CRÍTICA : O VINGADOR DO FUTURO





Enredo: Bem vindos ao Rekall, a companhia que pode transformar seus sonhos em memórias reais. Para um operário chamado Douglas Quaid (Colin Farell), apesar de ter uma bela esposa (Kate Beckinsale) a quem ama, as palavras "viagem mental" soam como férias perfeitas de sua vida frustrante -- memórias reais de uma vida como um super espião podem ser exatamente o que ele precisa. Mas quando o procedimento dá errado, Quaid se torna um homem procurado. Encontrando-se foragido da policia -- controlada pelo chanceler Cohaagen (Bryan Cranston), o líder do mundo livre -- Quaid conta com a ajuda de uma lutadora revolucionária (Jessica Biel) para encontrar o chefe da resistência subterrânea (Bill Nighy) e deter Cohaagen. A linha entre fantasia e realidade fica distorcida e o destino de seu mundo fica na balança enquanto Quaid descobre sua verdadeira identidade, seu verdadeiro amor e seu verdadeiro destino.

Elenco:  Kate Beckinsale, Colin Farrell, Jessica Biel, Bill Nighy, Bryan Cranston, Ethan Hawke, John Cho, Bokeem Woodbine.


Direção: Len Wiseman


Curiosidades:


* Refilmagem da clássica ficção-científica estrelada por Arnold Schwarzenegger e dirigida por Paul Verhoeven.


* Len Wiseman (diretor de Anjos da Noite 1 e 2; é marido de  Kate Beckinsale) é o diretor do projeto, versão contemporânea da ficção científica baseada no conto 'We Can Remember It for You Wholesale', escrito por Philip K. Dick.


Trailer, para assistir dê pausa no tema de Star Wars ao lado:



Hollywood parece sofrer de falta de criatividade. O que mais tem saído são continuações, remakes (regravações), pré-sequências (se passa antes do original), reboot's (reinícios como O Planeta do Macacos A Origem) e spin-off (filmes baseados em um personagem ou detalhe de determinado
 filme, como o filme solo da Mulher-Gato, que saiu dos filmes do Batman).
 Isso tem causado uma enxurrada de filmes já conhecidos, mesmo sem
 ver. Claro que volta e meia surge algo que vale a pena.

O Vingador do Futuro é um destes filmes já conhecidos. É um remake da 
ótima  ficção com Arnold Schwarzenegger. O original é de tirar o fôlego, daqueles inesquecíveis. Cheio de situações incríveis e reviravoltas, 
é um filme cult que vale muito a pena. O que dizer desta regravação?

Bem, começo dizendo que este é muito diferente do original. Embora alguns aspectos do roteiro seja parecido, há muita coisa diferente. Uma ou outra cena lembra o anterior, como a cena da garota gostosona que tem 3 seios. E a cena do aeroporto, mas esta apresenta uma surpresa para quem assistiu o anterior. Temo dizer que aqui o roteiro se perdeu totalmente pela ação. O antigo apresentava uma inteligência e um ar de novo (possivelmente por simplesmente ser o original). Havia um melhor desenvolvimento de personagens. Aqui os personagens não são muito bem desenvolvidos, para poder dar lugar à ação. Com 2 horas e 10 minutos, acredite o filme é curto para tanta correria e acontecimentos. Mal conhecemos os personagens e já somos jogados à uma descarga de adrenalina.

Enfim, mesmo com suas reviravoltas, no quesito roteiro o filme não surpreende com nada novo. Fica aquele ar de "já vi isso". Mas não se preocupe porque o filme não é ruim. Apenas não é tão inteligente quanto o original. Falando dos pontos positivos começo dizendo que o elenco é bom. Colin Farell é melhor ator que Arnold Schwarzenegger (me perdoem fãs dele). E as mulheres Kate Beckinsale e Jessica Biel são tão lindas e talentosas quanto às anteriores Rachel Ticotin e Sharon Stone.

Um ponto interessante é que no original se passa em Marte, e neste remake se passa na Terra, com viajem ao centro da Terra e tudo mais. Os efeitos sonoros e mixagens de som estão ótimos. Uma coisa que me chamou a atenção é que tropas policiais e robôs usados aqui lembram muito os clones e os dróides de Star Wars. 






A crítica em geral foi bastante pesada e negativa com este remake, que rendeu um dinheiro bom em bilheteria. Mas eu sou fã de ficções científicas e as defendo sempre que dá! Mesmo inferior ao original, este remake tem suas qualidades. Como já falei, há uma descarga de adrenalina no filme inteiro. As cenas de ação são memoráveis e incríveis. Tiros, cenas 3D, objetos flutuando sem gravidade, deslizadas no melhor estilo Matrix, perseguições de carros voadores, explosões e muitos ponta-pés irão agradar os amantes de ação. Isso não falta nem um minuto. A maneira que tudo acontece logo desencadeia perseguições e lutas de tirar o fôlego. Os efeitos especiais estão perfeitos e mesmo não tendo agradado à crítica, deveria ser indicado ao Oscar de melhores efeitos especiais (o original ganhou!).





Destaque vai para ela de novo : Kate Beckinsale! Ela é uma das atrizes que mais faz papéis durões no momento. Ela é a heroína da saga Anjos da Noite e do filme Van Helsing. Aqui ela é a vilã, mais implacável e indestrutível que o exterminador do futuro, e isso que é humana. Em ótima forma, ela arrebenta a cara de Colin Farell umas 3 vezes e apresenta sede de perseguição. Um dos melhores momentos é a cena em que ela e Jessica Biel (outra durona do momento, veja The Tall Man) se grudam na pancadaria, enquanto um elevador futurista sobe rápido e uns robôs atacam o herói do filme. E as atrizes mandam bem na ação, mas é importante dizer que elas fazem isso sem deixar de ser sexy e talentosas.

Com algumas reviravoltas confusas, brincadeira com a mente e um final sugestivo, O Vingador do Futuro aposta mesmo nas cenas de ação eletrizantes e extremamente bem elaboradas. Nisso o filme acerta. Fica a possibilidade de uma sequência. Acho que não deverá haver. Mas Hollywood quer mesmo é fazer dinheiro. Tomara que pelo menos melhorem o roteiro, aí teríamos um filme 10. O original de 1990 é melhor, mas esse consegue entreter por algumas horas. Veja e tire suas conclusões. Gostei, e deixo a dúvida: Será que sua vida é real? Ou implantada e controlada por alguma realidade artificial, organização, ou quem sabe religião ou política? Como se libertar? O que é real? O que é fantasia? É melhor ter uma vida feliz baseada em ilusões ou ter uma vida medíocre, mas verdadeira? Afinal de contas, o que se pode considerar verdadeiro?

NOTA: 8

Bônus:

Trailer do original:


As mulheres de O Vingador do Futuro

A vilã do remake:







A vilã do original:







A mocinha do remake:







A mocinha do original:







Mulher de três seios do remake:







Mulher de três seios do original:








Mais fotos e poster's do filme:









O Vigilante da Noite

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário