RETROSPECTIVA 2012 PARTE 1: UM RESUMO DO ANO PASSADO



Eu sei que o primeiro mês do ano já está quase indo embora. E devido a correria do cotidiano e falta de tempo, ando postando pouco. Ainda bem que o ano começa mesmo só após o Carnaval, não é? Portanto vou cumprir com o prometido para o fim de 2012 e começo de 2013. Entre as matérias especiais vou lançar as retrospectivas de 2012, segundo minhas opiniões pessoais. Esta primeira parte é um resumão do que foi e não foi em 2012. 

2012 foi controverso. Iniciou o ano mal, muito mal. Foram vários fracassos de críticas, de bilheterias, ou de ambos; salvo algumas exceções claro. Mas foi na reta final do ano que surgiram produções excelentes e surpreendentes, virando o jogo e fazendo 2012 ter sido um dos melhores dos últimos anos. Falarei de alguns, visto que são muitos os filmes lançados e logicamente não posso ver todos. Estas não são minhas opiniões, só estou informando o que ocorreu em 2012. Os melhores e piores do ano virão em outro momento. Então vamos lá:

Entre fracassos de críticas mas que renderam um pouco de dinheiro tivemos as continuações Viagem 2 – A Ilha Misteriosa, Motoqueiro Fantasma 2 – Espírito de Vingança (péssimo), Anjos da Noite 4 – O Despertar, Fúria de Titãs 2, O Legado Bourne, Resident Evil 5: Retribuição e Busca Implacável 2. Os romances açucarados foram: Um Homem de Sorte e Para Sempre. E tivemos as novidades: O Ditador, Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros, Selvagens e a  A Hora da Escuridão. Todos estes até renderam dinheiro, mas fracassaram em críticas especializadas. Eu não concordo com todos. Por exemplo Anjos da Noite 4 e Busca Implacável 2 não foram tão ruins assim.


Motoqueiro Fantasma 2 - Espírito de Vingança


Já no quesito fracasso total em crítica e bilheteria tivemos: A Saga Molusco: Anoitecer, O Pacto, John Carter – Entre Dois Mundos, Beleza Adormecida, Como Agarrar Meu Ex-Namorado, Battleship – A Batalha dos Mares, O Que Esperar Quando Você está Esperando, Projeto Dinossauro, Vizinhos Imediatos de 3º Grau, Poder Paranormal, Os Candidatos, A Sombra do Inimigo, As Mil Palavras, Este é Meu Garoto e Os Três Patetas. Curioso que Battleship e John Carter foram superproduções esnobadas, pois eu até que gostei destes filmes. E ambos são com o ator Taylor Kitsch. Coitado do cara, estrelou 2 superproduções milionárias que naufragaram.


John Carter - Entre Dois Mundos


Ah agora sim, vamos à algumas superproduções de sucesso: pra começar Os Vingadores foi definitivamente o blockbuster do ano! Maior bilheteria de 2012. Mas também tivemos Anjos da Lei, Homens de Preto 3, Branca de Neve e o Caçador, Prometheus (esnobado por alguns críticos), Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge, Os Mercenários 2, Looper – Assassinos do Futuro, 007 – Operação Skyfall, A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 2 (foi péssimo em crítica mas rendeu muito dinheiro) e O Hobbit: Uma Jornada Inesperada.


Os Vingadores


Relançamentos: este ano três ótimos filmes foram relançados em 3D; foram eles: Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma 3D, Titanic 3D, Procurando Nemo 3D, 


Titanic foi relançado em 3D


Animações: Foi um ano fraco para animações. A maioria foi morna como as novidades O Lorax: Em Busca da Trúfula Perdida, Piratas Pirados!, A Origem dos Guardiões, Valente e Hotel Transilvânia. As sequências Madagascar 3 – Os Procurados e A Era do Gelo 4 renderam muita grana, mas foram inferiores aos anteriores. Os melhores do ano sem dúvida foram 2 filmes não muito conhecidos e que elogiaram os filmes de terror:  ParaNorman e Frankenweenie. ParaNorman elogiou Halloween, Sexta-Feira 13, filmes de fantasmas, zumbis e outros. Já Frankenweenie trouxe uma versão família da história do monstro de Frankenstein.

ParaNorman


Tivemos dramas, romances e comédias dramáticas muito emocionantes e originais, como:  Conspiração Americana, O Exótico Hotel Marigold, Flores do Oriente, Amor Impossível, Para Roma... com Amor,  Bel Ami – O Sedutor, Cosmópolis, Curvas da Vida, As Palavras, O Homem da Máfia, o Voo, O Grande Ano, A Estranha Vida de Timothy Green, e o retorno de Richard Gere em A Negociação.

A Negociação


Entre os filmes nacionais tivemos: Xingu, Paraísos Artificiais (não cumpriu tudo que prometeu), De Pernas pro Ar 2, Até que a Sorte nos Separe, Gonzaga- de Pai para Filho e Os Penetras. Mas nenhum deles foi tão surpreendente como 2 Coelhos; um filme com estilo americanizado cheio de elementos nerd's e de jogadores de games. Foi uma das surpresas do ano!


2 Coelhos


Entre os injustiçados tivemos os já citados Battleship e John Carter. Mas também tivemos os ótimos American Pie: O Reencontro, Sombras da Noite e A Viajem. Foram ótimos, porém fracassaram em crítica ou bilheteria. Uma pena.


American Pie O Reencontro


Remakes: 2 ótimos remakes. Um foi a versão americana do sueco Millennium – Os Homens que não Amavam as Mulheres. Já o filme Dredd foi ousado, pesado e cyberpunk! Porém um remake não foi tão bom. O Vingador do Futuro deu bilheteria e trouxe cenas de ação ótimas, mas afundou em crítica e foi considerado superficial. 


Ótimo e surreal remake de Dredd


Reinícios: tivemos este ano o reinício do Homem-Aranha com O Espetacular Homem-Aranha. O filme mais divisório do ano. Uns amaram, outros odiaram. Tem seus defeitos como o fato de não ter tanta ação e não trazer nada muito surpreendente. Mas também tem pontos positivos como ser mais fiel à HQ e o elenco ser um pouco melhor que os anteriores.


O Espetacular Homem-Aranha


Tivemos 2 excelentes musicais: divertidos, com momentos interessantes, elenco incrível, piadas politicamente incorretas e uma trilha sonora fantástica. Foram eles A Escolha Perfeita e Rock of Ages: O Filme.


A Escolha Perfeita


Suspense e Terror: como sempre este é um assunto que divide opiniões. Os principais filmes, feitos por bons estúdios e orçamento maior foram fracos e mais do mesmo. Entre eles estão: Filha do Mal, Chernobyl, Armadilha, A Entidade, Atividade Paranormal 4, Possessão, A Aparição, Lobisomen A Besta Entre Nós, Natal Sangrento, Terror em Silent Hill 2: Revelação 3D e o péssimo Pânico na Floresta 5. Mas tivemos alguns medianos como 12 Horas, A Última Casa da Rua, Vila do Medo, Apartamento 143, Devorados Vivos (meio mal feito mas dá pra assistir), Júlia X, Truth Or Dare, Gritos de Horror O Renascimento, o remake A Casa Silenciosa e o épico O Corvo.


Atividade Paranormal 4


A boa produção A Mulher de Preto foi um terror à moda antiga legal. Mas mais uma vez foram produções desconhecidas, de países Europeus ou latinos, lançadas direto para internet ou DVD; que surpreenderam. O argentino Fase 7, o espanhol Rec 3-Gênesis, os ingleses: Night Wolf 13 Horas, The Innkeepers e O Despertar foram ótimos. Tivemos os suspenses que roubaram a cena: Killer Joe Matador de Aluguel, Martha Marcy May Marlene, O Abrigo, Red State Seita Mortal e The Day 24 Horas Para Sobreviver. O trash Piranhas 2 3D foi considerado um dos piores do ano, mas sei lá porque eu amei! Tivemos ainda os desconhecidos Código Vermelho, Excision, e Grabbers. Houveram os fenômenos de download lançados para a internet do ano: Fenômenos Paranormais 2 e VHS. Mas o top dos 3 melhores do ano ficam com The Tall Man, The Divide e o Segredo da Cabana.


Ótimo filme O Segredo da Cabana


Houveram novidades que não foram tudo que podiam ser: Espelho, Espelho Meu, Na Estrada e 360°.


Na Estrada


Neste ano houveram algumas surpresas, algumas esperadas, outras nem tanto. A grande novidade do ano sem dúvidas foi Jogos Vorazes. Teve o filme de superpoderes por trás das câmeras Poder Sem Limites. As comédias Projeto X- Uma Festa Fora de Controle (também por trás das câmeras), Quatro Amigas e um Casamento e TED (o ursinho politicamente incorreto) roubaram a cena. Ainda houveram Guerra É Guerra, Jovens Adultos, A Perseguição, As Aventuras de Pi, O Impossível, 13 Assassinos, Ato de Coragem, Intocáveis, Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo, Moonrise Kingdom, Ruby Sparks – A Namorada Perfeita, Relação Explosiva, As Vantagens de Ser Invisível, Magic Mike, Argo, Perigo Por Encomenda, Guerreiros do Amanha, Iron Sky, Prisineiros do Poder, R.A. One, Up Side Down, Os Brutamontes,  Burning Man, Cão Vermelho, Holy Motors, além dos filmes de humor negro que elogiaram o terror: Pânico na Escola e Tucker e Dale Contra o Mal.


O desbocado TED



Ação: tivemos o remake de Contrabando, os trash's Hobo With A Shotgun,  Os Fora da Lei, The Man With the Iron Fists. Tivemos o violento The Raid Redempetion Operação Invasão, além de Stolen, Soldados da Fortuna, Lockout-Sequestro no Espaço, o ótimo Marcados para Morrer, Plano de Fuga. Mas os melhores foram: À Beira do Abismo,  Protegendo o Inimigo, A Toda Prova e Os Infratores.
Os Infratores

Em breve sai as listas com os melhores e os piores, aguarde. Enquanto isso, claro que muita coisa ficou faltando aqui. Sentiu falta de algum? Comenta ai:

O Vigilante da Noite

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário