Crítica: Young Sheldon - 1ª Temporada (2017-2018, de Jon Favreau)



É simplesmente impossível eu começar a dizer qualquer coisa sobre Young Sheldon sem antes falar da série que lhe deu origem, The Big Bang Theory, que, após 11 anos no ar, resolveu lançar o spin-off contando a infância de seu personagem mais peculiar: Sheldon Cooper.



Sheldon, que também poderia ser sinônimo de excêntrico, já que suas peculiaridades é o que gera conflitos e graça nas situações do cotidiano. O Sheldon, de Jim Parsons, talvez seja o personagem mais curioso e interessante atualmente. Nas primeiras temporadas era um tanto difícil entender tanta complicação e angústia social, mas com o passar dos anos aprendemos a amar essa figura. Dito isso, não deve ter sido nada fácil criar um personagem que todos já conhecem e gostam, e Iain Armitage só não conseguiu, como o fez com perfeição.




É impossível não se apaixonar pelo carisma e pela forma inocente que o ator introduz todos aqueles velhos problemas que já sabemos de cor, como as fobias sociais, de animais, seus TOCs, suas manias e etc; de uma maneira tão leve e tão divertida que em nenhum momento lembramos de fato que é um personagem criado a partir de outro. Iain apresenta o personagem bruto, a partir de experiências que, para ele, são a primeira vez, enquanto Jim já está anos à frente. O diamante bruto da CBS veio como um alívio - ao meu ver - de uma série desgastada, que, ao longo dos anos, contou a mesma história. A interação entre Leonard (Johnny Galecki), Penny (Kaley Cuoco) e Sheldon (Jim Parsons) por vezes dá um tom repetitivo. Apesar dos pesares, The Big Bag Theory é uma das séries mais assistidas da atualidade.



Querendo ou não, ambas as séries são sustentadas por apenas um personagem, e em como ele interage em meio a sociedade e com as pessoas ao seu redor. Aqui temos um interação gigantesca com sua família, o que seria impossível em TBBT, já que alguns personagens já morreram no futuro. E essa interação é extremamente agradável de ser vista, pois vimos um lado de Sheldon que não é tão aprofundado justamente pelo enredo de ambas as séries. Elas se completam? Sim. Mas cada uma segue um caminho diferente ao mostrar um mesmo personagem. Tenho que dizer, que Young Sheldon apresenta uma comédia até melhor elaborada, provavelmente porque as interações para nós ainda são novas, enquanto que em TBBT já se passaram 11 anos. 

A forma como sua mãe, Mary (Zoe Perry), e seu pai, George (Lance Barber), tinham que lidar com as esquisitices do filho, mesmo sem entender muito o que estava acontecendo e como eles o apoiavam, é algo muito satisfatório de assistir. Mas, sem dúvida nenhuma, a melhor interação é entre Sheldon e sua avó, Connie, vivida pela maravilhosa Annie Potts, que mesmo no meio de uma crise, tentava ver o melhor da situação e tentava tirar algo engraçado dela. Connie é o que eu posso descrever como um amor genuíno de Sheldon. Enquanto Mary tenta mostrar o certo e o errado de suas ações, Connie tentava mostrar como é uma escolha humana, cheia de sentimentos e emoções que, às vezes, não entendemos. 




E não menos importante, temos a relação com seus dois irmãos, Missy (Raegan Revord), sua irmã gêmea, e Georgie (Montana Jordan), seu irmão mais velho. E o interessante aqui não é nem como o Sheldon reage a eles, mas sim como eles reagem ao Sheldon. De certa forma, parece que o mundo gira em torno dele e todos ao redor precisam se adequar. Imagine você ter um irmão de 9 anos que é um gênio.... Não deve ser tão legal assim, e aqui vimos exatamente isso: duas crianças "normais" em desenvolvimento com alguém que apesar de jovem, é muito mais maduro e diferente.



Young Sheldon é uma comédia deliciosamente pura. Talvez seja essa a chave para o sucesso. Personagens leves e inocentes e que ao mesmo tempo estão descobrindo algumas coisas sobre o mundo e como ele funciona. É preciso ver The Big Bang Theory para entender a série? Não necessariamente, mas se você, assim como eu, acompanha as duas, vai achar tudo muito mais engraçado. O spin-off foi um acerto e tanto! Resta agora esperar as próximas temporadas e ver se a qualidade continua a mesma.



Nome Original: Young Sheldon

Direção: Jon Favreau

Elenco: Iain Armitage, Zoe Perry, Elon Musk, Jim Parsons, Lance Barber, Montana Jordan, Raegan Revord

Sinopse: Prequel de The Big Bang Theory que acompanha a vida de Sheldon Cooper aos 9 anos de idade, vivendo com sua família no leste do Texas e entrando no Ensino Médio.


Trailer: 


Galeria de Imagens:




Gostaram da série?

Comente! Compartilhe! :)

Natália Vieira

Gosto de filmes e sou viciada em séries e música boa. Não tem muito o que dizer depois disso.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário