CRÍTICAS : A ERA DO GELO 4 E O LORAX - EM BUSCA DA TRÚFULA PERDIDA

Agora falarei rapidamente de 2 lançamentos de 2012 para a garotada.


A Era do Gelo 4



Elenco : Vozes na versão dublada: Márcio Garcia, Diogo Vilela, Tadeu Mello, Vinicius Nascimento. Na versão original de: Chris Wedge, Denis Leary, Drea de Matteo, John Leguizamo, Queen Latifah, Ray Romano, Jennifer Lopez, Jeremy Renner, Wanda Sykes, Drake, Seann William Scott.

Enredo: Scrat desencadeia um evento cataclísmico. Sid, Manny e Diego são empurrados para alto mar e terão de lidar com perigos que jamais puderam imaginar que existiam, como um bando de piratas de quinta categoria. Sob muita adrenalina, nossos heróis terão de passar por cima deles e achar o caminho de volta para casa.

*Curiosidades: Chasing the Sun, canção da banda inglesa The Wanted, está na trilha sonora de A Era do Gelo 4.

*A cada filme, a franquia obteve mais sucesso financeiro: O primeiro fez US$ 383 milhões mundialmente, o segundo fez US$ 655 milhões e 'A Era do Gelo 3' arrecadou incríveis US$ 900 milhões mundialmente. O terceiro filme foi a maior bilheteria brasileira no ano de 2009. A Era do Gelo 3 é a maior animação de todos os tempos no país e o terceiro maior filme da história.

Trailer, para assistir dê pausa no tema de Star Wars ao lado.


O primeiro A Era do Gelo em 2002 foi um marco no cinema. Um filme divertido e extremamente bem feito, com uma pitada de emoção e inteligência ao narrar essa saga pré-histórica. Além disso, foi o filme que lançou o estúdio Fox na concorrência das grandes animações gráficas, que antes só a Disney e a Dreamworks competiam. Em 2006 ganhou a continuação, que apesar de inferior ao primeiro, foi divertida e um imenso sucesso. Em 2009 sai o terceiro filme, extremamente ousado e divertido. Esse filme colocou a turma em um mundo tipo Jurassic Park, levando comédia e aventura ao extremo; se igualando ao primeiro. Tanto sucesso fez o terceiro filme ser o mais visto nos cinemas brasileiros naquele ano. Agora sai esse 4, e digo que apesar de muito legal, está na hora de aposentar a saga.



Calma, quem é fã da série não precisa me jogar pedras! O filme é bom sim, uma boa pedida para toda família, se igualando ao segundo. Mas não supera o roteiro inteligente do primeiro ou a ousadia e diversão do terceiro. É uma boa continuação, assim como o segundo filme, mas sem superar os outros dois. Aqui a impressão é que a trama fica um pouquinho mais infantil, o que poderá incomodar alguns. A mim até que não incomodou. Talvez esse retrocesso se deva à saída do brasileiro Carlos Saldanha da direção. Mas tem algumas sacadas inteligentes como a divisão dos continentes e a aparição de uma possível Atlantis, o mundo perdido. Tudo relacionado ao amado esquilo Scrat. A bela tigresa namoradinha de Diego e a engraçadíssima vó do preguiça Sid são personagens novos que roubam a cena. A relação entre Manny e sua filhinha também rende uma moral interessante sobre família.


Enfim, com um roteiro leve e açucarado, A Era do Gelo 4 é uma boa continuação para uma saga tão querida e muito respeitada. Talvez esteja na hora da Fox encerrar a saga enquanto o saldo é positivo. Comercialmente falando: sucesso absoluto!  A Era do Gelo 4 se tornou o quarto filme mais lucrativo na história dos cinemas no Brasil, arrecadando R$ 82,7 milhões. Entre as animações, o filme fica em primeiro lugar. A Era do Gelo 4 estreou no dia 29 de junho e foi assistido por 7 milhões de pessoas no território nacional. O filme fica atrás de Os Vingadores, Tropa de Elite 2 e Avatar. Enfim, mais uma vez a saga quebra recordes!

NOTA: 8


















O Lorax Em Busca da Trúfula Perdida



Elenco: Vozes de: Taylor Swift, Zac Efron, Betty White, Danny DeVito, Willow Smith, Rob Riggle, Sherry Lynn, Ed Helms e Rob Riggle.

Enredo: essa é uma adaptação do conto clássico do Dr. Seuss de uma criatura da floresta que compartilha o eterno poder da esperança. A aventura animada conta a jornada de um rapaz que procura pela única coisa que poderá fazer com que ele conquiste a afeição da garota de seus sonhos. Para encontrá-la, ele terá que descobrir a história do Lorax, a zangada porém charmosa criatura que luta para proteger seu mundo.

                   Trailer, para assistir dê pausa no tema de Star Wars ao lado.


Dr. Seuss, ou Theodor Seuss Geisel, nasceu em Springfield, Massachusetts (Estados Unidos), em 1904, e morreu em 1991. É o autor infantil mais popular de seu país. Mestre nas rimas e nos jogos de palavras, ele já vendeu mais de 100 milhões de exemplares e foi traduzido para 18 línguas. Além de escrever sempre do seu jeito bem-humorado, Dr. Seuss também fez os desenhos da maioria de seus livros. Nos países de língua inglesa, suas histórias são adoradas em escolas, e muitas crianças aprenderam a ler com seus personagens. Para o cinema em 2008 saiu Horton e o Mundo dos Quem. Agora sai O Lorax Em Busca da Trúfula Perdida.

Bem humorado e cheio de rimas, esse filme peca por justamente ser bem infantil, com pitadas bobas e desnecessárias às vezes. A trama vai ficar realmente boa na metade final, onde uma moral muito interessante sobre meio ambiente surge. Nesse momento surge uma frase de bastante efeito: “a menos que alguém como você se importe muito com algo, nada irá melhorar; nada mesmo." E é aí que o filme se garante.





Usando uma animação de primeira qualidade e um roteiro que de bobo vai ficando maduro, O Lorax Em Busca da Trúfula Perdida ganha destaque aos poucos. Os personagens são bacanas e os bichinhos da floresta de Trúfula são uma graça. No fim deixa uma mensagem muito reflexiva.

Imagine um mundo sem árvores, onde o cara mais rico vende ar em garrafas e a poluição reina. E se você tivesse a última semente, de uma raríssima árvore chamada Trúfula? Tudo deixou de existir por causa do desmatamento para usar a Trúfula como matéria prima de um produto revolucionário. E quando esse última semente surge, coloca em risco os planos da indústria de ar engarrafado. A princípio parece boba essa ideia, mas ai uma frase é dita: as pessoas compram tudo que vem em garrafas plásticas. E isso é verdade! Um brilho de originalidade!

 Cinema à favor do meio ambiente, à favor da crítica contra o excesso e descontrole de exploração ambiental. Cinema à favor da vida. As críticas às empresas irresponsáveis que desmatam tudo, tirando o habitat natural dos animais silvestres, contribuindo para a poluição e diminuindo nosso ar puro; tudo isso nos faz pensar: “a menos que alguém como você se importe muito com algo, nada irá melhorar; nada mesmo."

NOTA: 8



















O Vigilante da Noite

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário