Top 10 Filmes para Desgraçar a Cabeça


Sabe aquele filme que você assiste, não entende nada, pesquisa, faz teorias, assiste de novo e entende menos ainda?

Nossa coletânea é sobre estes filmes que você tem que pensar um milhão de vezes depois de assistir ou aqueles que não saem da sua cabeça mesmo muito tempo depois.

Alguns você faz teorias, outros servem como filosofia de vida e, principalmente fazem sua cabeça pifar de tão bom que são. Segures os cintos e preparem-se que vem bastante spoiler de filme sensacional por ai :)


10 - Coherence (Coherence - 2013)


Coherence é aquele filme que você tem que assistir com a mente aberta e com sanidade porque ele vai fazer você questionar algumas coisas.

Com a fotografia impecável em tons de amarelo, marrom, preto, azul e vermelho, você não tem muitas surpresas visuais, apenas psicológicas. Alguns amigos se reúnem em um jantar, onde coisas estranhas começam a acontecer e eles resolvem questionar sua sanidade e a realidade.

Apesar de serem apenas feito de diálogos, a ideia do filme de realidades paralelas convence e vale a pena.

Sinopse: Quatro casais de amigos com um passado em comum se reúnem para jantar e para esperar que um cometa atravesse o céu. Entretanto, o fenômeno altera tudo. O desencadear de fatos estranhos os deixa incomunicáveis e sem luz no bairro inteiro, exceto por uma única casa a dois quarteirões. O pós-jantar se torna um pesadelo.


9 - O Duplo (Double - 2013)



Este filme é uma adaptação livre da obra O Duplo, do escritor e filósofo Fiodor Dostoiévski e possui uma análise completa -> Aqui

Jesse Eisenberg, o eterno Mark Zuckerberg de A Rede Social,faz o papel de um funcionário entediado em uma vida cíclica e sem graça.

A sua única luz neste ambiente depressivo é a paixão que ele possui por Hannah (Mia Wasikowska).

A fotografia e cenário são claustrofóbicos e angustiantes, o que levam os telespectadores a ter interpretações diversas. Além disso, a obra tem um conceito artístico interessante e nos faz pensar sobre a vida.

Sinopse: Simon é um homem tímido, fadado a uma existência solitária em um mundo indiferente. O rapaz parece impotente para melhorar a vida: é invisível no trabalho, desdenhado pela família e ignorado pela mulher dos sonhos, Hannah. A chegada de um novo colega de trabalho apenas piora a situação. James é fisicamente idêntico a Simon, mas as personalidades não poderiam ser mais diferentes. O novato é confiante, carismático e, aos poucos, toma o controle da vida de Simon.


8 - O Homem Duplicado (Enemy, 2013)



O Homem Duplicado possui uma pegada bem parecida com O Duplo e foi baseada na obra homônima de José Saramago adaptada pelo diretor. Se você quiser ver uma análise completa clique -> Aqui.

Este é, sem dúvida, um filme que fiquei remoendo e remoendo durante muito tempo. Às vezes me dava tanta angústia que queria sair de perto da tela, mas não porque o filme possui uma dinâmica ruim... muito pelo contrário, ele é bem interessante e as coisas vão acontecendo de uma maneira intrigante que te prende, mas o filtro verde amarelado transmite uma sensação de monotonia e desespero.

Durante o filme, várias dicas vão sendo entregues ao telespectador que começa a montar um quebra-cabeças. E vendo o quanto podemos ter atitudes e personalidades diferentes dentro de nós mesmos. Recomendo assistir em um dia bom, pois ficará angustiado.

Sinopse: Adam Bell é um professor de história entediado com sua rotina. A vida dele muda completamente quando ele assiste a um filme e descobre que tem um sósia. Em busca desse ator, Adam cria uma verdadeira obsessão e começa a perseguir o homem.


7 - Réquiem para um Sonho (Requiem for a Dream - 2000)



Requiém são dois filmes em um mesmo filme. Histórias tristes de pessoas que se arruínam e chegam ao fundo do poço.

"Nada esta tão ruim que não possa piorar" é a premissa do filme, você assiste e não se conforma como que o ser humano consegue chegar no pior que ele pode ser. Nada leve, o filme te deixa pensativo, eufórico e pessimista. Mas, levanta várias questões morais e filosóficas. Destaque para Jared Leto, como Harry Goldfarb e Jennifer Connelly, como Marion Silver.

Sinopse: Enquanto o filho lida com sua própria batalha contra as drogas, Sara é convidada para participar de seu programa de TV favorito. Para poder usar o vestido preferido, começa a tomar pílulas para emagrecer e fica viciada.


6 - Primer (Primer 2004)



Prepare-se, pois Primer é aquele filme que vai desfiar sua mente e você terá que desenhar uma linha do tempo para entender perfeitamente os acontecimentos.

Alguns amigos reúnem-se para criar um dispositivo e acabam descobrindo sem querer uma máquina do tempo.

Cheio de paradoxos e desafios mentais, Primer é fascinante e desafiará sua capacidade. Com um orçamento mínimo de 7 mil dólares, este filme se tornou um dos queridinhos cults, então aproveite o embaraço de sua mente.

Sinopse: Dois engenheiros criam um dispositivo que permite que um objeto ou pessoa possa viajar para trás no tempo. Os dois começam a testar o dispositivo para mudar situações de suas próprias vidas. Porém, por conta da ambição, criam problemas e situações que acabam por ameaçar sua existência.
 

5 - Clube da Luta (Fight Club - 1999



Mais uma vez um trabalho em que o protagonista se sente infeliz e a sociedade consumista é o estopim para um filme surpreendente. Vamos falar sobre o
Clube da Luta, se bem que a primeira regra do clube é: Você não fala sobre o Clube da Luta.

Para se livrar de sua insônia, o protagonista começa a procurar ajuda e conhece um homem sem medo que se contrapõe a sua personalidade, assim criam o Clube da Luta.

Este é um daqueles filme com plot twist em que você vê que nem tudo é o que parece, além de ser, sem dúvidas, um dos melhores filmes dos últimos tempos

Sinopse: Um homem deprimido que sofre de insônia conhece um estranho vendedor chamado Tyler Durden e se vê morando em uma casa suja depois que seu perfeito apartamento é destruído. A dupla forma um clube com regras rígidas onde homens lutam. A parceria perfeita é comprometida quando uma mulher, Marla, atrai a atenção de Tyler.


4 - Donnie Darko (Donnie Darko - 2001)



Donnie Darko é o mais queridinho desta lista cult, com certeza. Além de nostálgico e com uma trilha sonora que se encaixa perfeitamente no filme, Jake Gyllenhaal dá um show de atuação como um adolescente transtornado, que vê um coelhão sinistro que o incentiva a cometer alguns atos ilícitos.

O filme é complexo e dá margem a inúmeras teorias como a de universos paralelos e viagem no tempo. Há diversos vídeos no Youtube tentando explicar a inexplicável experiência de assistir Donnie Darko e se surpreender com a trama do filme.

Destaque para a cena de apresentação na escola que parece um vídeoclipe oitentista. Assista mais de uma vez e aproveite a piração.

Sinopse: Donnie é um jovem excêntrico que despreza a grande maioria de seus colegas de escola. Ele tem visões, em especial de Frank, um coelho gigante que só ele consegue ver e que o encoraja a fazer brincadeiras humilhantes com quem o cerca. Um dia, uma de suas visões o atrai para fora de casa e lhe diz que o mundo acabará dentro de um mês. Donnie inicialmente não acredita, mas, momentos depois, a turbina de um avião cai em sua casa e ele começa a se perguntar qual é o fundo de verdade dessa previsão.


3 - Irreversível (Irréversible - 2002)


Irreversível, do diretor Gaspar Noé, para mim foi o filme mais angustiante, confuso, espontâneo e que com certeza não gostaria de assistir novamente, mas confesso que adorei tê-lo assistido. O filme já começa no auge da agitação, pois a sequência cronológica dele está invertida.

Ao assistir, comecei a ter náuseas, onde descobri que além das câmeras giratórias, luzes piscando e sons perturbadores, existia também sons subliminares que inconscientemente transmitiam a sensação de desespero.

Você assiste o filme e fica mal e no final fica bem e depois fica mal novamente porque você lembra que tudo não está organizado do jeito certo. A fotografia faz este trabalho incrível de ir clareando as cenas conforme os acontecimentos vão sendo contados.

Ele foi rodado em seis semanas e o roteiro tinha três páginas com o contexto, onde as falas seriam improvisadas, o que dá o toque especial a estória.

Destaque perturbador para a cena mais longa de estupro do cinema de Alex (a linda e talentosa Monica Bellucci). A câmera foi posicionada para que quem assiste pareça estar compactuando com a cena, são 11 minutos de angústia e desespero. A peça completa é fascinante e nos faz pensar que na vida qualquer decisão pode se transformar em algo Irreversível. A vida é irreversível!

Sinopse: Alex, namorada de Marcus, é estuprada e agredida. Ele e seu antigo namorado, Pierre, estão decididos a descobrir quem foi o autor da agressão, percorrendo, desesperados, as ruas de Paris, sedentos de vingança.


2 -Quero ser John Malkovich (Being John Malkovich - 2000)


Particularmente, já assisti este filme diversas vezes e ele entra na lista dos meus bizarros favoritos sem saber o porquê. De tão sem noção ele chega a ser divertido. 


Cameron Diaz está tão esquisita na trama que demora um bom tempo até que os desavisados entendam que se trata da atriz.

Craig Schwartz (John Cusack) descobre como ser John Malkovich (o ator) por um dia e pretende lucrar com esta descoberta incomum.

Com certeza você não entenderá nada, mas ficará pensando por uns bons dias na mensagem do filme.

Sinopse: Um desempregado de Nova York, Craig Schwartz, relutantemente aceita um emprego temporário como um arquivista para o excêntrico Dr. Lester. Craig descobre um portal que leva para dentro da mente do famoso ator John Malkovich. Quando ele conta o segredo para sua atraente colega de trabalho Maxine, eles começam um negócio um tanto incomum que também envolve a esposa de Craig, Lotte.


1 - Erasehead (Eraserhead - 1977)


Eraserhead
foi dirigido e escrito pelo rei dos filmes desgraçadores de cabeça: David Lynch.

Em preto e branco, o filme possui é tão surreal, que nem o ator principal entendeu direito a mensagem do filme quando perguntado à ele.

Para assistir você terá que ter além de paciência, estômago para algumas das cenas perturbadoras da história.

Apesar de ser todo baseado em alegorias expressivas, não é um enredo comum, que todo mundo consiga digerir. Se você conseguir assistir, terá um vislumbre da obra sinistramente fantástica de Lynch.

Sinopse:
Henry e Mary têm um bebê que nasceu prematuro e é desumano. Quando a mãe os abandona por não conseguir suportar seu terrível aspecto, Henry deve se esforçar para cumprir seu papel de pai solteiro.

E Você já assistiu algum filme que deixou sua cabeça perturbada? Não esqueça de curtir e compartilhar para nos ajudar :)

@LillyDzura

Criativa, Cinéfila, Curiosa, acredita que os filmes influenciam em sua vida como lições que podem ser aprendidas sem que aquilo tenha acontecido em sua vida. Acha que toda história tem dois lados e que sempre há alguma coisa de bom para ser aprendido no que deu errado.

2 comentários :