Crítica: Suburbicon: Bem-vindos ao Paraíso (2017, de George Clooney)



Suburbicon é aquela cidade que você sempre sonharia em morar nos Estados Unidos dos anos 50. Fundada em 1947, ela era o lugar com grande promessa de prosperidade para todos, com cerca de 60 mil habitantes, tendo toda comodidade da cidade grande (mas sem todo o trânsito e barulho!), com suas próprias escolas, departamento de bombeiros, delegacia de polícia, shopping mall e até o próprio coral <3! Com habitantes vindos de lugares importantes dos Estados Unidos como New York, Mississipi e Ohio... Suburbicon era uma cidade maravilhosa e alegre! :)
.
.
.
Só que não!



Tudo começa bem na maravilhosa cidade de Suburbicon. Entretanto, a vizinhança calma e tranquila recebe vizinhos que, inicialmente, não são nada bem quistos: os Mayers. A partir deste ponto, conhecemos outra família que serão os protagonistas de nossa história: os Lodge. Gardner Lodge (Matt Damon, Perdido em Marte) é o pai de família, Rose Lodge (Julianne Moore, Para Sempre Alice) é a mãe, e Nicky Lodge (Noah Jupe, Extraordinário) o filho. Eles ainda dividem o lar com a irmã gêmea de Rose, Margaret O'Rory (Julianne Moore). Margaret, que aparentemente auxilia Rose na criação de Nicky, incentiva o sobrinho a interagir com o filho dos Mayers como uma forma de quebrar o gelo com a família recém-chegada e nada querida. 


Uma noite, no entanto, o destino da família Lodge muda radicalmente: bandidos entram na casa e envenenam a todos, deixando uma vítima fatal. Um crime que chocou a toda Suburbicon. Logo, começam as ligações com a recente chegada dos Mayers, afinal não é possível que aquela família não tenha nada a ver com o ocorrido.

Nesse meio tempo, as investigações policiais e da seguradora se iniciam e logo a trama, ao se desenrolar, mostra que as aparências enganam (e muito!).


Suburbicon: Bem-vindos ao Paraíso vem como uma comédia dramática com um humor beirando muito mais ao negro e com uma crítica como 'pano de fundo' um tanto quanto pesada. 

Com um roteiro quase certeiro co-escrito pelos irmãos Coen (Joel e Ethan) e George Clooney, uma fotografia de cair o queixo, atuações não tão caricatas quanto pretendem ser, este filme vem como um entretenimento que prende, instiga e acaba por divertindo, mesmo que de forma horrenda.


Matt Damon e Julianne Moore estão no ponto certo em seus personagens e também pudera, com o currículo que ambos possuem. Noah Jupe surpreendeu de forma positiva e se me arrisco a dizer, é uma jovem promessa que ainda vamos ouvir falar bastante. Contudo, o grande destaque é sem dúvida nosso querido Oscar Isaac (Star Wars: Os Últimos Jedi, Aniquilação, Ex-Machina: Instinto Artificial), como Bud Cooper, o investigador de indenizações. Ele está simplesmente perfeito, e uma de suas cenas que servem de alívio cômico para trama é realmente hilária.


Vale destacar ainda, a presença de Glenn Fleshler (True Detective) como o vilanesco Sloan. Ele é aquele tipo de ator que não precisa dizer nada, somente sua presença é o bastante para passar aquela sensação de medo e terror.


Outro destaque fica para a direção de arte e fotografia. São simplesmente perfeitos os figurinos e cenários utilizados retratando uma época tão simples e contudo, tão elegante. E que paleta de cores! As escolhas feitas são de um acerto primoroso e fazem com que o resultado final seja um espetáculo visual.


Entretanto, há alguns pontos fracos que deixam a desejar: o enredo é um tanto quanto simplório, a principal sacada já é percebida logo de início e ficam algumas pontas soltas que mesmo para um espectador mais esperto, são difíceis de conectar. Há um pouco do 'mais do mesmo' na trama de pano de fundo. Mesmo que esta venha, de certa forma, fazer um contraponto à trama principal, fica faltando aquele desenvolvimento mais aprofundado, ou então uma solução mais factível. 

Ademais, Suburbicon: Bem-vindos ao Paraíso é uma trama envolvente, com vários elementos positivos e vem mostrar, mais uma vez, que a loucura e perversão do ser humano são pontos que podem ser observados na mais perfeita das famílias.


Título Original: Suburbicon

Diretor: George Clooney

Elenco: Matt Damon, Julianne Moore, Oscar Isaac, Noah Jupe, Alex Hassell, Glenn Fleshler, Gary Basaraba, Karimah Weestbrook, Leith M. Brook, Tony Espinosa.

Sinopse: O mistério de um crime envolvendo uma família durante a década de 50, onde o melhor e o pior da humanidade é refletido através dos atos de pessoas aparentemente comuns. Quando uma invasão de domicílio se torna mortal, uma família de imagem perfeita se submete à chantagem, vingança e traição

Trailer:


PS.:  não se deixe enganar pelo trailer

Curiosidade: originalmente cotado para atuar neste filme (como você leu aqui), Josh Brolin viveria um técnico de beisebol, mas suas cenas acabaram por ser removidas da edição final, pois mesmo sendo muito boas, elas se diferenciavam do restante do filme, por serem divertidas demais.


E aí, já assistiu a este filme? Gostou da crítica? Não esqueça de comentar e nos seguir nas redes sociais (:

Eduarda Souza

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário