Crítica: Terror em Silent Hill 2 (2012) - 7 DE JUNHO NOS CINEMAS


Também conhecido por aqui como "Terror em Silent Hill: Revelação", esse filme que eu terminei de assistir não faz nem meia hora já é tristemente a minha primeira decepção cinematográfica do ano. Ao menos agora eu entendo porque ele tem sido adiado por tanto tempo aqui no Brasil. Não estamos aqui só para saber de filmes maravilhosos, certo? Também é bom saber o que se deve evitar. E a questão principal é que mais uma vez o blog "Minha visão do cinema" sai na frente de todos os outros meios para trazer em primeira mão para você a crítica desse filme que só chega por aqui daqui há três meses. 


Eu considero o filme antecessor desse, de 2006, a melhor adaptação de um video game para o cinema de todos os tempos. Muito fiel ao universo do jogo. Por todo esse meu carinho que eu ignorava inconscientemente todos os indicativos de que essa continuação não prestaria. Todos os críticos estrangeiros me diziam isso! Terror em Silent Hill 2 quebra a regra das sequencias de filmes que sempre tentam naturalmente ser maior (em todos os sentidos) do que o primeiro, pois é menos em tudo! Silent Hill (2006) tem 2 horas de duração, enquanto este tem 1h30m. O primeiro filme teve um orçamento de $50 milhões e bilheteria saudável de $47 milhões nos EUA, enquanto este custou $20 milhões com bilheteria de $17 milhões nos EUA.


Mas por que Terror em Silent Hill 2 é tão ruim? Deixa eu ver por onde eu posso começar... Bem, logo nas primeiras cenas você já tem a sensação de que é um filme que deve ser lançado direto nas locadoras e não nos cinemas com um 3D desnecessário. Aos 20 minutos de duração chega a cena do ataque de uma criatura em um elevador e cresce a esperança de que os sustos e atmosfera incômoda que todo filme de horror que se preze deve ter aparecerá, mas não. Alarme falso. Outro "raio de esperança quanto a esse filme ter alguma salvação" só volta a surgir com 1h05m de duração quando chega a cena com as já famosas enfermeiras sem rosto. Não. Ainda nada marcante.


E logo os créditos sobem e Terror em Silent Hill 2 termina me deixando com as certezas de que: ele tem visual barato, efeitos de aparência inacabada, ausência total de sustos ou clima bizarro e enredo tão insignificante e confuso que nem vale a pena descrever aqui. 


Se eu recomendo que assistam quando estrear nos cinemas? Sinceramente não. Esperem um pouquinho, pela semana seguinte, quando chegam nas telonas (em 14 de junho) a sequência do excelente Star Trek (2009) e o filme de vampiros Byzantium com a sempre excelente jovem atriz Saoirse Ronan. São melhores opções que certamente valem mais o seu dinheiro suado gasto no ingresso.

NOTA: 2 (Critério de 0 a 10)

TRAILER:

Mágico de Oz

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário