Notícia: Weinstein Co. se prepara para pedido de falência



Um dos impérios do cinema está com os dias contados. A empresa, que passava por um processo de tentativas de vendas para um grupo de investidores, declarou que após o fracasso nas negociações "não há escolha" a não ser seguir com a falência da companhia.
Os problemas financeiros começaram com as primeiras denuncias, em outubro do ano passado. A empresa então, vinha passando por negociações com um grupo investidor que assumiria mais de 225 milhões de dólares em dívidas e manteria os funcionários do grupo. Entretanto, após uma ação de direitos civis ter sido protocolada contra Weinstein, pelo tratamento dados aos funcionários, e principalmente, por não proteger seus acusadores, o valor de mercado e as dívidas não tornam mais a venda da empresa um negócio atrativo aos potenciais compradores.

Existem ainda problemas com produtores e até mesmo a Lindt, famosa empresa de chocolates, que havia se preparado para uma festa que seria promovida pela Weintein e teve o cancelamento pedido em cima da hora, entraram com pedidos de indenização contra a empresa.

Harvey Weinstein já havia sido demitido de sua própria empresa em outubro do ano passado, e o número de vítimas que já denunciaram condutas de assédio chegaram a 70 mulheres.

A empresa termina seu comunica dizendo que após os fracassos na negociação "a única maneira viável e a melhor opção para maximizar o valor da empresa é um processo organizado de falência".

João França

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário