VISÃO DE 3 LANÇAMENTOS : ANJOS DA LEI, MIB - HOMENS DE PRETO 3 e PIRATAS PIRADOS

No último fim de semana assisti a vários filmes. Falarei rapidamente de 3 lançamentos.




Anjos da Lei

Enredo: na comédia de ação ANJOS DA LEI, Schmidt (Jonah Hill) e Jenko (Channing Tatum) eram inimigos no colegial que se tornaram parceiros improváveis durante a Academia de Polícia. Por enquanto, eles ainda não são os melhores policiais da turma, mas tem a chance de virar esse jogo quando se juntam a unidade secreta do departamento, 21 Jump Street, coordenada pelo capitão Dickson (Ice Cube). Eles trocam suas armas e distintivos por mochilas e usam sua aparência jovem para ficarem à paisana. O problema é que os adolescentes de hoje em dia não são nada parecidos com os de alguns anos atrás; e Schimdt e Jenko descobrem que tudo o que eles sabiam sobre ser um adolescente - o sexo, drogas e rock’n’roll - está errado. Mais importante, eles descobrem que ainda lidam com os problemas da adolescência que não foram resolvidos na época – e ambos terão que enfrentar o terror e a ansiedade de ser de novo um adolescente e lidar novamente com questões que achavam já ter deixado para trás.

Elenco: Channing Tatum, Jonah Hill, Brie Larson, Dave Franco, Johnny Simmons, Ice Cube, Jake M. Johnson, Dakota Johnson e Johnny Depp.

Curiosidade: esse filme é uma adaptação cinematográfica da série de TV 'Anjos da Lei'. Com o título original '21 Jump Street', o seriado foi exibido pela FOX no final da década de 1980 e consagrou o ator Johnny Depp.
Johnny Depp faz uma participação especial  e hilária no filme.

A mistura de comédia e ação está cada vez mais conhecida. São muitos os filmes policiais que vem fazendo isso. Anjos da Lei traz situações impossíveis e exageradas, regadas a piadas às vezes inteligentes; às vezes pastelonas. Logo de cara temos uma noção de que o filme irá nos mostrar. Mas mesmo com clichês eu não tiro o mérito do filme. É divertidíssimo!

Começando pelo elenco: Jonah Hill e Channing Tatum (os queridinhos do momento) estão perfeitos nos papéis. Ambos tem carisma para protagonistas tanto em comédias como também aventuras e ação. Nesse filme há uma troca: Jonah vira o bonzão enquanto Channing dá uma de nerd. Acredita? Mas dá incrivelmente certo. O restante do elenco também se sai bem e a participação de Johnny Deep lá pelo final do filme é simplesmente grotesca, bizarra e hilária.





Outro ponto muito forte no filme é o roteiro e os diálogos sobre o choque das gerações de adolescentes. Na época do seriado lá nos anos 80 os jovens eram estereotipados como nerds, atletas, vagabundas, patricinhas, roqueiros e drogados. Hoje em dia está tudo misturado, além da fortíssima influência emo. Diálogos engraçados onde os dois policiais disfarçados não conseguem entender os jovens de hoje foram muito bem pensados. Há um personagem que é traficante, mas também é medroso e em algum momento ele mostra uma certa preocupação com o meio ambiente. Outro ponto interessante é o  fato de os nerds hoje em dia estarem na moda. Eles não são mais os fracassados e perseguidos dos anos 80. Isso se deve principalmente pela cultura pop atual.

Com sacadinhas geniais e outras bobas, Anjos da Lei é um ótimo entretenimento. Diverte e brinca com a imagem dos jovens no cinema. Mostra a situação atual dos adolescentes e ainda brinca de maneira elogiável com os clichês dos anos 80.

NOTA: 8














MIB Homens de Preto 3




Enredo: em Homens de Preto 3, os agentes J (Will Smith) e K (Tommy Lee Jones) estão de volta… no tempo. J já viu algumas coisas inexplicáveis nos seus 15 anos com os Homens de Preto, mas nada, nem mesmo aliens, o deixa tão perplexo quanto o seu parceiro reticente, K. Mas quando a vida de K e o destino do planeta são colocados em jogo, o Agente J vai viajar no tempo para colocar as coisas no lugar. J descobre que há segredos no universo que J nunca contou – segredos que vão ser revelados quando ele se une ao jovem Agente K (Josh Brolin) para salvar seu parceiro, a agência e o futuro da humanidade.

Elenco: Will Smith, Tommy Lee Jones, Josh Brolin, Emma Thompson, Nicole Scherzinger, Betty White, Gemma Arterton, Sharlto Copley, Alice Eve.

A 15 anos atrás MIB Homens de Preto conquistou o mundo com seu humor e diálogos inteligentes. Além de ter o maior astro da época, Will Smith. Depois veio um segundo filme, morno e não tão bom. Depois de tanto faz não faz, troca de roteiristas e cancelar gravações, finalmente sai o terceiro filme. E Apesar de todos contratempos trata-se de um filme muito divertido.

Mantendo o nível do filme original, sendo bem melhor que o segundo, o terceiro filme resgata originalidade, um humor genuíno e diálogos impecáveis entre os protagonistas. Aliás eu afirmo que esse é o maior ponto da trilogia: ótimos diálogos entre Will Smith, Tommy Lee Jones e nesse terceiro filme o Josh Brolin (ele é Tommy Lee quando jovem). Aliás o elenco é perfeito: Will Smith continua sendo um dos melhores atores de todos os tempos. Seus filmes sempre são ótimos e aqui em MIB 3 ele resgata o seu bom humor como a tempos não víamos. Tommy Lee Jones também é um excelente ator; e é interessante como seu jeito sério e carrancudo é engraçado e cativante. E o menos famoso, Josh Brolin, é sim muito talentoso. Ele já tem um ótimo currículo e atuações incríveis. Ele também é um ator carrancudo e se encaixa perfeitamente como o jovem agente K (Tommy Lee Jones).





Com efeitos especiais bons e nada exagerados, apenas o suficiente para a trama e a ação, os alienígenas continuam bizarros como nos filmes anteriores. Fique atento às aparições de celebridades como Nicole Scherzinger, conhecida líder das Pussycat Dolls, que interpreta a namorada de Bóris, o vilão da trama. As outras aparições são de Justin Bieber, Lady Gaga e Tim Burton. A trama envolvendo viajem no tempo consegue ser diferente: o fato de ser literalmente um "pulo" no tempo é genial. E ainda há espaço para um drama simples mas que te prende com eficiência.

MIB Homens de Preto 3 é uma das poucas boas sequências de 2012, um filme divertido e leve, que nos leva de volta para aquele universo mágico que o primeiro filme nos apresentou e nos cativou lá em 1997.

NOTA: 8









Piratas Pirados





Enredo: o exuberantemente barbudo Capitão Pirata é um entusiasta ilimitado. Com uma tripulação de maltrapilhos a seu lado , e aparentemente cegos às probabilidades empilhadas contra ele, o Capitão tem um sonho: derrotar os seus amargos rivais, Black Bellamy e Cutlass Liz no cobiçado prêmio “Pirata do Ano”. É uma busca que leva nossos heróis das margens da exótica Blood Island para as ruas cheias de neblina da Londres Vitoriana. Ao longo do caminho, eles lutam com a Rainha Victoria e com a equipe do jovem Charles Darwin, mas nunca perdem de vista o que um pirata mais ama: a aventura!

Elenco de dublagem: Hugh Grant, Martin Freeman, David Tennant, Imelda Staunton, Jeremy Piven, Salma Hayek, Brian Blessed, Brendan Gleeson, Ashley Jensen.

Piratas Pirados! é uma animação stop-motion dos estúdios Aardman, com técnica feita a mão que levou a empresa a vencer o Oscar com o filme 'Wallace e Gromit: A Batalha dos Vegetais' e 'A Fuga das Galinhas'.

Aardman Animations é um estúdio de animação localizado no Reino Unido e que é especializada na técnica de fazer filmes com a antiga técnica Stop-Motion. O estúdio foi fundado no ano de 1973 por Peter Lord e David Sproxton. Os seus trabalhos mais notáveis são a série de curtas-metragens de Wallace e Gromit e o filme stop-motion A Fuga das Galinhas. Em longa metragens são 4: A Fuga das Galinhas, Wallace e Gromit: A Batalha dos Vegetais, Por Água Abaixo e Piratas Pirados.





Gosto de filmes de animação. Sempre são muito originais e sinceros. Os estúdios Aardman tem um status impecável, sendo justamente seu novo trabalho, Piratas Pirados, o menos bom deles. Vou dizendo que o filme não é ruim. É mais original que muito filme de vampiro ou super herói. O seu grande problemas é ter uma produtora de porte. Exatamente isso: os filmes anteriores foram tão perfeitos, sucessos de bilheteria e vencedores de Oscar, que se criou uma enorme expectativa com esse filme. Aí veio um filme leve e com piadas bobas, com menos moral que os filmes anteriores. Já li sobre pessoas que se decepcionaram. Eu não, pois achei um trabalho acima da média. Eu sei que os filmes mais difíceis de se fazer são as computações gráficas. Em  Stop-Motion usando técnicas parecidas com massinha de modelar é mais difícil ainda. Só por todo esse trabalho já merece aplausos. 

Embora o filme não seja tão divertido quanto Wallace e Gromit: A Batalha dos Vegetais e A Fuga das Galinhas, merece sim atenção. Tem várias sacadinhas geniais, como brincar com a história. Tem como plano de fundo as ruas repletas de neblina da “Londres Vitoriana”, e como vilã a própria rainha. Charles Darwin também é quem rouba a cena e se revela como a surpresa da produção. Aqui ele é ambíguo e obscuro, tendo um macaco que age como humano como braço direito. Charles e seu macaco são o melhor do filme. Há uma aparição da escritora inglesa Jane Austen. O papagaio (que na verdade é um extinto DODO) rouba a cena também. Mesmo não sendo considerado tão bom, Piratas Pirados é um filme inteligente, impecavelmente bem computadorizado e rico em detalhes. Uma ótima diversão para toda família, uma produção dos respeitados e esforçados estúdios Aardman que traz para o público um trabalho rico em cultura e moral. Como os próprios piratas dizem o tempo todo: vamos "surrupiar" a ideia de que filmes diferentes estão cada vez mais escassos.

NOTA: 9








O Vigilante da Noite

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário