DESEJO E JOGO SENSUAL - FILME: SEGUNDAS INTENÇÕES



1999. Ah que ano para o cinema! Em toda década de 90, nunca saíram tantos filmes bons como em 1999. Talvez devido ao fato da troca de milênio, uma coisa que a maioria das pessoas nasce, vive e morre sem ver. Acho que isso influenciou os estúdios a investirem em clássicos naquele ano. Me vem a mente principalmente os filmes lançados naquela época voltados aos adolescentes. Afinal naquele ano surgiram American Pie (sim, o primeirão ...), Ela é Demais, 10 Coisas que eu Odeio em Você, entre outros. Mas poucos tiveram um impacto como Segundas Intenções. Digo sem medo que muitos que tem entre 18 e 25 anos adoraram o filme na época. Foi o filme da juventude de muitos. Talvez o único que tenha feito mais sucesso foi o primeiro American Pie. É interessante ver o tempo passar, as coisas mudarem, mas algumas coisas antigas ficarem na memória e serem revistas hoje em dia.

Vamos ao enredo: dois jovens irmãos de criação resolvem fazer um jogo de apostas e sedução. Eles são mimados, orgulhosos e não aguentam perder. Sebastian (Ryan Phillipe) tem orgulho de seduzir e abandonar as moças. Quanto mais difíceis e puras, maior o prazer do desafio para ele. Mas quando sua irmã de criação, Kathryn (a excelente Sarah Michelle Gellar) é abandonada pelo seu namorado e trocada por Cecile (Selma Blair), ele é desafiado a seduzir Cecile. Acontece que o rapaz já tem um novo alvo na mente: Annette Hargrove (Reese Whisterpoon), uma jovem determinada que pretende manter a virgindade até o casamento. Sebastian convence sua irmã Kathryn que isso sim seria um desafio, e que consegue. É aí que a maliciosa Kathryn faz o desafio: se Sebastian não conseguir seduzir Annette até o fim do verão, o seu carro, um Jaguar 56, será de sua irmã. Mas se ele conseguir, ele terá o direito de fazer o que quiser com a única mulher que ele não pode possuir: sua própria irmã de criação!
















E é com esse ritmo que o filme se desenrola, uma aposta de sedução onde os dois irmãos começam a brincar com sentimentos alheios. Em alguns momentos tira-se risos com situações engraçadas e de humor negro. Malícia e duplos sentidos estão presentes o tempo todo. Todos esses atores citados, que hoje são um pouco conhecidos, na época eram novatos. Logo eles viraram referência no mundo jovem. Sua excelente trilha sonora, repleta de músicas que na época eram o melhor do mundo pop, fizeram muitos fãs pirar. Sim amigo leitor, esse filme teve impacto por que na época esse tema entre os jovens ainda não era bem visto e difundido na tv e cinema. Há cenas e frases que na época não eram muito bem vistos, como a descoberta de um "machão" gay, e o beijo lésbico entre Kathryn e Cecile. Resultado? Sucesso de crítica e bilheteria, audiência alta na tv, vendas incríveis do VHS e CD de músicas. O filme ainda levou prêmios no MTV Movie Awards de 1999, prêmios de melhor atuação feminina para Reese Whisterpoon, melhor atriz coadjuvante para Sarah Michelle Gellar (muito merecido), e melhor beijo (na cena lésbica). O desconhecido elenco logo começou a fazer muitos filmes e seriados americanos. Acredito que todos conheçam Reese Whisterpoon, que por último protagonizou Guerra é Guerra. Com uma trama dramática envolvente, beirando o suspense; Segundas Intenções (Cruel Intentions no nome original) é um filme e tanto.

O destaque realmente vai para Sarah Michelle Gellar. Fria, calculista, tarada e falsa; a moça má vai fazendo pose de santa. Se faz de boa moça, estudante aplicada, caridosa e religiosa. No fundo todos conhecem a fama mas, o que dizer contra uma jovem rica e poderosa? Nem os professores escapam das garras de sedução dela. E o pior que tudo é um jogo, pois quase não rola sexo. Quase... Mas está ali presente o tempo todo. Eis que a coisa começa a complicar e a ficar interessante. Por que? Ora, o que acontece quando se brinca com os sentimentos e a vida dos outros?




Sebastian tem que seduzir Cecile, para o ex de Kathryn voltar para ela; e ainda tirar a virgindade de Annette, para poder ter sua "irmã" Kathryn. Louco não? Para piorar ele se apaixona por Anette, o que começa a complicar o jogo. As rixas e brigas entre os dois irmãos são um show em cena. Diálogos extremamente bem construídos. A atuação da vilã, seduzindo seu irmão de criação, é realmente incrível.

Esse filme é a versão para nosso dias de um romance épico de 1988, Ligações Perigosas, vencedor de vários Oscar, com um excelente elenco que conta com Glenn Close, Keannu Reeves, Uma Thurman, John Malkovich e Michelle Pffeifer. Outro grande filme com o mesmo enredo, afinal é o original, porém se passa em época de condes e condessas. Ambos filmes tem roteiro crítico incrível. Cenários e música apurada. Segundas Intenções não é um gigantesco filme. Sem ação ou efeitos especiais, essa obra apresenta uma história simples, porém atual e cheia de significados.


Se você já viu, sabe muito bem de que filme bom estou falando. Se não viu, alugue ou baixe o mais rápido possível. Tiveram o 2 e o 3, sem muita graça; outro elenco. Podem dar uma olhada mas nem recomendo. Mas esse primeiro filme é um dos grandes e poucos clássicos dos anos 90. Se você procura um enredo picante, mas sem ser explícito, esse é o filme. Tocando em assuntos muito pessoais, este aqui é uma pequena obra prima, no meio de tanta besteira adolescente que é feita. Não deixe de assistir. Ele e suas continuações passam no corujão às vezes, mas é difícil acompanhar corujão. Então corra pra locadora ou sites de download.

Eis aqui um filme que retrata com perfeição uma sociedade pós-moderna virada de cabeça pra baixo, com suas tendências sexuais, materialistas e consumistas. Enquanto uns tem pouco em sentido físico (me refiro a beleza) e material, outros tem tudo: bonitos, ricos e arrogantes. Sim, de maneira fria e realista o filme mostra que existe uma beleza em ser sensual e cínico ao mesmo tempo. Por isso esse filme é considerado por muitos como o filme cult de 1999. Bem vindo a nova sociedade, ao novo século, ao novo milênio! Mas lembre-se: "no jogo da sedução só existe uma regra... nunca se apaixone." O ritmo de suspense, concluindo de maneira trágica e inesperada a história, mostra isso. Aos mais sensíveis digo: prepare os lenços. Afinal: seduzir e iludir sem amar é correto? Se apaixonar por quem só quer sexo pode nos causar que tipo de sofrimento? Que resultados teremos em brincar com os sentimentos, a vida e o corpo das pessoas em nossa volta? Quando há segundas intenções, intenções cruéis e egoístas, isso pode ser mortal! Não acredita? Os 15 minutos finais são inesquecíveis. E a cena da cruz? Ah essa deu o que falar. Curioso? Assista ao filme. Mas sendo bem sincero: quem de nós nunca teve... Segundas Intenções?

NOTA: 9






O Vigilante da Noite

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário