Especial: Top 10 Filmes com temática LGBT disponíveis na Netflix



Filmes que retratam a temática LGBT por uma perspectiva realista estão em alta pelo mundo afora, inclusive em produções nacionais.

Pensando no público que LGBT ou simpatizante, fizemos uma coletânea bacana, que foge dos clichês e que se pode encontrar facilmente na Netflix. Confira os títulos escolhidos e boa sessão pipoca!

10) Versos de um crime (Kill Your Darlings - 2013)


Neste drama, baseado em fatos reais, o protagonista Daniel Radcliffe (o eterno Harry Potter) é um poeta (Allen Ginsberg) da geração Beat, que faz parte de um triângulo amoroso. Após um assassinato, Allen e seus amigos se transformam nos principais suspeitos. Com um roteiro com bastante diálogo, vale a pena ver Daniel Radcliffe em uma papel totalmente diferente do que está acostumado.

Sinopse: Em 1944, três expoentes da literatura beatnik, os colegas Allen Ginsberg, Jack Kerouac e Lucien Carr, exploram ideias ousadas, que desafiam o seu tempo. O assassinato de David Kammerer, um professor apaixonado por Lucien, transformará a vida dos três amigos, que são acusados de serem os responsáveis por sua morte.

9) Elena Undone (Elena Undone - 2010)



No longa de Nicole Conn, o surgimento de uma paixão proibida, cercada de conservadorismo e machismo, a protagonista Elena (Necar Zadegan), casada com um pastor, conhece Peyton (Traci Dinwiddie) e ambas se envolve de uma maneira natural. 

Sinopse: Casada com um pastor totalmente dedicado a seus fiéis, Elena conhece uma escritora. A amizade entre elas vira um tórrido romance onde tudo é questionado. 

8) Margarita com Canudinho (Margarita, with a Straw - 2014)



Após uma decepção amorosa, Laila (Kalki Koechelin), uma indiana com paralisia cerebral, conhece uma ativista paquistanesa Khanum (Sayani Gupta) e se apaixona pelas possibilidades que sua amiga tem a oferecer. Descubra os conflitos familiares que está escolha pode oferecer. 

Sinopse: Laila (Kalki Koechelin) é uma jovem indiana que tem paralisia cerebral. Ao lado de sua mãe (Revathy), ela deixa seu país para estudar na Universidade de Nova York, onde aproveita a oportunidade para exercitar sua independência. Sem fé no amor após ter sido rejeitada por um colega, ela conhece uma jovem ativista (Sayani Gupta) em Manhattan e embarca em uma jornada de descobertas. 

7) Meu nome é Ray (About Ray - 2015)



Nascida como Ramona, Ray (Elle Fanning), tem como tema o transgênero e cirurgia de resignação sexual, tendo o apoio familiar de sua mãe (Naomi Watts) e sua avó. Explore um assunto que não é muito retratado no cinema, mas possui muita relevância. 

Sinopse: Ray nasceu mulher, mas nunca se identificou com o gênero e se prepara para fazer a cirurgia de redesignação de gênero. Sua mãe, Maggie, tenta encontrar a melhor forma de lidar com a questão, mas a avó homossexual de Ray, Dolly, recusa-se a aceitar a resolução e cria um conflito familiar. 

6) Flores Raras (Flores Raras - 2013)



Um filme nacional de Bruno Barreto, embasado no livro Flores Raras e Banalíssimas , de Carmem L. de Oliveira, conta a história baseada em fatos reais, de Elizabeth Bishop (Miranda Otto), poeta norte-americana vencedora do Prêmio Pulitzer em 1956 e a arquiteta Lota de Macedo Soares (Glória Perez).

A história se passa no Brasil na década de 50 e é recheado de belos diálogos e atuações riquíssimas. 

Sinopse: Elizabeth Bishop é uma poetisa insegura e tímida, que apenas se sente à vontade ao narrar seus versos para o amigo Robert Lowell. Em busca de algo que a motive, ela resolve partir para o Rio de Janeiro e passar uns dias na casa de uma colega de faculdade, Mary, que vive com a arquiteta brasileira Lota de Macedo Soare. A princípio Elizabeth e Lota não se dão bem, mas logo se apaixonam uma pela outra. 

5) Beijando Jessica Stein (Kissing Jessica Stein - 2001)




A comédia romântica Beijando Jessica Stein (Kissing Jessica Stein, 2001), de Charles Herman-Wurmfeld, saiu do circuito de teatro Off Broadway de Nova York, e conta a história de Jéssica, extremamente exigente, procura um relacionamento perfeito com um homem que não existe. 

Nessa procura esbarra com um anúncio de Hellen que procura um relacionamento com outra mulher, e apesar de sua educação judia tradicionalista e sua indecisão e medo de mergulhar em uma nova aventura, Beijando Jéssica Stein é uma comédia romântica que rende bons momentos. 

Sinopse: Jessica é uma jornalista judia nova-iorquina sensível, neurótica e frustrada com a sua vida amorosa - no momento, inexistente. Ela vê um anúncio no jornal na seção em que se procura um par e resolve responder. Para sua surpresa, encontra uma mulher. 

4) Cuatro Lunas (Cuatro Lunas - 2014)



Longa mexicano que conta quatro histórias diferentes sobre as descobertas gays em diversas etapas da vida e tipos diferentes de relacionamento, o enredo é bem trabalhado, mas contém cenas impróprias para menores. 

Sinopse: Histórias sobre a primeira paixão, o reencontro de amigos, a dúvida em uma relação e a obsessão de um homem formam esta antologia sobre a homossexualidade masculina.

3) Boys (Jongens - 2014)
 
 


Este longa holandês com diversas premiações, conta com um enredo delicado e bem desenvolvido. A fotografia e a fotogenia dos protagonistas são um show a parte. Na trama, observamos o nascer de uma paixão entre dois amigos de uma forma orgânica e leve. O romance vale a pena ser visto.

Sinopse: Sieger, um garoto tímido de 15 anos, está treinando para o campeonato nacional de revezamento, onde conhece o intrigante e imprevisível Marc. Eles desenvolvem uma amizade que parece ser nada fora do comum, mas Sieger secretamente cultiva sentimentos mais fortes por Marc. Ele inicia uma luta solitária consigo mesmo, quando descobre que Marc também é apaixonado por ele.

2) Hoje eu Quero Voltar Sozinho (Hoje eu Quero Voltar Sozinho - 2014)




Nacional, baseado em um curta homônimo de Daniel Ribeiro, sem clichês, narra a trajetória dos amigos Leonardo (Guilherme Lobo), um rapaz cego e Gabriel (Fabio Audi), um novo colega de escola. 


O desenrolar do romance entre os dois é bem sutil e marca a inocência, cumplicidade e descobertas do primeiro amor . 

Sinopse: A vida de Leonardo muda completamente quando um novo aluno entra no colégio. O adolescente precisa lidar com o ciúme da amiga e também com os inesperados sentimentos que o recém-chegado desperta nele.

1) Moonlight: Sob a luz do luar (Moonlight - 2016)




Ganhador do Oscar 2017 de melhor filme, escrito e dirigido por Barry Jenkins, conta a trajetória em três fases de Black em uma jornada de auto conhecimento. Ambientada em uma comunidade pobre, aborda questões étnicas, bullying por sexualidade divergente e drogas. 


Sinopse: Black trilha uma jornada de autoconhecimento enquanto tenta escapar do caminho fácil da criminalidade e do mundo das drogas de Miami. Encontrando amor em locais surpreendentes, ele sonha com um futuro maravilhoso. 

Já assistiu à algum dos filmes de nossa lista? Acha que faltou algum? Conte pra gente nos comentários e não se esqueça de curtir e compartilhar com os amigos ! :)

@LillyDzura

Criativa, Cinéfila, Curiosa, acredita que os filmes influenciam em sua vida como lições que podem ser aprendidas sem que aquilo tenha acontecido em sua vida. Acha que toda história tem dois lados e que sempre há alguma coisa de bom para ser aprendido no que deu errado.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário