Resultados e Comentários do OSCAR 2013


Como cinéfilo, acompanho a festa do Oscar todo ano. Mas o engraçado é que geralmente não gosto do evento. Quase sempre a academia acaba tendo um padrão bem definido, onde você (se é ligado nisso) acaba sabendo quem levará o Oscar. Geralmente a academia escolhe filmes políticos, baseados em alguma história ou personagem real; ou ainda à algum filme polêmico e com enredo frio. Os últimos Oscar que realmente tinha gostado em alguns momentos foram as exceções do Oscar 2009 (que premiou Quem Quer Ser Um Milionário?; O Curioso Caso de Benjamin Button; Wall-e e e Batman O Cavaleiro das Trevas); além do Oscar do ano passado, 2012, que premiou O Artista e A Invenção de Hugo Cabret. No resto eu não me emocionei muito e isso é uma pena devido ao meu amor pela sétima arte. Eis que chega o Oscar 2013, prometendo uma disputa acirrada diante de produções tão boas lançadas no ano passado. E surpreendentemente foi uma das melhores noites de 2013 até agora.

Foi realmente um ano surpreendente. Muitas surpresas, a maioria positivas, como Argo, Django Livre e As Aventuras de Pi. Outras negativas, como Valente ganhar de melhor animação (como?) e Lincoln de melhor direção de arte (o quê?). Teve números musicais elogiando Chicago (Catherine Zeta-Jones muito sexy)Dreamgirls  ( que vozerão hein Jennifer Hudson!) e todo o elenco de Os Miseráveis (de arrepiar). O ursinho Ted ao lado de Mark Wahlberg e do seu criador e apresentador do Oscar Seth MacFarlane foi engraçado (embora comportado). Foi só eu que ri de uma careta da Sandra Bullock abrindo um envelope? Ou da  Kristen Stewart de muletas e mancando no palco? Da Queen Latifah tirando a palavra da Renée Zellweger? Ou da Jennifer Lawrence e seu dedinho do meio? E os peitinhos de Anne Hathaway? Por outro lado não ri do tropeço de Jennifer Lawrence, que obviamente estava nervosa e se atrapalhou no gigantesco vestido. Mas ela ganhou o prêmio então ta valendo. O show de Adele foi um pouco tímido, mas lindo e emocionante. 



O apresentador Seth MacFarlane

Ual!

Caiu mas não perdeu.

O que aconteceu?

Voz esplêndida.

Farol aceso!

Fala aí Ted.

Que careta é essa?

Quer saber? Que se ...

Entre as entregas de prêmios, vibrei calorosamente 4 vezes. Primeiro para melhor figurino para Anna Karenina, pois foi imensamente merecido. Depois para a maravilhosa  Anne Hathaway ganhar de melhor atriz coadjuvante, pois não havia outra escolha aceitável se não ela! Outro momento, lógico que foi Adele levar melhor canção por 007 Operação Skyfall; mais que super merecido. Torcia por isto desde que vi o filme no cinema. E por fim fiquei imensamente feliz de ver a linda, jovem e merecida Jennifer Lawrence levar o prêmio de melhor atriz! Pena que ela tropeçou, mas não foi nada e afinal de contas, ela que ganhou o Oscar!

A seguir darei a lista de indicados, com o vencedor e minha opinião:


Melhor Filme: Argo levou a mais disputada estatueta da noite. Surpreendente como Argo foi ganhando espaço nas últimas semanas antes do Oscar e abocanhou o prêmio principal, além de outros. Eu apostava  no Lincoln por ser um filme político como a academia gosta. No fundo meu coração torcia pelo emocionante  musical Os Miseráveis ou a fantasia As Aventuras de Pi. Mas Argo foi uma ótima surpresa! Amei a escolha e fiquei curioso, já que Argo; mesmo tendo uma pegada política, tem coragem de criticar Hollywood  e o mercado cinematográfico. Genial escolha! Pena que ele nem concorreu como melhor diretor, pois Ben Affleck merecia. Parece que os críticos ainda não gostam do cara (sempre detonaram ele como ator) e descontaram na indicação de melhor diretor.



Indomável Sonhadora
O Lado Bom da Vida
A Hora mais Escura
Lincoln
Os Miseráveis
As Aventuras de Pi
Amor
Django Livre
Argo

Melhor Diretor: quem ganhou foi Ang Lee  pelo ótimo As Aventuras de Pi, merecidamente. Achava que Steven Spielberg, por Lincoln; levaria. Mas no fundo torcia por Lee. Só achei que faltou Ben Affleck por Argo e Tom Hooper por Os Miseráveis nesta categoria.



Michael Haneke, por Amor
Benh Zeitlin, por Indomável Sonhadora
Ang Lee, por As Aventuras de Pi
Steven Spielberg, por Lincoln
David O. Russell, por O Lado Bom da Vida

Melhor Ator: Daniel Day-Lewis, por Lincoln, levou merecidamente. Apostava nele (o mundo todo) e este não foi nenhuma surpresa. Daniel está supremo na pele do presidente Lincoln. Porém lá no fundo amaria ver Hugh Jackman, por Os Miseráveis; levar este prêmio. Ele surpreendeu e revolucionou, cantando ao vivo em um estúdio, atuando de maneira melancólica e com forte expressão facial em determinada cena. 


Bradley Cooper, por O Lado Bom da Vida
Daniel Day-Lewis, por Lincoln
Hugh Jackman, por Os Miseráveis
Joaquin Phoenix, por O Mestre
Denzel Washington, por O Voo

Melhor Atriz: esta estava entre as 3 categorias que eu mais torcia.  E a que eu queria e apostava  que ganharia levou: Jennifer Lawrence, por O Lado Bom da Vida. Merecida vitória desta incrível atriz de nova geração. Bela atuação, forte e de maneira simples. Olhar humilde e jeito de moleca.  Jennifer é minha queridinha da atualidade. Nem liguei pro tombo dela, embora pra ela deva ter sido horrível. Porém digo sem sombra de dúvidas que todas as atrizes que concorreram com ela são ótimas! Destaque para a forte atuação de Jessica Chastain, por A Hora mais Escura; a doce atuação da idosa de 83 anos (fez aniversário na noite do Oscar) Emmanuelle Riva, por Amor; a inocente imaginação de Quvenzhané Wallis, de 12 anos, por Indomável Sonhadora; além da chocante e visceral atuação da ótima e linda Naomi Watts, por O Impossível (ela seria minha secunda predileta). 




Jessica Chastain, por A Hora mais Escura
Jennifer Lawrence, por O Lado Bom da Vida
Emmanuelle Riva, por Amor
Quvenzhané Wallis, por Indomável Sonhadora
Naomi Watts, por O Impossível

Melhor Ator Coadjuvante: apostava mais uma vez em Lincoln, com a atuação de Tommy Lee Jones. Errei feio e quem levou foi o surpreendente  Christoph Waltz, por Django Livre. Ele levou de novo, visto que em 2010 este mesmo prêmio foi para ele por Bastardos Inglórios, também do diretor Quentin Tarantino. Outra surpresa que gostei.


Alan Arkin, por Argo
Robert De Niro, por O Lado Bom da Vida
Philip Seymour Hoffman, por O Mestre
Tommy Lee Jones, por Lincoln
Christoph Waltz, por Django Livre

Melhor Atriz Coadjuvante: esta era outra das 3 categorias que eu mais torcia. E de novo quem eu apostei e queria (o mundo queria) levou: Anne Hathaway, por Os Miseráveis. Altamente merecida, devido sua incrível participação no filme, que mesmo pequena é extremamente forte e marcante. Ela canta, atua e chora de verdade numa única cena, com uma melodia de arrepiar!




Amy Adams, por O Mestre
Sally Field, por Lincoln
Anne Hathaway, por Os Miseráveis
Helen Hunt, por As Sessões
Jacki Weaver, por O Lado Bom da Vida

Melhor Filme estrangeiro: como era de se esperar, Amor levou o prêmio. Este filme Austríaco realmente mereceu, é um filme lindo e chocante ao mesmo tempo. Mas devo ressaltar que no fundo simpatizei com Expedição Kon Tiki, embora apostei no óbvio vencedor Amor.


Amor
Não
War witch
O Amante da Rainha
Kon tiki

Roteiro Original: achei que A Hora Mais Escura levaria devido aos padrões da academia. Mas outro que eu apostava, Django Livre; levou. Gostei da escolha e fez jus ao excelente roteiro de Tarantino. O cara é "foda"! Mas lá no fundo eu tinha uma leve queda pelo ótimo e desconhecido filme Moonrise Kingdom.


Michael Haneke, por Amor
Quentin Tarantino, por Django Livre
John Gatins, por O Voo
Wes Anderson e Roman Coppola, por Moonrise Kingdom
Mark Boal, por A Hora mais Escura

Roteiro Adaptado: de novo eu apostava no político Lincoln, mas outra surpresa: Argo levou. Merecidamente, eu gostei. Claro que no fundo eu torcia pelo belíssimo As Aventuras de Pi.



Chris Terrio, por Argo
Lucy Alibar e Benh Zeitlin, por Indomável Sonhadora
David Magee, por As Aventuras de Pi
Tony Kushner, por Lincoln
David O. Russell, por O Lado Bom da Vida

Melhor Animação: esta foi uma das poucas surpresas negativas. Não que o filme que ganhou, Valente; seja ruim. Longe disso! Mas era menos bom que pelo menos 3! Eu estava dividido entre Detona Ralph (que elogia os vídeo games) e Frankenweenie, de Tim Burton (que elogia terrores clássicos, como Frankenstein) Mas numa terceira opção havia o também ótimo ParaNorman (que também elogiava os terrores como filmes de fantasmas e zumbies). Valente é visualmente belo, mas menos bom de roteiro e nostalgia.


Valente, de Mark Andrews e Brenda Chapman
Frankenweenie, de Tim Burton
ParaNorman, de Sam Fell e Chris Butler
Piratas Pirados, de Peter Lord
Detona Ralph, de Rich Moore

Melhor Trilha Sonora: apostava em 007 Operação Skyfall, devido à filmes de ação muitas vezes levar esta categoria. Mas aí o ganhador foi para quem eu torcia: As Aventuras de Pi. Realmente uma linda trilha sonora!



Mychael Danna, por As Aventuras de Pi
John Williams, por Lincoln
Dario Marianelli, por Anna Karenina
Alexandre Desplat, por Argo
Thomas Newman, por 007 - Operação Skyfall

Melhor Canção Original: a outra das 3 categorias que eu mais torcia.  Adele arrebentou cantando Skyfall, por 007 - Operação Skyfall; no palco do Oscar. Ela estava meio tímida é verdade, mas amei ver ela levando o prêmio e ganhando reconhecimento deste porte. Por algum momento achei que ela perderia para a música de As Aventuras de Pi ou do ursinho Ted. Eu estava com o coração na boca já! RSRS. Mas ela levou a estatueta e fiquei aliviado. Encantadora Adele! Bela música para uma linda noite.



Before My Time, por Chasing Ice
Everybody Needs a Best Friend, por Ted
Peace Lullaby, por As Aventuras de Pi
Suddenly, por Os Miseráveis
Skyfall, por 007 - Operação Skyfall

Melhor Fotografia: apostei no Lincoln, embora todos apostassem em As Aventuras de Pi. E foi ele que levou. Embora eu ame o filme, nesta categoria eu não concordo, porque é o mesmo caso de Avatar: ótimo filme, porém a fotografia é mais digitalizada (efeitos especiais), isso quase o tempo todo, e por isto eu daria o Oscar à um filme com fotografia mais realista. Levou o Pi, apostei no Lincoln, mas no coração eu torcia para Anna Karenina.




