Notícia: Estreias dos cinemas americanos e brasileiros - 01.11.13


Nos Estados Unidos... Animação, meia dúzia de filmes que não receberam amor dos críticos que prometem fracassar e uma produção que tem Oscar escrito por toda parte. Confira:

* BONS DE BICO (FREE BIRDS)
Maior estreia da semana. Exibido em 3,735 salas, um número impressionante para uma animação de um estúdio pequeno (nenhum Pixar ou Disney). Conta apenas com 15% de críticas positivas.


*ENDER'S GAME (IDEM)
Outra grande estreia (exibido em 3,410 salas). Baseado no livro de sucesso, é incerto se essa ficção científica entrará para a lista de sucessos ou fracassos do ano. 60% de críticas positivas atualmente.

 

*UMA ÚLTIMA VIAGEM A VEGAS (LAST VEGAS)
Reunindo nada menos do que quatro atores vencedores do Oscar, o filme parece ser mais um filme com excelente elenco e produto final decepcionante. Estreia em 3,065 salas. 40% de críticas positivas.





*QUESTÃO DE TEMPO (ABOUT TIME)
Outra comédia romântica genérica, no entanto a "conversa" aponta que felizmente é um tanto acima da média no quesito "qualidade". Pode valer à pena dar uma conferida. Exibido surpreendentemente em apenas 175 salas e atualmente com 65% de críticas positivas.




*DIANA (IDEM)
Massacrado pela crítica, a cine biografia chega em míseras 40 salas e com terrível porcentagem de 10% de críticas positivas.




*DALLAS BUYERS CLUB
Apontado como forte concorrente ao Oscar 2014, especialmente na categoria melhor ator, a produção independente chega em 10 salas, com impressionante 95% de críticas positivas.




... Outras quatro promessas para o Oscar 2014 expandem seu circuito. KILL YOUR DARLINGS vai para 20 salas, BLUE IS THE WARMEST COLOR vai para 35, ALL IS LOST para 130 salas e 12 ANOS DE ESCRAVIDÃO (12 YEARS A SLAVE) para 410.


No Brasil... Um super blockbuster, um filme independente, uma promessa para o Oscar e um horror.

*O MORDOMO DA CASA BRANCA (THE BUTLER)





*AMOR BANDIDO (MUD)




*UMA NOITE DE CRIME (THE PURGE)




*THOR 2: O MUNDO SOMBRIO (THOR 2: THE DARK WORLD)




... "UMA NOITE DE CRIME" e "O MORDOMO DA CASA BRANCA" podem estar chegando por aqui só agora, mas nós trouxemos críticas exclusivas dos filmes há um bom tempo. Relembre!

http://minhavisaodocinema.blogspot.com.br/2013/09/critica-butler-2013-oscar-2014.html#sthash.mmQXvsFn.dpbs

http://minhavisaodocinema.blogspot.com.br/2013/06/critica-uma-noite-de-crime-purge-2013.html#sthash.a5aKRAP1.dpbs
 




NOTÍCIA (EXCLUSIVO): Indicados ao prêmio IDA INTERNATIONAL DOCUMENTARY AWARDS



PRÊMIO DOCUMENTÁRIO INTERNACIONAL...
Tem peso muito, muito pequeno para a categoria no Oscar, por exemplo, mas já coloca alguns documentários "mais falados" no mapa.

THE ACT OF KILLING
Diretor: Joshua Oppenheimer
Produtores: Joshua Oppenheimer, Signe Byrge Sørensen
Produtores Executivos: Errol Morris, Werner Herzog, Torstein Grude, André Singer, Joram ten Brink,
Bjarte Mørner Tveit
Drafthouse Films

BLACKFISH
Diretor: Gabriela Cowperthwaite
Produtor: Manuel V. Oteyza
Escritores: Gabriela Cowperthwaite, Eli Despres
Produtores Executivos: Judy Bart, Erica Kahn
Magnolia Pictures

LET THE FIRE BURN
Diretor/Produtor: Jason Osder
Produtor Executivo: Andrew Herwitz
The George Washington University School of Media and Public Affairs

STORIES WE TELL
Diretor/Escritor: Sarah Polley
Produtor: Anita Lee
Roadside Attractions

THE SQUARE
Diretor: Jehane Noujaim
Produtor: Karim Amer
Noujaim Films

Crítica: Depois da Terra (2013, de M. Night Shyamalan) - A pior ficção da história ou preconceito com o diretor?



M. Night Shyamalan já foi um dos maiores novatos do cinema, um promissor mestre da sétima arte; isso quando apresentou seu primeiro e maior sucesso: 'O Sexto Sentido'. O filme arrebatou público e crítica, sendo que até hoje é extremamente bem lembrado. Depois vieram produções que dividiram águas, como 'Corpo Fechado', 'Sinais' e 'A Vila' - onde afirmo gostar de todos! Depois vieram os massacrados 'A Dama na Água', 'Fim dos Tempos' e 'O Último Mestre do Ar', nos quais os dois últimos citados até acho interessantes. Agora surge sua ficção científica, regada de clichês futuristas e pós-apocalípticas. Nas mãos de Shyamalan e com pai e filho - Will Smith e Jaden Smith - 'Depois da Terra' é um dos maiores fracassos do ano. Foi inclusive acusado como uma das piores ficções científicas da história! O que tenho a dizer? Sem exageros, o filme é assistível. Diverte por algumas horas e nada mais. Longe de ser ótimo, está longe de ser péssimo. Apenas um filme "mais do mesmo".

Martyrs: Destruindo o preconceito contra filmes de terror não-americanos



"França, começo dos anos 70. Lucie, uma garota de 10 anos, esteve desaparecida por um ano quando finalmente é encontrada numa estrada, louca e desorientada, sem conseguir contar o que aconteceu. Seu corpo apesar de maltratado não tem indícios de violência sexual, então é levada a um hospital onde se afeiçoa a outra garota chamada Anna, que passa a cuidar dela e estreitar os laços de amizade para que supere a experiência traumática que viveu 15 anos depois, Lucie está completamente fora de controle, em busca dos responsáveis por todo aquele sofrimento, envolvendo Anna em acontecimentos com consequências imprevisíveis."
Fonte: Filmow


Apelativo? Sim. Funciona? Sim.
Começamos com uma trama cheia de suspense e fios soltos que prendem a atenção. O maior terror não é o gore e a violência tão presentes, mas sim o terror psicológico. O filme se desenrola em cima do tormento que Lucie sofre em consequência dos traumas que viveu quando criança e nada até então faz muito sentido. Somos levados a cenas brutais e cruéis de forma eletrizante e consciente, porque somos curiosos para o que é mal, o que é extremo.

NOTÍCIA (EXCLUSIVO): Indicados ao prêmio GOTHAM AWARD


Não é nenhum Oscar ou Globo de Ouro, mas é a primeira premiação do ano com algum peso que anuncia seus indicados e o blog traz as informações com exclusividade para você!
Saiba quais são os filmes que já receberam o primeiro empurrãozinho para estar entre as celebrações mais importantes da indústria.

MELHOR FILME
  • 12 Anos De Escravidão (12 Years a Slave)
  • Ain’t Them Bodies Saints
  • Antes Da Meia-Noite (Before Midnight)
  • Balada De Um Homem Comum (Inside Llewyn Davis)
  • Upstream Color
MELHOR DOCUMENTÁRIO
  • The Act of Killin
  • The Crash Reel
  • First Cousin Once Removed
  • Let the Fire Burn
  • Our Nixon
DIRETOR REVELAÇÃO
  • Ryan Coogler por A Última Parada (Fruitvale Station)
  • Adam Leon por Gimme the Loot
  • Alexandre Moors por Chevrolet Azul (Blue Caprice)
  • Stacie Passon por Concussion
  • Amy Seimetz por Sun Don’t Shine
MELHOR ATOR
  • Chiwetel Ejiofor em 12 Anos De Escravidão (12 Years a Slave)
  • Oscar Isaac em Balada De Um Homem Comum (Inside Llewyn Davis)
  • Matthew McConaughey em Dallas Buyers Club
  • Robert Redford em All Is Lost
  • Isaiah Washington em Chevrolet Azul (Blue Caprice)
MELHOR ATRIZ
  • Cate Blanchett em Blue Jasmine
  • Scarlett Johansson em Como Não Perder Essa Mulher (Don Jon)
  • Brie Larson em Short Term 12
  • Amy Seimetz em Upstream Color
  • Shailene Woodley em The Spectacular Now
ATOR/ATRIZ REVELAÇÃO
  • Dane DeHaan em Kill Your Darlings
  • Kathryn Hahn em Afternoon Delight
  • Michael B. Jordan em A Última Parada (Fruitvale Station)
  • Lupita Nyong’o em 12 Anos De Escravidão (12 Years a Slave)
  • Robin Weigert em Concussion


CRÍTICA: "Diana" (2013)


"Diana" (2013)



Em 2012, uma das minhas atrizes favoritas concorreu ao Oscar pela segunda vez, mas não venceu e, em seguida, soube que seu próximo projeto seria interpretar e entrar na pele de uma das maiores personalidades do mundo: Naomi Watts seria a Princesa Diana nos cinemas. O que me veio à cabeça? “Agora ela leva o Oscar!”. A partir daí comecei a fazer campanha para o filme, levando aos amigos das redes sociais fotos e notícias, promovendo o longa que viria a estrear mais a frente. Saíram fotos e trailers e muitos pensaram como eu, já que parecia quase impossível o filme não dar certo, levando em conta que o personagem tão desafiador seria interpretado por uma atriz de extrema capacidade. Para o cinema, nada é impossível e, infelizmente, isso também se enquadra de forma negativa. Dirigido por Oliver Hirschbiegel (Invasão), “Diana” é um filme muito mal feito e que tem pouquíssimas qualidades a serem notadas.



CRÍTICA: "É o fim" (This is the End - 2013)


É o fim (This is the End)


O que esperar de uma comédia que reúne um bom número de atores conhecidos interpretando a si mesmos no meio do apocalipse? Bom, devo ser sincero e dizer que não esperava nada de bom daquilo e que, felizmente, me enganei. Seth Rogen (personalidade já bem posicionada nos comédias de Hollywood) se junta ao amigo Evan Goldberg e realizam uma comédia divertida e bem bolada, mas que não consegue obter êxito total.

A narrativa se passa em Los Angeles, cidade dos artistas, e mostra Seth Rogen (O virgem de 40 anos) recebendo, em casa, seu amigo de longa data Jay Baruchel (Cosmopolis). Mostrando rapidamente a grande amizade dos dois (núcleo da estória), o filme segue em direção aos demais personagens, que são aqueles com quem Seth deseja que Jay se enturme em uma festa lotada de atores amigos. É como se fosse um acontecimento comum, um registro de um fim de semana em Hollywood. Onde acontece a festa? Nada mais, nada menos que na mansão do astro James Franco (127 Horas), que já contava com a presença dos amigos em comum Jonah Hill (O Homem que mudou o Jogo), Craig Robinson (Peeples), Michael Cera (Superbad), Emma Watson (As vantagens de ser Invisível – que participa de poucos minutos), Danny McBride (Amor sem escalas) e outros que aparecem rápido e simultaneamente como Mindy Kaling, Channing Tatum (numa participação um tanto corajosa), Jason Segel, a cantora Rihanna e outros. Sim, é um grande elenco de atores sendo eles mesmos e isso ajuda a convencer.



Crítica: Se Beber Não Case! Parte 3 (2013, de Todd Phillips)




Em 2009, Todd Phillips - que já havia divertido com 'Caindo na Estrada', 'Dias Incríveis' e 'Starsky and Hutch' - lança sua comédia mais insana e surpreendente: 'Se Beber Não Case!'. O sucesso foi estrondoso tanto em crítica (cerca de 80% de aprovação na maioria dos meios de avaliação) como em bilheteria (um dos 10 filmes mais vistos naquele ano). O filme ganhou alguns prêmios e surpreendeu ao apresentar cenas levadas ao extremo, beirando a ação. Em 2011 a parte dois fez um sucesso maior ainda em bilheteria, embora a crítica tenha detestado o "Ctrl+c Ctrl+v" do primeiro. Agora em 2013 chega o encerramento, que deveria ser épico. Infelizmente não é o caso. 'Se Beber Não Case! Parte 3' é enfadonho e decepciona. 

Filme da Semana - Procurando Nemo (2003, de Andrew Stanton e Lee Unkrich)




Link para Download:

Nota: 9

Crítica: Círculo de Fogo (Pacific Rim, 2013, de Guillermo del Toro)




Um dos filmes mais comentados e aguardados do ano! Um blockbuster gigantesco, um verdadeiro arrasa-quarteirões do verão norte-americano. 'Círculo de Fogo' (Pacific Rim) é o novo e genial trabalho de Guillermo del Toro, um dos diretores mais autorais e inventivos da atualidade. Responsável pelos bons 'Hellboy' 1 e 2, Blade 2 e o perfeito 'O Labirinto do Fauno', este diretor que gosta de investir pesado em elementos fictícios, sinistros e fantasiosos; traz esta superprodução de proporções épicas. Com um sucesso tanto de críticas como de bilheterias um tanto modesto, porém suficiente; este exemplar figura fácil entre os melhores filmes do ano; pelo menos nas categorias técnicas e no quesito diversão. E quem diria que esta exagerada produção também teria um bom roteiro e personagens bem desenvolvidas? Vamos conversar um pouco sobre a obra.

SNACK #22: A Hora do Espanto 2 (2013, de Eduardo Rodriguez)





O primeiro 'A Hora do Espanto', de 1985 e do mestre Tom Holland é um clássico absoluto dos dourados anos 80, um dos melhores filmes sobre vampiros e um dos mais divertidos filmes daquela década. A continuação que veio em 1988 foi quase tão boa quanto o original e uma das mais divertidas sequências do gênero do terror. O remake de 2011 e estrelado por Colin Farrel foi um fracasso de bilheteria e morno de crítica, mas eu gostei, ainda mais em tempos que os vampiros perderam seu charme e sua força "brilhando no sol" em determinada saga teen. Eis que agora chega uma "duvidosa" sequência direto para DVD e Blu-Ray. Sendo que surpreendentemente 'A Maldição de Chucky' e 'Doce Vingança 2' foram bons e igualmente lançados direto para entretenimento caseiro, o que dizer desta sequência? Não tão ruim, mas ainda sim uma fraca continuação.

Filme da Semana - O Foragido (1998, de Pat Proft e com Leslie Nielsen)






Link para download:

Nota: 8


Ah Leslie Nielsen! Como eram boas e bobas suas comédias. Já falecido, este ator sempre foi o número 1 de minha mãe no quesito hilariante. Por isso cresci vedo suas sátiras escrachadas. E esta é a que tenho mais carinho, pois possuía o VHS, onde quase foi derretido de tanto se assistir. Com piadas "pastelonas", mas funcionais, 'O Foragido' é uma sátira ao policial 'O Fugitivo', mas também à diversos sucessos dos anos 90, incluindo 'Titanic', 'Coração Valente', 'Missão Impossível', etc. Não tem muito o que dizer deste filme, se não: desligue o cérebro, pegue bobagens para comer e divirta-se com uma sátira nostálgica, dos bons tempos deste velhinho de cabeça branca que muito nos fez rir. Na dica desta semana, em evidência no blog, inclusive com link para download, deixo este que resgatei dos tempos de infância. E adivinhe: eu também estou fazendo o download do filme para revê-lo. 


Trailer:




Filme online completo, áudio em inglês:



  




Deixe seu comentário: