Notícia: Filme e documentários brasileiros vencem prêmios especiais no Festival de Berlim


Sendo um dos festivais internacionais que mais abraçam os projetos brasileiros, Berlim terminou e trouxe alguns prêmios especiais para documentários e para um filme brasileiro.

No Teddy Awards, premiação independente que recompensa produções de temática LGBT, Bixa Travesty, documentário sobre a cantora transsexual Linn da Quebrada, venceu o prêmio de melhor documentário. Já o longa Tinta Bruta venceu o prêmio de melhor ficção. Tinta Bruta fala sobre um jovem introspectivo que consegue se expressar através de performances eróticas na internet.


Já na Mostra Panorama, onde o público escolhe os vencedores, O Processo, documentário de Maria Augusta Ramos sobre o impeachment de Dilma Rousseff, ficou em terceiro lugar entre os melhores documentários, que ao todo eram 18. Aeroporto Central, documentário sobre refugiados na Alemanha, venceu o prêmio de Anistia Internacional, que visa projetos que debatam questões sociais e de direitos humanos.


Touch Me Not levou o Urso de Ouro e Wes Anderson o Urso de Prata de Melhor Direção por Isle of Dogs.

E aí, curtiram a notícia? Deixe seu comentário e não esqueça de nos acompanhar nas redes sociais.

Yago Tanaka

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário