Um, dois, Freddy vem te pegar...

            



     Quem nunca ouviu falar sobre Freddy Krueger? O tal cara que entra nos sonhos e mata as pessoas. O tal cara de camisa listrada vermelha e preto, luva de lâminas, rosto queimado e chapéu? Ele é um clássico nas histórias de terror. A história se passa na rua Elm, em que Freddy abusava de criancinhas e matava, assim os pais das crianças jogaram fogo e queimaram ele. Ninguém mais lembrava dele, até que todos começaram a acreditar que ele realmente existe, e isso é o quê o torna forte, fazendo-o voltar e entrar nos sonhos dos jovens e matá-los. E dessa forma ficando cada vez mais difícil detê-lo. 

  De filmes clássicos de terror, esse é o meu favorito. Além de tudo, eu sou apaixonada pela ironia e sarcasmo do Freddy ao matar cada jovem. 
  Os sete filmes do Freddy foram feitos pelo mesmo ator, Robert Englund. Sou muito fã do trabalho dele nesses sete filmes! O meu favorito é o 6º, Freddy's Dead: The final nightmare. No primeiro filme, Nightmare on elm street, o Johnny Deep está no elenco bem mais novo. Como todos sabem, filmes antigos e ainda mais de terror são bem exagerados, mas muito mesmo. Exagerado no sentido de as cenas serem na maioria das vezes muito absurdas e surreais. Mas para mim isso não é ruim, pelo contrário. Se você for ver desde o primeiro, encontrará muitos erros cinematográficos e achará clichê cada história, pois sempre é a mesma e ficará se perguntando "por quê ele sempre volta? Ele é imortal?" Sim, ele é imortal e isto pode até soar engraçado. Devemos lembrar da época em que foram feitos também, pois na atualidade os filmes são feitos com mortes perfeitas e que quando são vistas parecem mesmo reais, como um corte na garganta e até mesmo rosto queimado. E também que é impossível ver hoje um filme de 1984 e não sentir total diferença.


   O sétimo filme, O novo pesadelo: O retorno de Freddy Krueger de 1994 é meio confuso mas eu gostei dele também. No caso, os atores trabalham com seu nome real, em que Robert Englund é o Robert Englund e não o Freddy Krueger (e ao mesmo tempo é, tipo?). Uma entidade maligna tomou a forma de Freddy e foi para o mundo real após ele ser morto no sexto filme. Até que Nancy, de um filme anterior, junto com seu filho conseguem destruir a entidade.

  Cada filme ele morre e volta no seguinte, e ao mesmo tempo voltando a matança. Apenas no sexto filme que ele finalmente morre, ou todos pensavam que era o que havia acontecido, mas ele conseguiu voltar no "O novo pesadelo: O retorno de Freddy Krueger". Ele "volta" novamente em outro filme que não é independente, o Freddy vs Jason de 2003, um dos melhores na minha opinião. Nesse filme Freddy está muito fraco por ter sido esquecido e com isso ressuscita Jason para colocar medo e todos acharem que é ele. O plano dá certo, mas certo até demais. Jason perde o controle e começa a matar literalmente todos! Com isso, Freddy não gosta absolutamente nada, no fim eles brigam e para surpresa (ou não) dos expectadores os dois morrem "MAS" não morrem de verdade.

   Em 2010 fizeram um remake do Nightmare on elm street, e vou deixar aqui a sinopse e falar o que achei dele

  Sinopse: Um grupo de adolescentes de um subúrbio americano tem um sonho em comum, envolvendo Freddy Krueger (Jackie Earle Haley). Ele é um assassino desfigurado, que sempre os persegue em seus sonhos. Enquanto eles estão acordados não há risco algum, mas quando adormecem é a chance que Krueger tem para dominá-los.
Elenco: Jackie Earle Haley como Freddy Krueger, Kyle Gallner como Quentin, Ronnney mara como Nancy, Katie Cassidy como Kris,Thomas Dekker como Jesse Braun, Kellan Lutz como Dean, Clancy Brown como Alan Smith




Primeiramente, não vou mentir aqui falando que gostei muito do filme, por que estaria mentindo se dissesse isso. O filme pode ser até legal mas não dá medo algum, não assusta e não dá empolgação alguma. Apesar de comentários falando que o filme é bom, para mim não é o mesmo sem o Robert Englund. Claro que o filme não foi exatamente horrível, mas bom não foi também. O Jack Earle é ótimo ator, mas Freddy Krueger é o Robert Englund e o Robert Englund é o Freddy Krueger e sempre será. As cenas de mortes são mais bem feitas, mas não há um roteiro bom. Não há sarcasmo e ironia nesse novo Freddy. Ou seja, o ator principal é pouco trabalhado, deixando o filme vago. É tão excessivo as cenas que tentam assustar que se tornam completamente cansativas. Não há novidade, e no final descobrem o que já estava na cara e todos já sabiam sobre como o Freddy foi morto, não há expectativa alguma em relação a isso.


  Trailers:

A Hora do Pesadelo (1984)




A Hora do Pesadelo 2: A Vingança de Freddy (1985)




A Hora do Pesadelo 3: Guerreiro dos Sonhos (1987)




A Hora do Pesadelo 4: Mestre dos Sonhos (1988)




A Hora do Pesadelo 5: O Maior Horror de Freddy (1989)




A Hora do Pesadelo 6: Pesadelo final, A morte de Freddy  (1991)



A Hora do Pesadelo 7: Novo pesadelo, O retorno de Freddy Krueger (1994)



Freddy vs Jason (2003)



Nightmare on Elm Street: Welcome to Your New Nightmare (2010)






Outras informações:

Para quem gosta de jogos, em Mortal Kombat o Freddy Krueger foi oficialmente confirmado como o quarto personagem DLC que foi lançado em 2011. Eu estou sempre jogando com ele! 





Música do Freddy:

"One, two, Freddy is coming for you. 
Three, four, better lock your door. 
Five, six, grab your crucifix. 
Seven, eight, gonna stay up late. 
Nine, ten, never sleep again."



Em português: 




Zombie

15. Rock n' roll, Horror Movies, Photography, Supernatural, Zombies, Roses and blood. Welcome to my horror show!

Um comentário :