TOP 10 Grandes Problemas do Cinema Atual

Este TOP 10 é bem negativo. Vou listar aqui alguns dos grandes problemas que as pessoas que procuram assistir à filmes enfrentam. Há problemas desde Hollywood até mesmo alguns problemas isolados, dependendo da cidade e do cuidado que recebem no Brasil. Vamos lá:

10°- Os estúdios visando apenas o lucro: sim amigo leitor, cada vez mais Hollywood se importa somente em fazer dinheiro. E isso é fato, já que o que deveria ser a "fábrica de sonhos" se tornou "uma máquina de fazer dinheiro". Isso acaba gerando outros problemas que vocês verão na lista. Muitos filmes são feitos às pressas, com mau roteiro e atuações, até mesmo inacabados; tudo isso pra chegar logo aos cinemas e arrecadar grana. Excessos de continuações, remakes e etc; tudo pra fazer um certo público consumir mais do mesmo produto. Um exemplo é o remake Halloween 2, onde a Dimension Studios pressionou  tanto o diretor Rob Zombie, que ele mesmo acabou admitindo ter feito muito às pressas o filme e o resultado final não foi bom.


Money, Money!



9°- Difícil acesso a obras independentes: outro problema, mais regional; é a falta de acesso à filmes independentes. São filmes que não chegam no circuito de cinemas, mas são tão bons quanto. Na maioria são filmes estrangeiros ou filmes que participaram em determinado festival. Ao redor do mundo há muitos festivais de terror e fantasia, por exemplo, e geralmente os filmes são muito originais. Mas aqui no Brasil tais filmes só aparecem na internet. Com a falta de distribuição nas locadoras, e a extinção das próprias locadoras, o jeito é fazer o download (algo que cada vez parece mais certo devido as políticas atuais).

8°- Sensacionalismo e febres na mídia: uma coisa que com certeza irrita é o sensacionalismo que às vezes surge. Certas franquias viram febre entre determinado público, por exemplo, causando alvoroço, discussões e excesso de notícias em cima. Sagas que deveriam ter seu número certo de fãs (toda saga tem), acabam virando uma lavagem cerebral em massa. A mídia fica em cima, dizendo tudo que os atores de tal saga faz, incluindo seus barracos. Cinéfilo que se preze foge deste sensacionalismo barato, que tem como único objetivo jogar combustível em fogo de palha.

7°- Jovens atores que não tem muito talento: outro grande problema são jovens atores que acabam virando queridinhos da garotada, e assim fazem um filme atrás do outro. Porém, a falta de talento e versatilidade fazem deles os mais fracos atualmente. Produções boas acabam ganhando protagonistas péssimos. É o caso de Branca de Neve e o Caçador: o filme é muito bom, uma vilã de respeito, coadjuvantes talentosos e excelentes efeitos especiais. Porém, ter a Kristen Stewart como a mocinha do filme não dá, ela não tem expressão nenhuma na atuação.


Falta de talento...


6°- Filmes convertidos para o 3D com péssima qualidade: o tão falado 3D. Curioso é que 90% dos filmes em 3D não são gravados diretamente com a câmera tridimensional. São feitos normalmente e após isso convertidos basicamente para um 3D superficial. O filme acaba não tendo a profundidade desejada e há inclusive alguns borrões na imagem. Salvo algumas exceções como Avatar, Transformers 3, A Invenção de Hugo Cabret e As Aventuras de Pi; a maioria dos filmes acaba ganhando um 3D duvidoso e capenga. Aí entra o 10° colocado deste TOP 10 : o lucro, já que o ingresso do 3D é bem mais caro que a projeção normal.


O 3D está em alta.

E com o ingresso mais caro, rendendo muito dinheiro.


5°- As cópias dubladas: um problema para muitos cinéfilos. Muitos, assim como eu, acabam frustrados porque de uns anos para cá só tem havido cópias dubladas. Muitas vezes com uma péssima dublagem, seja pela incoerência da tradução com o áudio original ou seja pelas vozes não combinarem em nada com o ator ou personagem na tela.

4°- Falta de originalidade em Hollywood: e vamos fazer remakes. E vamos fazer as continuações, o 7°, o 8°, o 12° filme. E vamos lançar o 2° já pensando nos dois seguintes. Vamos fazer um reboot (reinício)? Vamos esquecer tudo que já contamos e recomeçar do zero. Vamos fazer uma sequência de um remake em forma de reboot? Aquele livro, aquele game, aquela HQ, aquela série, aquele poema, aquela música, aquela novela! Tudo que faz certo sucesso de público hoje em dia é adaptado para filme, em histórias já carimbadas. Falta de originalidade assombra Hollywood.




3°- Poucos cinemas e com pouca manutenção: um problema no Brasil. Tirando as capitais, as cidades em geral tem poucos cinemas, e os poucos existentes tem poucas salas e com pouca manutenção. Na minha cidade, por exemplo, há apenas um com 3 salas. Para completar as salas são pequenas, não possuem capacidade para 3D, são relativamente caras, ar condicionado sempre estragado, o sistema de áudio sempre ruim e abafado, as correias do projetor volta e meia deixa o pessoal na mão; sem falar que à uns dois anos atrás tivemos problemas com baratas! Preciso falar mais?

2°- Atraso no lançamento no Brasil: este é um dos problemas que mais me irrita e preocupa. Às vezes  o filme estreia nos Estados Unidos, na Europa ou seja lá o local de origem; e para chegar aos cinemas do Brasil leva quase meio ano. Isso se não for direto para DVD. Um exemplo é o ótimo filme O Segredo da Cabana, que estreou em Abril de 2012 nos Estados Unidos, mas aqui no Brasil foi agendado para Outubro. Chegou Outubro e o filme foi direto para DVD.

1°- Descaso com filmes de terror: sim, este é o pior dos problemas da atualidade. É gigantesco o número de filmes de terror que não chega aos cinemas no Brasil. Há um enorme descaso com este gênero amado por muitos. Somente no ano passado listo O Segredo da Cabana, Terror em Sillent Hill 2, A Aparição, O Colecionador de Corpos 2, Piranhas 2, Fenômenos Paranormais 2, O Despertar, fora inúmeras produções independentes muito boas, como American Mary e Citadel. Acho que o público quer mais opções no cinema, com produções diferentes e mais alternativas. 


Este ótimo terror nunca chegou aos cinemas brasileiros.


O Vigilante da Noite

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário