FILMES DE 2012 QUE VALEM UMA OLHADA

Aqui vou comentar rapidamente sobre vários lançamentos de 2012 que assisti nos últimos meses que vocês merecem dar uma olhada, mas que não rendem uma crítica muito extensa. Apenas é minha rápida opinião.

À Beira do Abismo

Esse foi um dos melhores filmes de ação do ano até agora. Tem uma mistura perfeita de suspense, uma pitada de drama e comédia. Consegue segurar a atenção até o fim devido ao ótimo elenco e roteiro realmente bem explorado. O que parecia ser um suicídio acaba virando uma mistura de filme de roubo (tipo 11 Homens e 1 Segredo), com filme policial. Elenco de primeira: Elizabeth Banks, Sam Worthington, Jamie Bell, Ed Harris, Edward Burns, Anthony Mackie, Kyra Sedgwick, Genesis Rodriguez, William Sadler.


NOTA: 9












A Toda Prova

Outro ótimo filme de ação. Esse é mais no estilo Bourne, ação fria e mais realista. Com perseguições a carro, lutas densas e investigação, o filme não traz muita coisa nova. Porém o que se destaca é que um time de excelentes atores levar um banho, perdendo para uma mulher. Ver mestres como Channing Tatum, Antonio Banderas, Ewan McGregor e Michael Fassbender apanhar e levar chumbo pela lutadora de MMA Gina Carano foi bem legal. Apesar de ser lutadora, ela se vira bem como atriz, além de ser linda mas arrasadora.

Elenco:  Gina Carano, Michael Angarano, Channing Tatum, Debby Lynn Ross, Michael Douglas, Antonio Banderas, Ewan McGregor, Julian Alcaraz, Eddie J. Fernandez, Lluís Botella Pont e Michael Fassbender.

NOTA: 8














Contrabando

Remake norte-americano de 'Reykjavik-Rotterdam', filme que a Islândia indicou para tentar o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2010. Walhberg vive um ex-assaltante que muda de vida e se torna segurança, mas a vida correta não dura muito. Quando um amigo dos tempos de bandidagem retorna, ele retoma os hábitos antigos. O ator do filme original, Baltasar Kormákur, dirige esse remake. Tem boas doses de ação e suspense, nada novo mas vai agradar quem quer boa ação com bons atores. O final é bem legal.

Elenco:  Mark Wahlberg, Giovanni Ribisi, Kate Beckinsale, Ben Foster, J.K. Simmons, Lukas Haas, Diego Luna, Caleb Landry Jones, William Lucking, Robert Wahlberg.

NOTA: 7










O Pacto

Filme de ação comum, a ideia inicial é boa mas mal aproveitada. Só recomendo pelo final e pelo ator  Nicolas Cage. Elenco: Nicolas Cage, January Jones, Jennifer Carpenter, Roger Donaldson, Guy Pearce, IronE Singleton, Harold Perrineau, Xander Berkeley, Monica Acosta.

Enredo: Will (Nicolas Cage) leva uma vida pacífica até o dia em que sua esposa (January Jones) é atacada brutalmente por um desconhecido. Em seguida um estranho (Guy Pearce) aparece oferecendo a Will um plano de vingança com a condição de que o serviço seja retribuído em outra ocasião. O que Will não desconfia é que logo ele será cobrado para pagar a dívida cometendo um crime também! Agora o jogo virou e Will fará de tudo para proteger sua esposa e desmascarar uma organização secreta que envolve figuras poderosas da sociedade.

NOTA: 5










Plano de Fuga

Ação com muita comédia e humor negro. Faz críticas sociais, ao governo, ao sistema dos presídios e à fronteira dos Estados Unidos e México. Imagine uma cidade dentro de uma prisão no México. Mel Gibson vai parar lá, acaba se envolvendo com uma mulher e seu filho. Acontece que o manda chuva do lugar quer o menino para um transplante de fígado. Então Mel Gibson tem que usar todas suas habilidades de ladrão e malandro para salvá-los, ao mesmo tempo que tem que ter seu plano de fuga. Engraçado e ácido, se você gostou de Machete, esse segue o caminho, só que menos trash. A fotografia do filme é ótima.

Elenco: Mel Gibson, Peter Stormare, Bob Gunton, Dean Norris, Kevin Hernandez, Scott Cohen, Patrick Bauchau, Stephanie Lemelin, Aaron Cohen.

NOTA: 8


















Protegendo o Inimigo

Dois grandes astros nesse outro grande filme. Ryan Reynolds e Denzel Washington estrelam esse ótimo filme que recomendo muito. Washington interpreta o mais perigoso renegado da CIA, que está de volta depois de uma década como fugitivo. Quando o esconderijo na África do Sul onde ele está detido é atacado por mercenários, o inexperiente oficial (Reynolds) foge junto com ele. Agora, os mais improváveis aliados têm que permanecer vivos o maior tempo possível para descobrirem quem os quer mortos.

Elenco: Ryan Reynolds, Denzel Washington, Vera Farmiga, Brendan Gleeson, Robert Patrick, Sam Shepard, Liam Cunningham, Joel Kinnaman, Tanit Phoenix, Stephen Bishop.
Destaca-se a excelente montagem nas cenas de ação, realmente prende e dá nos nervos. A utilização do cenário quente e massivo da África do Sul ajudam no ritmo intenso do filme, A fotografia desse também é ótima. E até as atuações do grandioso elenco colaboram para esse ser um dos melhores do ano.

NOTA: 9


















The Raid Redempetion Operação Invasão

Muito se falou desse filme Indonésio, sendo considerado até mesmo o melhor filme de ação das últimas décadas. The Raid" se passa no coração de Jacarta, capital da Indonésia, em uma das zonas mais miseráveis da cidade, onde por vezes a própria polícia se recusa a ir, e mostra uma batida policial a um prédio considerado intocável dominado por criminosos onde reside um chefão do tráfico. Tendo a operação dado errado, os 20 policiais ficam cercados em um edifício cheio de assassinos e sem esperança de resgate.

Achei muito barulho por nada. Não se engane o filme é bom, porém nada que já não se tenha visto em Ong Bak por exemplo. Mas não vou tirar o mérito: o filme é sim explosivo, com muita pancadaria, muito sangue (sim esse é violentíssimo), adrenalina no máximo! Tem bastante exageros, mas a mistura de Ong Bak com Tropa de Elite até que funcionou. Não é ruim não, mas não é tudo que disseram. Mas quem gosta de pancadaria vai gostar. Mas faço uma pergunta: porque diabos aquele baixinho, o capanga do vilão, não morre nunca? Poxa nunca vi um vilão tão duro na queda. E confesso que o rosto do ator me assustava. Tinha expressão de louco raivoso, além de quebrar metade do elenco a pau. O cara tava com um enorme caco de vidro no pescoço, se esvaindo em sangue, mas não morria! Ah o cinema oriental sempre exagerando (rsrs). Mas vale sim olhar o filme. E a trilha sonora é da minha banda favorita, Linkin Park.

NOTA: 8






















A Perseguição

Ao tentar fazer uma viagem tranquila para casa, um grupo de extratores de petróleo do Alasca acaba sofrendo um acidente aéreo. Do total de 125 passageiros, apenas 8 sobrevivem. Machucados, eles tentam se recuperar quando descobrem que aquele é um local habitado por uma matilha de lobos selvagens. Considerando os humanos invasores, os animais passam a caçar lentamente os sobreviventes da queda do avião, levando-os a uma intensa luta por sobrevivência. Com direção de Joe Carnahan ('Esquadrão Classe A'). Achei um filme excelente, ao mesmo tempo que é deprimente. Cenas fortes e drama bem pesado marcam esse filme. Liam Neeson cada vez melhor, sou fã desse cara. Esse filme foi uma das boas surpresas do ano!

NOTA: 9








Espelho Espelho Meu

Mais uma vez a fábula da Branca de Neve vai para às telonas. Dessa vez com uma visão mais engraçada e leve, onde a rainha má vivida por Julia Roberts rouba a cena com uma grande atuação. Piadas bobas e uma visão diferente fazem desse filme um dos filmes família do ano. Ah e os 7 anões também são bem engraçados e alternativos. Os efeitos são bons mas nada exagerados. A inglesa Lily Collins (filha do famoso músico Phil Collins) passa uma paz e uma tranqüilidade própria da personagem, famosa dos contos infantis. Bobo e leve, porém muito carismático, o filme é bem positivo e vale uma olhada em um domingo à tarde. Elenco:  Lily Collins, Julia Roberts, Armie Hammer, Sean Bean, Nathan Lane, Mare Winningham, Michael Lerner, Robert Emms, Martin Klebba, Martin Klebba.

NOTA: 8











Anjos da Noite 4 O Despertar

Gosto dessa saga. É eletrizante e explosiva, com visual gore bem forte e cheio de ação e efeitos especiais. O único defeito da saga é ser vendida como terror (o mesmo ocorre com Resident Evil), visto que é na verdade ação muito empolgante. Esse capítulo 4 é o mais curto deles, portanto dá a impressão que faltou algo. O amor da heroína nem aparece. Muita pancadaria feita às pressas, fazendo desse o menos bom. Mas Kate Beckinsale, maravilhosa naquela roupa de couro apertada, deixa o filme agradável de ver. Gostosona que luta muito, sou fã dela. Os efeitos são bons e a música de Evanescence no final também colabora para o filme ser estiloso.

NOTA: 8










Fúria de Titãs 2

O clássico é ótimo, uma obra prima. O remake é legal, sendo a melhor parte a da Medusa. Esse segundo tenta repetir a fórmula, mas apesar de ser uma boa "sessão da tarde", é inferior ao primeiro. Tem boas doses de ação e pancadaria, além da trama da família brigando ser promissora: poxa que família complicada! Mas algumas cenas, como a do minotauro foram fracas. Esse vi no cinema; boa fantasia, muitas criaturas bem computadorizadas, típico filme pipocão. Que o terceiro que já está à caminho seja um pouco melhor.
Elenco: Sam Worthington, Bill Nighy, Ralph Fiennes, Liam Neeson, Rosamund Pike, Toby Kebbell, Danny Huston, Édgar Ramírez, Matt Milne, George Blagden.

NOTA: 7














Iron Sky

Cinema europeu sempre surpreendendo: bons efeitos especiais, uma trama sagaz, bons atores da Europa (principalmente alemães e finlandeses), além de  piadas ácidas e críticas fazem desse filme uma pequena joia. Imaginem nazistas na lua! E o fato do herói ser um negro que fica com a mocinha alemã também foi genial. E Hitler? Hahahaha, assistam esse filme super inteligente e recomendado. E prestem bem atenção na cena final. Mais uma sacada ao nosso mundo atual.
Enredo: O longa é ambientado em 2018. Quando a Segunda Guerra Mundial chega ao fim em 1945, Hans Kammler e outros cientistas alemães fazem uma revolução na investigação da antigravidade. Partindo de uma base secreta na Antártica, as espaçonaves nazistas são enviadas para a Lua (mais especificamente no lado negro da Lua) para fundar a base espacial secreta de Schwarze Sonne (em português: "Sol negro"). Desde então seu plano é construir uma poderosa frota para, no futuro, voltar a conquistar a Terra. Em 2018, 73 anos depois, os nazistas retornam a Terra.

NOTA: 8









John Carter: Entre Dois Mundos


Esse foi o maior fracasso de bilheteria do ano. Uma pena porque gostei. Lembra muita as ficções científicas antigas. O livro "A Princesa de Marte", no qual o filme é baseado é bem interessante. O filme foi caro e arrecadou pouco por causa do concorrente Jogos Vorazes. Mas a trama que mistura Star Wars com Indiana Jones é boa. Muitos criticaram o filme, eu não! Belo entretenimento, típico da Disney, acho que não haverá continuação, que pena. O trabalho de arte e efeitos especiais é surpreendente. Que cenários, que figurinos, e que princesa linda! Vale sim a pena ver John Carter e sua longa jornada pelos planetas Terra e Marte. 

Essa é uma aventura de ação envolvente ambientada no misterioso e exótico planeta de Barsoom (Marte). O filme conta a história de John Carter (Taylor Kitsch), que é inexplicavelmente transportado para Marte onde se vê envolvido em um conflito de proporções épicas entre os habitantes do planeta, incluindo Tars Tarkas (Willem Dafoe) e a atraente Princesa Dejah Thoris (Lynn Collins). Em um mundo à beira do colapso, Carter descobre que a sobrevivência de Barsoom e de seu povo está em suas mãos.
Elenco: Taylor Kitsch, Lynn Collins, Willem Dafoe, Bryan Cranston, Ciarán Hinds, James Purefoy, Mark Strong, Dominic West, Thomas Haden Church, Samantha Morton.

NOTA: 9

















Lockout Sequestro no Espaço

Esse filme é um Busca Implacável, porém no espaço. Até a mocinha sequestrada é a mesma atriz. Mas o filme é bom, não tem nada inovador mas nos leva à boas doses de tensão. E Guy Pearce segura bem a onda de herói. Elenco: Guy Pearce, Maggie Grace, Vincent Regan, Joseph Gilgun, Lennie James, Peter Stormare.
Enredo: Homem é condenado erradamente por espionagem contra os Estados Unidos. Em troca de sua liberdade ele tem que resgatar a filha do presidente que está em uma prisão no espaço dominada por violentos detentos.

NOTA: 8










Motoqueiro Fantasma 2 Espírito de Vingança

Esse decepcionou! O primeiro já não foi bem visto pela crítica (eu gostei). Mas esse é um filme fraco, com cenas mal filmadas e roteiro quase que empurrado com a barriga. Uma ou duas cenas de ação são boas, mas nem os efeitos especiais são muito bons. Esperava mais, bem mais. Enredo: 'Motoqueiro Fantasma 2: O Espírito da Vingança' acompanha um Johnny Blaze tentando controlar sua maldição, escondido do mundo. Logo no começo do filme, um flashback relembra o acordo com Mefistófeles, que o tornou no Motoqueiro. Quando o religioso Moreau o encontra, Johnny decide ajudá-lo a encontrar Nadya e Danny, sua mulher e filho. Eles terão que combater o malvado Roarke, velho conhecido de Johnny.

NOTA: 5









Viagem 2  A Ilha Misteriosa

Aventura ágil, leve e familiar. Não tem muita diferença do primeiro exceto pelo fato do primeiro ter sido o filme que trouxe de volta os filmes com tecnologia 3D. O ponto mais fraco é a atriz Vanessa Hudgens que não atua bem. Já o jovem Josh Hutcherson e o fortão Dwayne Johnson seguram bem o papel de aventureiros que brigam o tempo todo. Aliás Dwayne Johnson faz as cenas mais engraçadas do filme. A dança de peitinhos é de matar. E o veterano  Michael Caine também se sai bem, uma participação e tanto! Uma grande aventura para domingo à tarde. Gostei. 

Enredo: 'Viagem 2 - A Ilha Misteriosa' começa quando Sean capta uma mensagem codificada vinda de uma ilha misteriosa localizada em umponto onde não deveria haver nada. Um lugar com formas de vida estranhas, montanhas de ouro, vulcões mortais e diversos segredos surpreendentes. Sem conseguir impedi-lo de ir, o novo padrasto de Sean parte com ele na viagem.Junto ao piloto do helicóptero e de sua linda e determinada filha, eles partem em busca da ilha para resgatar seu único habitante e escapar antes que ondassísmicas levem a ilha para o fundo do oceano, enterrando seus tesouros para sempre.

NOTA: 7














A Good Old Fashioned Orgy

Sabe a típica comédia de amigos já velhos querendo ser novos e aprontando? Bem menos engraçado que American Pie, mas mantendo um ritmo até que cativante, o filme merece uma olhada e os atores se saem bem. Tem cenas pesadas, por isso não recomendo para crianças muito novas, mas nada de exagerado. Quando ele está querendo ficar chato conseguem salvar o filme com boas piadas e alguns clichês sobre relacionamentos e amadurecer. É um bom filme para se ver entre um grupo de amigos "das antiga".
Enredo: a jornada de Eric (Jason Sudeikis), um homem solteiro e trintão que é famoso entre o seu unido círculo de amigos pelas ostensivas festas que costuma realizar na casa de praia que o seu pai tem num luxuoso subúrbio costeiro. Quando o seu pai anuncia que vai vender esta mansão, Eric decide organizar uma última e estrondosa festa que terá como base uma bela orgia à moda antiga. Para além de ter que convencer cada um dos seus relutantes amigos a juntarem-se ao bacanal sexual, Eric terá também que encontrar uma forma de impedir que a casa seja vendida antes da festa. 

Nota: 6










A Saga Molusco Anoitecer

Todos se lembram do primeiro Todo Mundo em Pânico. Depois vieram o 2,3,4 e vários filmes do tipo, filmes que debochavam outros filmes. Tem o Date movie que foi um dos melhores. Mas com o excesso de sátiras, ficaram muito chatos. Sempre com as mesmas piadas débeis e fracas, envolvendo sexo, palavrões, puns, vômitos e socos. Mais do mesmo e mais do mesmo. Esse não é diferente. Debocha do Crepúsculo, mas é bem fraquinho. Só ri em duas cenas: a do vampiro anão mini Edward e a cena que debocha de Johnny Deep. Minha mãe ama esses filmes satíricos, por isso dei um desconto e indico aqui. Quem gosta de piadas pastelão poderá encarar melhor que eu.

NOTA: 4






Dirty Girl

Cada vez mais simpatizo com o cinema independente. Esse filme existe a um tempo já mas só popularizou esse ano. O ano é 1987. Danielle é a “bad girl” da escola. Seu mau comportamento faz com que ela seja transferida para uma turma especial, só de alunos problemáticos, onde ela é escalada para um trabalho de grupo ao lado de um gordinho gay. Sim a garota safada com cara de atriz pornô foge com seu amigo gordinho e gay para tentar encontrar seu pai desconhecido. Então uma série de confusões a autodescobertas ocorrem. Tem drama e comédia. Cenas engraçadas e situações estranhas fazem desse filme algo novo. O elenco é ótimo: a garota é Juno Temple (vários papéis pequenos em filmes como o novo Os Três Mosqueteiros e Batman O Cavaleiro das Trevas Ressurge), o amigo é o novato Jeremy Dozier, mas ainda tem os já conhecidos Milla Jovovich (ela mesma a Alice de Resident Evil), Mary Steenburgen, Nicholas D’Agosto e William H. Macy.
O final do filme toma um rumo mais interessante, emocionante e com lições. A trilha sonora é ótima. E um dos melhores personagens: Joan, o “saco de farinha”. Um trabalho da escola aproxima Danielle e Clarke: eles precisam cuidar de um saco de farinha como se fosse um filho. Eles pegam um pilot e desenham dois olhos e uma boca, o batizam de Joan e passam a carregar o saco de farinha para tudo quanto é canto. E os olhos e a boca (pintados) de Joan reagem a cada cena, criando um alívio cômico discreto e genial.
Esse é um filme discreto que a maioria não verá. Uma pena, é ótimo!

NOTA: 9










O Babá(ca)

Elenco: Jonah Hill, Sam Rockwell, Ari Graynor, Miriam McDonald, Erin Daniels, Jessica Hecht, Dreama Walker, Method Man. Enredo: Jonah Hill vive uma das noites mais piradas da história nesta comédia debochada do diretor de Segurando as Pontas. O folgado Noah (Hill) está cuidando das crianças do vizinho quando recebe uma ligação de sua namorada chamando-o para ir ficar com ela. Noah parte para atender ao pedido da sua garota, mas sua aventura sai de controle quando ele se vê fugindo de um traficante maníaco. Gargalhadas e ação insana - é o trabalho de uma noite para O BABÁ(CA).
Típica comédia exagerada, situações limites, personagens caricatus e uma pitada de ação (essa é a tendência das comédias atuais). Nada novo mas o filme arranca umas risadas. O babá realmente é babaca. O vilão talvez seja o melhor no filme, como a cena que ele atira no cara que sempre anda de patins. Uma comédia mediana.

NOTA: 7










Os Brutamontes

Um dos astros de American Pie, Seann William Scott, estrela essa comédia dramática bem interessante. Tem elementos já batidos no cinema mas o filme explora como é a vida de um atleta que apanha muito na cabeça. Ele ganha pra isso e dificilmente saberá fazer outra coisa. Tem uma boa pitada de violência, piadas simples e drama modesto. gosto de filmes modestos, por isso acabei gostando deste. Ainda não passou nos cinemas. Elenco:  Seann William Scott, Jay Baruchel, Alison Pill, Liev Schreiber, Eugene Levy, Kim Coates, Nicholas Campbell, Richard Clarkin.
Enredo: Doug (Seann William Scott) é um jogador de hockey que, após defender fisicamente um amigo durante o jogo, é convidado a participar de um time das ligas menores no campeonato de hockey nos Estados Unidos.

NOTA: 7










Ronal O Bárbaro



Imagine uma computação gráfica para adultos, com palavrões e piadas pesadas. É um filme diferente por esses elementos. Parece um Conan às avessas. A cena que ele fica invisível, menos seus testículos é hilária. Adoro cinema europeu, esse é da Dinamarca. Enredo: Ronal é um jovem bárbaro com baixa auto-estima e contra violência, o oposto de todos os outros integrantes de sua aldeia. Mas como acontece com todo bom covarde, a responsabilidade de salvar toda a tribo cai em suas mãos. O bárbaro medroso terá que enfrentar o terrível vilão Lord Volcazar, que escravizou todos seus companheiros. A longo de sua jornada Ronal terá como companhia o bardo Alibert, Zandra, a linda escudeira e elfo metrossexual Elric.
O filme ainda brinca com o rock metal, enfim não vou falar muito porque é apenas uma bobagem grande o filme, porém ver uma computação com padrões adultos e europeus é sempre bem vindo. Esse é mais um filme que a maioria dificilmente irá ver.

Nota: 8














Burning Man

O filme canadense, cuja première ocorreu no Festival Internacional de Filmes de Toronto, conta a história de um homem, dono de um badalado restaurante, que tenta melhorar sua relação com o filho enquanto é cercado por lindas mulheres. A história é contada de maneira fragmentada, tem cenas bem montadas e o jogo de câmera é excelente. Atuações convincentes e cenas incríveis embalam o filme. Mas só na metade você irá entender a mensagem do filme, que é linda e emocionante. O protagonista vive lembrando de como dói perder a pessoa amada para o câncer, ao mesmo tempo que tem que continuar vivendo e se relacionando com filho, amigos e mulheres. Uma grande novidade desse ano.

NOTA: 9






Cão Vermelho

Se você gostou e se emocionou com Marley e Eu e Sempre ao Seu Lado, irá gostar desse que é um filme australiano. Apesar das limitações o filme é muito bom, simples e emocionante. Um entretenimento lindo e leve para a família. Enredo: Baseado em uma história real, um cão vermelho "adota" uma pequena comunidade australiana e passa a fazer parte da vida daquelas pessoas.
Elenco: Arthur AngelCosta RoninEamon FarrenJohn BatchelorJosh LucasKeisha Castle-HughesLoene CarmenLuke FordNoah TaylorRachael TaylorRohan Nichol
Muito bom ter filmes simples que nos pegam de surpresa às vezes. Você se encantará com a história desse fiel amigo do homem e sua jornada pela Austrália. Bela direção, cenários incríveis, boa atuação, personagens engraçados e carismáticos! E que fotografia a Austrália tem, lindo lugar. Acredito que alguns irão chorar vendo esse filme encantador.

NOTA: 9









Coriolano

Caius Martius “Coriolano” (Ralph Fiennes), um reverenciado e temido general romano, está em conflito com a cidade de Roma e com os seus concidadãos.
Pressionado pela sua mãe, ambiciosa e controladora, Volumnia (Vanessa Redgrave), a procurar a cobiçada e poderosa posição de Cônsul, ele está relutante em insinuar-se junto às massas, cujos votos necessita para assegurar o cargo.
Quando o povo se recusa a apoiá-lo, a raiva de Coriolano gera um motim que culmina na sua expulsão de Roma. O herói banido alia-se então ao seu jurado inimigo Tullus Aufidius (Gerard Butler) para se vingar da cidade.

Elenco: Ralph Fiennes, Vanessa Redgrave, Gerard Butler, Brian Cox, Eddie Marsan e Jessica Chastain.
Se você gosta de filme todo falado em versos como Romeu e Julieta (com Leonardo DiCaprio) e a Tempestade, poderá gostar deste. Apesar de ser baseado na obra de William Shakespeare, achei um pouco chato.

NOTA: 6






Jovens Adultos

Uma ótima comédia dramática. O enredo é muito bem explorado, com um roteiro afiado e ácido. A protagonista Charlize Theron manda bem na atuação como Mavis Gary (Theron) é uma ghostwriter, escritora de livros que utiliza um pseudônimo. Para recuperar a identidade e criatividade, ela volta para sua cidade natal para reencontrar conhecidos da adolescência e reviver seu passado. Lá, entra em contato com o ex-namorado, que já está casado e tem um filho.
Elenco: Charlize Theron, Patrick Wilson, Patton Oswalt, J.K. Simmons, Elizabeth Reaser, Emily Meade, Collette Wolfe, Brady Smith, Louisa Krause.
A roteirista Diablo Cody (Juno e Garota Infernal) é mesmo uma das melhores da atualidade. Personagens simples e atuais num filme que mostra que uma hora temos que crescer. Até que ponto podemos nos prender a um passado que não existe mais? Mavis Gary é uma personagem extremamente complexa que conta com uma atuação de extremamente competente de Charlize Theron. Vale conferir cada segundo.

NOTA: 8









Shame

Enredo: 'Shame' gira em torno do bonitão Brandon, sujeito bem-sucedido que mora em Nova York e tem uma vida quase perfeita, se não fossem seus problemas para se relacionar intimamente. Sua fuga esta no sexo - frívolo, banal, sem pudor, sem concessões. Sua vida fica ainda mais conturbada quando sua irmã Sissy (Carey Mulligan) chega à cidade de surpresa.
Elenco:  Michael Fassbender, Carey Mulligan, James Badge Dale, Mari-Ange Ramirez, Lucy Walters, Nicole Beharie, Alex Manette, Hannah Ware, Elizabeth Masucci.

Esse filme deu o que falar! Um homem viciado em sexo, que experimenta de tudo, mas não consegue se relacionar com sua irmã e nem com uma garota que ele cria sentimento. Até que ponto sexo é saudável? O filme mostra que até isso quando é vício pode prejudicar alguém. Cheio de cenas fortes, roteiro impecável e atuações extraordinárias, esse filme foi sensação e polêmica no fim do ano passado. Um drama maduro, sexy e muito interessante. Michael Fassbender (o jovem Magneto) é um dos queridinhos do momento e está indo bem. É um filme tenso,  para se refletir sobre o teor forte abordado. Com certeza ainda vai dar muito o que discutir.

NOTA: 9













O Vigilante da Noite

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário