Festival Varilux de Cinema Francês 2018




O Festival Varilux de Cinema Francês é uma iniciativa produzida pela Bonfilm em parceiria com a Varilux e o Ministério da Cultura, completando neste ano sua 8ª edição em território brasileiro. O festival é famoso pela gama de filmes e atividades que oferece, desta vez, sua programação vai do dia 7 de junho a 20 de junho. Contando com um acervo de 21 obras que serão distribuídas em cerca de 60 cidades brasileiras, o evento conquistou, em 2017, o ranking de “Maior Festival Francês do Mundo”, sendo responsável por levar às salas de cinema quase 180 mil pessoas. 

Entre os filmes em destaque da vez, temos grandes obras como “Gauguin – Viagem ao Taiti” (dirigido por Edouard Deluc, conta a história de Paul Gauguin, pintor francês, que reencontra sua inspiração no amor de Tehura, uma mulher taitiana), “Z” (um suspense político dirigido por Costa-Gravas e ganhador do prêmio de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar de 1970) e “O Amante Duplo” (drama sobre a relação amorosa de um psicólogo e sua paciente, dirigido por François Ozon), além de outros filmes como a animação “A Raposa Má”, o thriller de terror-zumbi “A Noite que Devorou o Mundo”, o suspense religioso “A Aparição” e o ode à miséria da guerra “Nos Vemos no Paraíso”; o catálogo ainda conta com mais 14 obras que podem ser conferidas aqui.

 (Gauguin - Viagem ao Taiti, dirigido por Edouard Deluc)
Já os locais de exibição são uma surpresa à parte: as sessões serão exibidas em cinemas parceiros, em todas os estados do Brasil. Em São Paulo quinze cidades receberão o festival, já no Rio de Janeiro o número é menor, mas não desfavorável, com dez cidades sendo responsáveis pela exibição, porém, é importante ter conhecimento de que os filmes não serão transmitidos em todos os cinemas, sendo reservados a complexos menores. Todas as cidades por onde o Festival Varilux de Cinema Francês passará podem ser conferidas no mapa abaixo:


Além dos mais de vinte filmes, o evento ainda conta com atividades extras, como o Encontro Franco-Brasileiro de Cinema, onde profissionais do cinema da França e do Brasil se reúnem para abordar temas como a coprodução internacional, financiamento de projetos e o mercado audiovisual europeu e brasileiro, a organização de um Laboratório Franco-Brasileiro de Roteiros e uma Mostra de Realidade Virtual com a experimentação de curtas criados especificamente para essa tecnologia, além disso, ocorrerão debates em Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro com os integrantes da delegação do festival (atores e diretores). Para consultar mais informações sobre o festival e suas atividades, acesse o site oficial do projeto.

Os diretores do festival Emannuelle e Christian Boudier, responsáveis pela organização do evento, convidam você para uma experiência única pela cultura francesa, um digno contato com a arte europeia e seus membros. O festival neste ano comemora, além de sua oitava edição, o “centenário do fim da Primeira Guerra”, exibindo como comemoração o filme “Nos Vemos no Paraíso” e o quinquagésimo aniversário de “Z”, um filme que nas palavras da própria diretoria é “politicamente engajado, cujo assunto, segue, infelizmente, atual”.


Curtiu a matéria? Então não deixe de compartilhar e divulgar o evento! 

Matheus Valencia

Interessado por cinema, não o bastante para ter assistido todos os filmes do mundo, mas o bastante para poder falar sobre eles.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário