EVIL DEAD 2



Dia 19 de abril vem aí (para nós, os ansiosos, parece uma eternidade, mas tudo bem) e será quando teremos em terras brasileiras o lançamento do filme A Morte do Demônio (Evil Dead) que estreiou hoje nos EUA com ótima bilheteria. 

Não é segredo pra ninguém que se trata de um remake, uma refilmagem, tudo indicando ser uma ótima refilmagem e a minha intenção aqui é falar um pouco do material original que tanto merece ser lembrado.



"Mas você escreveu aí Evil Dead DOIS", você pode estar se perguntando. Pois é. Não falarei do primeiríssimo filme de 1983. Falarei da sequência de 1987. O primeiro filme foi todo experimental, todo independente, feito com uma mixaria ($350 mil dólares, nem perto de um mísero milhão) e tendo atenção nula nas bilheterias (arrecadação de $2,4 milhões). Foi bom, mas sua sequência foi ótima. Teve muito mais dinheiro para o orçamento ($3,5 milhões), muita mais atenção na bilheteria ($6 milhões) e é o mais lembrado hoje. Estranhamente é até considerado uma refilmagem do próprio filme anterior, com reprodução de sequências idênticas ao primeiro filme. Por isso realmente não há problema se começarmos por ele.


Eu não aguentei a pressão de esperar pela nova produção (risos) e daí aqui estou revendo esse filme (pela nona ou décima vez, talvez?) bem enquanto escrevo esse post. A primeira vez que vi foi na TV. Eu ainda tinha o falecido VHS e então gravei na fita (como é estranho dizer isso agora). Sendo um fã de horror eu só fiquei empolgado e extasiado com tudo o que eu via.
Evil Dead 2 (aqui traduzido inexplicavelmente como Uma Noite Alucinante) começa com uma atmosfera toda estilizada para contar a estória do tal livro milenar que libera demônios e que está perdido há seculos. Temos letreiros que vêm em nossa direção na tela e eu só fico me perguntando porque ninguém quis relançar esse filme até hoje em 3D quando temos Titanic e Jurassic Park passando por essa onda (risos).


Um casal de namorados vai para essa cabana na floresta onde calha do cara achar o livro, ouvir a gravação de um antigo pesquisador que achou o artefato recitando as palavras que liberam todo "o mal" e daí, em uma cena inspirada de câmera correndo veloz do diretor Sam Raimi (que no futuro faria produções enormes como Homem Aranha e o mais recente Oz) já temos a inocente namorada sendo levada pela força demoníaca e só estamos ainda em 5 minutos de filme! Isso é o que eu amo em Evil Dead 2. Não há enrolação.Com 6 minutos já temos um bom susto e uma cabeça sendo decepada. 
"Mas isso deve ser mais pesado do que Jogos Mortais" é o que você pode estar pensando agora. Bem, aos 18 minutos o que temos é um corpo sem cabeça dançando após sair da cova improvisada, claramente sendo uma animação feita de massa de modelar (muitos risos).


Evil Dead 2 nunca se leva a sério (dizem que o novo não tem tanto do "humor negro", o que acho válido, um novo ponto de vista) e por isso acaba sendo interessante concluir que ainda assim em certos momentos tem sustos eficientes como filmes de horror sérios hoje em dia não conseguem ter.
Com 38 minutos temos mais quatro elementos, quatro pessoas na cabana. Daí toda a alucinação da qual a tradução do nome do filme no Brasil se justifica, só se intensifica em seu nível máximo. Precisamente aos 45 minutos e 25 segundos acontece meu susto e sequência favorita de todo o filme. Um loiro estilo "príncipe da Disney" se transforma em um demônio, abocanha mechas de cabelo e sangra em gosma verde quando é cortado por um machado. 


Os gritos da mocinha, a expressão nos rostos dos quatro ao seguir os sons demoníacos que correm pela cabana como raio. Olha, eu ria e ria da cara daquele povo ainda pelas primeiras cinco vezes que assisti. Isso é Evil Dead 2. É pra rir com os efeitos ultrapassados, com as próprias piadas induzidas. É se assustar pra valer por vezes. É sentir uma mistura de adrenalina frenética e exagero, gozação quando o sangue artificial começa a jorrar como chafariz. É curto (1h24m), é louco, é assustador, mas nem sempre. É uma experiência imperdível.

... E assim continuamos contando mais 15 dias até o lançamento do novo filme (risos).

NOTA: 10

BÔNUS SURPRESA
(EVIL DEAD 2 completo e dublado no Youtube)


Mágico de Oz

2 comentários :

  1. Não gosto muito das continuações!
    Acho o original um maravilhoso filme de TERROR, porque esse Evil Dead 2 e o Army Of Darkness estão mas para um TERRIR. Por mais que os efeitos ultrapassados nos deem vontade de rir, a história do 1º filme é bem interessante e os acontecimentos são bem assustadores/pesados e retratados de uma forma ótima devido a época e ao orçamento baixo que ele teve!

    ResponderExcluir