois a falta de ligação entre os contos é algo que me incômoda.

Trailer: Águas Rasas (2016)





Para quem gosta de filmes de tubarão, esta aí uma das promessas de 2016 'The Shallowns', um thriller que promete ser bem claustrofóbico e angustiante. Com certeza é uma das produções que mais aguardo este ano, principalmente por ter Jaume Collet-Serra (dos filmes 'A Orfã' e 'A Casa de Cera'), um mestre em criar suspense, na direção e a belíssima Blake Lively (da série 'Gossip Girl') como protagonista. Na história acompanhamos Nancy (Lively) que resolve surfar sozinha em uma praia isolada, porém seus planos são atrapalhados quando ela é atacada por um enorme tubarão branco. Agora encurralada e a poucos metros de distância da praia ela deverá lutar por sua vida. Simplesmente amo esses thriller de sobrevivência.
A estreia no Brasil esta marcado para 11 de agosto e pelo trailer que vocês conferem logo abaixo, realmente a produção promete ser um excelente suspense. Então é só aguardar para conferir. Aquele tubarão já me deu arrepios!!

Nossa opinião do Oscar 2016: Resultados, Surpresas e Decepções




Aconteceu no último Domingo, dia 28/02 o tão aguardado Oscar 2016. Talvez esta fosse uma das cerimônias mais esperadas dos últimos anos. E isto se deve por três motivos. O primeiro é a disputa acirrada de filmes de sucesso e que popularizaram entre o público. Parece que cada vez mais o público está assistindo e opinando junto com a crítica especializada sobre os principais filmes de cada ano. E nesta edição do Oscar tivemos filmes diversificados, mas todos de peso e lado a lado, como 'Mad Max', 'O Regresso', 'Perdido em Marte', 'Os Oito Odiados', 'Star Wars', 'Divertida Mente', 'Spotlight', dentre tantos outros. O segundo ponto que fez gerar certa expectativa no Oscar foi sua polêmica sobre as minorias, especialmente a minoria negra. Desde que saiu a lista de candidatos, a internet tornou viral esta discussão social. E o terceiro (e talvez maior) motivo da festa ser aguardada era se de fato Leonardo DiCaprio finalmente alcançaria seu tão sonhado e suado Oscar de Melhor Ator. Querendo ou não, a atenção do mundo estava nele nos últimos dois meses.