Anna Karenina
Django Livre
As Aventuras de Pi
Lincoln
007 - Operação Skyfall

Melhor Figurino: esta seria a quarta categoria que eu mais torcia. E justamente na minha aposta e torcida, levou. Foi Anna Karenina, merecidamente! Absurdamente perfeita nesta questão. Esplêndido!



Anna Karenina
Os Miseráveis
Lincoln
Espelho, Espelho Meu
Branca de Neve e o Caçador

Melhor Documentário: Não assisti nehum então fui no chute e ganhei:  Searching for Sugarman.
Five Broken Cameras
The Gatekeepers
How To Survive a Plague
The Invisible War
Searching for Sugarman

Melhor Curta de documentário: Mesmo caso que acima, fui no chute e também acertei : Inocente
Inocente
Kings Point
Mondays at Racine
Open Heart
Redemption

Melhor Edição: apostei  no  Lincoln, torcia para As Aventuras de Pi, mas quem levou foi o queridinho Argo. Boa escolha.




Argo
As Aventuras de Pi
Lincoln
O Lado Bom da Vida
A Hora mais Escura

Melhor Maquiagem: o preferido da maioria era O Hobbit: Uma Aventura Inesperada. Por isso cheguei a apostar nele. Mas no fundo eu torcia para Os Miseráveis (cheguei a postar isto aqui no blog). E justamente quem eu queria levou: Os Miseráveis. Fiquei muito feliz com a decisão da academia.




Hitchcock
O Hobbit: Uma Aventura Inesperada
Os Miseráveis

Melhor Direção de Arte: esta categoria foi engraçada e frustante. No fundo torcia para Os Miseráveis (por afeição ao filme). Mas na realidade sabia que Anna Karenina deveria levar, pois é perfeito nesta categoria. Só que deu zebra e Lincoln acabou levando, numa decisão duvidosa da academia.



Anna Karenina
O Hobbit: Uma Aventura Inesperada
Os Miseráveis
As Aventuras de Pi
Lincoln

Melhor Curta de animação: não vi nenhum, então chutei e acertei:  levou o Paperman.
Adam and Dog
Fresh Guacamole
Heads over Heels
Maggie Simpson in 'The Longest Daycare'
Paperman

Melhor Curta-metragem: não vi e não fazia ideia, chutei e errei: Curfew.
Asad
Buzkashi Boys
Curfew
Death of a Shadow
Henry

Melhor Edição de Som: no fundo torcia por Pi. Porém sabia que 007 era o melhor e apostei nele. Mas havia a possibilidade de A Hora Mais Escura levar (também previ isto, RSRS). E aconteceu algo estranho e incrível: tanto 007 quanto A Hora Mais Escura ganharam! Como assim empate? Exatamente. Pouquíssimas vezes isto aconteceu no Oscar.




Argo
Django Livre
As Aventuras de Pi
007 - Operação Skyfall
A Hora mais Escura

Melhor Mixagem de som:  torcia para Pi, mas apostava no mais lógico: 007, ainda dando chances pro Lincoln. Mas aí surpresa: quem ganha foi Os Miseráveis. 
Argo
Os Miseráveis
As Aventuras de Pi
Lincoln
007 - Operação Skyfall





Melhores Efeitos Visuais: embora os 5 filmes desta categoria sejam bons nisto, o mais apostado e lógico no mundo todo era As Aventuras de Pi, que realmente deu uma revolucionada nesta categoria. E lógico que foi ele quem ganhou.

O Hobbit: Uma Aventura Inesperada
As Aventuras de Pi
Os Vingadores
Prometheus
Branca de Neve e o Caçador



Outras fotos do Oscar 2013:






  
  



  


  
  
  









O Vigilante da Noite

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário